7 remédios caseiros para brotoeja e como preparar

setembro 2021

Os remédios caseiros para brotoeja, como banho de aveia, compressa de camomila ou cataplasma de infusão de calêndula, por exemplo, possuem ação anti-inflamatória, calmantes e cicatrizantes para a pele, que ajudam a aliviar os sintomas das brotoejas, como bolinhas vermelhas na pele, que causam coceira, inchaço ou irritação. 

Esses remédios caseiros devem ser usados somente sobre a pele e não devem ser ingeridos. É importante fazer um teste passando um pouco do remédio caseiro no dorso da mão para saber se tem alergia. Se a pele ficar vermelha ou irritada, não é recomendado o uso do remédio caseiro.

Os remédios caseiros são uma boa opção natural para a brotoeja em adultos ou crianças, e embora não sirvam para substituir o tratamento médico, podem ser usados para aliviar os sintomas da brotoeja mais rapidamente. 

Algumas opções de remédios caseiros para brotoeja são:

1. Banho de aveia

O banho de aveia possui propriedades antioxidantes, anti-inflamatórias e calmantes para a pele, e também age como hidratante devido às grandes quantidades de amido na sua composição, ajudando a aliviar a coceira da pele, sendo uma boa opção de remédio caseiro para brotoeja.

Ingredientes

  • ⅓ de xícara (de chá) de farinha de aveia.

Modo de preparo

Triturar a farinha de aveia em um liquidificador ou mixer até obter um pó bem fino. Preparar um banho morno na banheira ou em uma bacia grande. Adicionar o pó de aveia na água e misturar por cerca de 15 minutos, até que esteja completamente dissolvida e a água apresente uma cor leitosa.

Em seguida, tomar banho diário com sabonete adequado ao tipo de pele e depois ficar imerso na água, do pescoço para baixo, durante 10 a 20 minutos ou passar a água com a aveia pelo corpo, numa temperatura mais próxima à da pele, porque a água morna tende a piorar a coceira e a água fria pode ser desconfortável.

Enxaguar o corpo com água corrente, e secar com uma toalha limpa, seca e suave.

No caso do bebê, antes de retirar o bebê do banho deve-se trocar a água da banheira e depois acrescentar a mistura, deixando o bebê dentro de água por cerca de 2 minutos.

2. Cataplasma de infusão calêndula

A calêndula, conhecida cientificamente como Calendula officinalis, possui propriedades anti-inflamatórias sendo uma ótima opção remédio caseiro quando usada na forma de cataplasma para uso tópico, preparado a partir da infusão desta planta, pois ajuda a aliviar os sintomas da brotoeja como inflamação ou coceira na pele.

Ingredientes

  • 1 a 2 colheres de chá de flores de calêndula;
  • 150 mL de água fervente.

Modo de preparo

Colocar as flores de calêndula na água fervente e deixar repousar por 5 minutos. Esperar amornar, coar e molhar uma compressa limpa e seca na infusão de calêndula, como uma gaze ou algodão, por exemplo. Aplicar a compressa na área da pele com brotoeja, 3 vezes ao dia, deixando agir por 30 minutos. 

3. Compressas de camomila

A camomila é ótima para tratar problemas de pele como a brotoeja, pois possui substâncias com ação anti-inflamatória, antialérgica e calmante, como azuleno, bisabolol e farneseno, que acalmam a coceira e a vermelhidão da pele com brotoeja. 

Ingredientes

  • 20 a 30 g de flores frescas ou secas de camomila;
  • 500 mL de água fervente.

Modo de preparo

Adicionar as flores frescas ou secas de camomila na água fervente e deixar em repouso por 15 minutos. Em seguida, coar, molhar a gaze, o algodão ou o pano limpo e passar na área da pele com brotoeja pelo menos duas vezes por dia.

4. Gel de babosa

A babosa é uma planta medicinal que ajuda a acalmar a pele porque tem propriedades anti-inflamatórias, antioxidantes e cicatrizantes, aliviando os sintomas de coceira e irritação da pele com brotoeja, além de cicatrizar feridas e hidratar a pele. 

Ingredientes

  • 2 folhas de babosa.

Modo de preparo

Lavar as folhas de babosa, cortar ao meio e retirar o gel de dentro da folha, colocando dentro de um recipiente limpo e seco. Em seguida, umedecer uma toalha limpa ou uma gaze com o gel e passar nas regiões com brotoeja cerca de 3 vezes ao dia. Veja outros benefícios desta planta medicinal.

Ao preparar este remédio caseiro, é importante não usar a casca da folha da babosa, que tem efeitos tóxicos, mas apenas o gel transparente que tem dentro da folha.

5. Banho de imersão com sais de Epsom

Os sais de Epsom são ricos em sulfato de magnésio que é facilmente absorvido pela pele, melhorando a barreira de proteção da pele, aumentando a umidade e reduzindo o inchaço e a inflamação causados pelas brotoejas.

Este banho de imersão é muito fácil de preparar e permite aliviar o inchaço e a vermelhidão da pele rapidamente, além de relaxar.

É importante ter cuidado para não ingerir a água do banho com sais de Epsom, principalmente as crianças, pois quando consumido por via oral, os sais de Epsom tem efeito laxante e podem causar diarreia.

Ingredientes

  • 1 copo de sais de Epsom;
  • 1 litro de água.

Modo de preparo

Colocar os sais de Epsom em um recipiente com água morna, mexer até que os sais estejam bem diluídos. Adicionar essa solução na água da banheira e ficar imerso por aproximadamente 15 a 20 minutos. Em seguida, enxaguar o corpo, secar e passar um hidratante na pele. Este processo pode ser feito até 3 vezes por semana.

6. Pomada de folhas de Neem

A pomada de folhas de Neem, feita com a planta medicinal Azadirachta indica, tem propriedades anti-inflamatórias, analgésicas e antissépticas, que ajudam a aliviar a coceira, ardor ou vermelhidão da pele, sendo uma boa opção de remédio caseiro para brotoeja.

Ingredientes

  • 5 gramas de folhas frescas de Neem.

Modo de preparo

Triturar as folhas de Neem em um liquidificador ou mixer, adicionando um pouco de água até que forme uma pasta. Aplicar um pouco da pomada sobre as brotoejas, deixando agir por 10 a 20 minutos. Em seguida, lavar com água morna e secar com uma toalha limpa e seca.

7. Loção caseira de calamina

A loção caseira de calamina preparada com óleo essencial de lavanda, bicarbonato de sódio e sal marinho, ajuda a hidratar e acalmar a pele, aliviando a coceira e irritação da pele causados pela brotoeja.

Ingredientes

  • ¼ de xícara (de chá) de água filtrada;
  • 1 colheres (de sopa) de argila bentonita ou argila verde;
  • 1 colher (de sopa) de bicarbonato de sódio;
  • 1 colher (de sopa) de sal marinho;
  • 12 gotas de óleo essencial de lavanda ou de hortelã pimenta.

Modo de preparo

Em um recipiente limpo e seco, adicionar os ingredientes, misturando levemente. Se necessário, pode-se acrescentar um pouco de água filtrada até que fique com uma consistência pastosa. Aplicar a loção caseira de calamina na área da pele com brotoeja, de 2 a 3 vezes ao dia. 

Esta informação foi útil?

Atualizado por Flávia Costa - Farmacêutica, em setembro de 2021.

Bibliografia

  • PANAHI, Yunes; et al. A Randomized Comparative Trial on the Therapeutic Efficacy of Topical Aloe vera and Calendula officinalis on Diaper Dermatitis in Children. The Scientific World Journal. 1-6, 2012
  • REYNERTSON, Kurt A.; et al. Anti-Inflammatory Activities of Colloidal Oatmeal (Avena sativa) Contribute to the Effectiveness of Oats in Treatment of Itch Associated With Dry, Irritated Skin. J Drugs Dermatol. 14. 1; 43-48, 2015
Mostrar bibliografia completa
  • DAWID-PAC, Renata. Medicinal plants used in treatment of inflammatory skin diseases. Postepy Dermatol Alergol. 30. 3; 170–177, 2013
  • SHENEFELT, P. D. Herbal Treatment for Dermatologic Disorders. In: Benzie IFF, Wachtel-Galor S, editors. Herbal Medicine: Biomolecular and Clinical Aspects. Chapter 18. 2nd edition. Boca Raton (FL): CRC Press/Taylor & Francis, 2011.
  • MIRAJ, Sepide; ALESAEIDI, Samira. A systematic review study of therapeutic effects of Matricaria recuitta chamomile (chamomile). Electron Physician. 8. 9; 3024–3031, 2016
  • GUPTA, Subash Chandra; et al. Neem (Azadirachta indica): An indian traditional panacea with modern molecular basis. Phytomedicine. 34. 14-20, 2017
  • KURTZ, E. S.; WALLO, W. Colloidal oatmeal: history, chemistry and clinical properties. J Drugs Dermatol. 6. 2; 167-70, 2007
  • BHWMIK, Debjit. Herbal Remedies of Azadirachta indica and its Medicinal Application . J. Chem. Pharm. Res. 2. 1; 62-72, 2010
  • BRAGA, Teresa M.; et al. Azadirachta indica A. Juss. In Vivo Toxicity—An Updated Review. Molecules. 16. 2; 252, 2021
  • REYNERTSON, Kurt A.; et al. Anti-Inflammatory Activities of Colloidal Oatmeal (Avena sativa) Contribute to the Effectiveness of Oats in Treatment of Itch Associated With Dry, Irritated Skin. J Drugs Dermatol. 14. 1; 43-48, 2015
  • RAJALAKSMI, V.; et al. OA02.12. Poly herbal ayurvedic formulation for the development of anti–miliaria cotton fabrics. Anc Sci Life. 32. 2; S18, 2013
Equipe editorial constituída por médicos e profissionais de saúde de diversas áreas como enfermagem, nutrição, fisioterapia, análises clínicas e farmácia.