Manjericão: para que serve e como usar

Revisão clínica: Manuel Reis
Enfermeiro

O manjericão é uma erva aromática rica em óleos essenciais, como geraniol, eugenol e linalol, além de ter ótimas quantidades de taninos, saponinas e flavonoides, com propriedades antiespasmódica, digestiva, diurética, sedativa e antioxidante, que ajudam a prevenir e combater problemas de saúde, como gripes, pressão alta, infarto ou insônia.

Chamado cientificamente como Ocimum basilicum, o manjericão também é conhecido como manjericão-de-folha-larga, manjericão doce, alfavaca, alfavaca doce, basilicão e erva-real.

As folhas frescas ou desidratadas de manjericão são encontradas em feiras, lojas de produtos naturais e supermercados, sendo utilizadas em pratos, como molhos, saladas ou sucos. Além disso, as folhas do manjericão também são usadas na forma de chás, banhos, cataplasmas ou óleos essenciais.

Por todos seus constituintes e propriedades, o manjericão pode ser usado para:

1. Tratar gripes, resfriados e bronquites

O manjericão tem ótimas quantidades de óleos essenciais e antioxidantes que ajudam no relaxamento dos músculos dos pulmões, melhorando a respiração e aliviando a tosse nos casos de gripes, resfriados e bronquites.

Além disso, por ter propriedades anti inflamatórias e antimicrobianas, o manjericão também alivia a irritação pulmonar e ajuda a combater os vírus responsáveis por gripes e resfriados. Conheça outras opções naturais para tratamento de gripes e resfriados.

2. Melhorar a digestão

O manjericão é rico em ácido ursólico, um composto com atividade antioxidantes e anti inflamatória que protege e melhora as funções do fígado, melhorando a digestão. Veja como usar o manjericão para melhorar a digestão.

Por ter  função anti espasmódica, o manjericão ajuda na prevenção de cólicas e dores de estômago. Além disso, a erva também possui propriedades carminativas, combatendo o excesso de gases.

3. Prevenir e tratar a pressão alta

O eugenol é o óleo essencial presente em maior quantidade no manjericão,  e contribui para o relaxamento dos vasos sanguíneos, prevenindo e ajudando a tratar a pressão alta.

Os antioxidantes presentes no manjericão, como taninos, saponinas e flavonoides, também evitam a formação de radicais livres no organismo que podem causar danos nas artérias, ajudando na prevenção e controle da pressão alta.

4. Combater ansiedade, depressão e insônia

O manjericão tem boas quantidades de geraniol e linalol, duas substâncias presentes no óleo essencial e que atuam no sistema nervoso central, proporcionando relaxamento e melhorando os quadros de depressão, ansiedade e insônia.

5. Prevenir infarto e aterosclerose

O manjericão é rico em antioxidantes, como flavonoides e taninos, que ajudam a diminuir os níveis de colesterol “ruim, o LDL” no sangue, prevenindo doenças como infarto, derrame e aterosclerose. Conheça outros alimentos ricos em antioxidantes.

6. Tratar feridas e picadas de insetos

O manjericão tem propriedades antissépticas e antimicrobianas, podendo ser usado como cataplasma, uma pasta caseira feita com plantas e óleos vegetais, e aplicada diretamente na pele. Este uso é muito eficaz para tratar feridas na pele e picadas de insetos.

7. Ajudar na perda de peso

Por ser um potente diurético, o manjericão contribui para diminuir o excesso de líquido do corpo, contribuindo para a perda de peso.

Além disso, o manjericão também ajuda a controlar a ansiedade relacionada à compulsão alimentar, equilibrando a fome e diminuindo o consumo de alimentos calóricos.

8. Aliviar enxaqueca

O óleo essencial do manjericão é rico em mentol, geraniol e linalol, que têm propriedades relaxantes e anestésicas, que podem aliviar a enxaqueca quando inalado ou aplicado na pele. Conheça outros remédios caseiros para aliviar a enxaqueca.

9 . Tratar aftas, dor de garganta e amigdalite

Por ter ação antioxidante, anti inflamatória e antimicrobiana, o manjericão pode ser usado em chás, bochechos ou gargarejos para tratar aftas, gengivite, dor de garganta e amigdalite. Veja outros tratamentos naturais para tratar aftas.

10. Regular o nível de açúcar no sangue

Alguns estudos [1] [2] indicam que o manjericão pode ajudar a regular o açúcar no sangue, pois estimula a produção de insulina pelo pâncreas, inibe a produção de glicose no fígado e aumenta a secreção de glicogênio.

Dessa forma, incluir frequentemente manjericão na dieta pode ser uma excelente opção para complementar o tratamento de pessoas que sofrem de diabetes ou pré-diabetes.

Informação nutricional

A tabela a seguir traz a informação nutricional de 100 g (40 colheres de sopa) de manjericão fresco:

Componentes

Quantidade por 100 g (40 colheres de sopa)

Energia

48 Kcal

Lipídeos

0,8 g

Carboidratos

5,1 g

Proteína

3,1 g

Fibras

3,9 g

Vitamina A

660 mcg

Carotenos

3950 mcg

Ácido fólico

110 mcg

Potássio

300 mg

Cálcio

250 mg

Fósforo

37 mg

Para obter todos os benefícios do manjericão, é importante também manter uma dieta balanceada e práticas regulares de atividade física.

Como consumir

As partes usadas do manjericão são as folhas, os caules e as sementes, como base de preparações como molhos, saladas e sucos. Outras formas de uso do manjericão são na forma de chás, para temperar alimentos, em óleo essencial ou cataplasma.

  • Chá de manjericão: colocar 10 folhas frescas ou secas de manjericão em uma xícara de água fervente. Tampar a xícara e deixar repousar por 5 a 10 minutos. Coar e beber até 3 vezes por dia;
  • Óleo essencial de manjericão: pingar 1 gota do óleo essencial em colar aromático até 3 vezes no dia; inalando o óleo diretamente do frasco por 2 a 3 segundos; ou diluir 1 gota do óleo essencial em 1 colher de sopa de óleo vegetal, como óleo de jojoba, coco ou abacate e massagear a pele;
  • Cataplasma de manjericão: colocar em uma tigela 2 colheres de sopa de folhas de manjericão fresco e amassar bem até formar uma pasta e aplicar diretamente sobre a ferida ou picada de inseto.

Outra forma de usar o manjericão é através do banho de imersão, diluindo 18 gotas de óleo essencial de manjericão em 3 colheres de sopa de leite ou leite vegetal e misturar na água da banheira, relaxando por 20 minutos. Veja como usar os óleos essenciais corretamente.

Receitas saudáveis com manjericão

O manjericão combina com pratos com tomate, azeite, queijos e pode ser usado como tempero em omeletes, ensopados, peixes, frangos, saladas, sopas ou  molho.

1. Molho pesto

Ingredientes:

  • 2 xícaras de chá de manjericão fresco;
  • ½ xícara de chá de nozes ou pinoli;
  • 100g de queijo parmesão;
  • 2 dentes de alho;
  • 1 e ½ xícara de azeite extra virgem;
  • Sal a gosto.

Modo de preparo:

Lavar e secar bem as folhas de manjericão e reservar. Descascar os dentes de alho e colocar no processador ou mixer. Acrescentar o azeite e as nozes e o queijo parmesão e triturar bem. Colocar as folhas de manjericão e triturar mais um pouco até ficar um molho homogêneo. Temperar com o sal e usar em massas, frangos ou como molho de saladas.

2. Suco de manjericão e manga

Ingredientes:

  • 8 folhas de manjericão fresco;
  • ¼ de manga;
  • 3 cubos de gelo;
  • 100 ml de água filtrada.

Modo de preparo:

Lavar a manga, descascar e cortar em cubos e colocar em um liquidificador. Lavar as folhas de manjericão e colocar no liquidificador. Adicionar os cubos de gelo, a água e bater bem. Transferir para um copo e servir.

3. Salada caprese

Ingredientes:

  • 2 muçarelas de búfala;
  • 5 tomates maduros;
  • 3 ramos de manjericão;
  • azeite à gosto;
  • Sal e pimenta do reino.

Modo de preparo:

Lavar e secar bem os tomates e as folhas de manjericão. Cortar o tomate em 8 partes iguais e reservar. Cortar a muçarela de búfala na metade e, depois, cada metade em 3 gomos. Em uma travessa, colocar os gomos de tomate, intercalando com a muçarela de búfala. Temperar com azeite, sal, pimenta do reino, azeite e finalizar com as folhas de manjericão. Servir com torrada, pão ou como acompanhamento de peixe ou frango.

Esta informação foi útil?

Atualizado e revisto clinicamente por Manuel Reis - Enfermeiro, em março de 2022.

Bibliografia

  • KHAKI, Arash. The Effects of Basil on Blood Glucose Changes and Testosterone Levels in Streptozotocin Include Diabetic Rats. Medical Laboratory Journal. Vol.9, n.4. 22-25, 2015
  • WIDJAJA, Sry S. et al.. Glucose Lowering Effect of Basil Leaves in Diabetic Rats. Open Access Macedonian Journal of Medical Sciences. Vol.7, n.9. 1415-1417, 2019
Mostrar bibliografia completa
  • LIU, Qing et al. Antibacterial and Antifungal Activities of Spices. International Journal of Molecular Sciences. Vol.18. 6.ed; 1-62, 2017
  • GHASEMZADEH, Ali et al. Improvement in Flavonoids and Phenolic Acids Production and Pharmaceutical Quality of Sweet Basil (Ocimum basilicum L.) by Ultraviolet-B Irradiation. Molecules. Vol.21. 9.ed; 1-15, 2016
  • SESTILI, Piero et al. The potential effects of Ocimum basilicum on health: a review of pharmacological and toxicological studies. Expert Opinion on Drug Metabolism & Toxicology. Vol.14. 7.ed; 679-692, 2018
  • AHMADIFARD, Mahdieh et al. The Efficacy of Topical Basil Essential Oil on Relieving Migraine Headaches: A Randomized Triple-Blind Study. Complementary Medicine Research . Vol.27. 5.ed; 310-318, 2020
  • EMBRAPA - EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA. Manjericão Cultivo e Utilização. 2011. Disponível em: <https://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/bitstream/doc/900892/1/DOC11004.pdf>. Acesso em 09 set 2021
  • EMBRAPA - EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA. Manjericão. 2001. Disponível em: <https://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/100713/1/folder-manjericao.pdf>. Acesso em 09 set 2021
Revisão clínica:
Manuel Reis
Enfermeiro
Pós-graduado em fitoterapia clínica e formado pela Escola Superior de Enfermagem do Porto, em 2013. Membro nº 79026 da Ordem dos Enfermeiros.

Tuasaude no Youtube

  • Como aliviar a dor com ANALGÉSICOS NATURAIS

    04:26 | 1144105 visualizações