Remédios caseiros para coceira na pele

Os remédios caseiros para coceira na pele, como tomar banho com água fria, aplicar compressa de gelo, passar hidratante corporal ou lavar a pele com chá de tanchagem, por exemplo, ajudam a acalmar e hidratar a pele, reduzindo os sintomas de coceira, vermelhidão, irritação ou inchaço.

A coceira na pele é um sintoma que pode estar relacionado com diversas situações, como picadas de inseto, alergias ou secura da pele, por exemplo, e para aliviar a coceira, também é importante descobrir qual é a sua causa. Se a coceira persistir mesmo após utilizar esses remédios caseiros, é recomendado ir a um clínico geral ou dermatologista.

Veja no vídeo a seguir situações que podem causar a coceira na pele:

Algumas opções de remédios caseiros para cada tipo de coceira na pele são:

1. Picada de insetos

Após a picada de um inseto, como um mosquito ou uma pulga, por exemplo, a pele pode ficar um pouco inchada, vermelha e com coceira intensa. Nesse caso o que se pode fazer é:

  • Lavar a área com água fria e sabonete líquido e enxugar a seguir;
  • Aplicar uma pedrinha de gelo, para anestesiar e desinchar o local, aliviando a coceira imediatamente;
  • Colocar 1 ou 2 gotinhas de própolis no local exato da picada, para cicatrizar mais rápido e ajudar a aliviar a coceira;
  • Misturar uma colher de chá de argila cosmética com água suficiente para produzir uma pasta e adicionar três gotas de óleo essencial de hortelã-pimenta e aplicar a mistura na picada.

Não é recomendado lavar a região picada com água morna, porque isso pode intensificar a coceira e a inflamação da pele.

2. Alergia

A alergia na pele é uma reação inflamatória do organismo que pode surgir devido ao uso de medicamentos, ingestão de alimentos, uso de produtos de limpeza ou uso de roupas e alguns tipos de tecido, como lã ou jeans, por exemplo. Para aliviar esse tipo de coceira, é recomendado:

  • Fazer uma compressa fria no local, com bolsa térmica ou saco de gel por 15 a 20 minutos;
  • Aplicar, com o auxílio de uma gaze, gel de aloe vera na região com coceira, repetindo esse procedimento até 3 vezes no dia;
  • Diluir ⅓ de xícara de chá de farinha de aveia em uma bacia com 1 litro de água morna, misturando bem por 15 minutos ou até a farinha se dissolver bem. Após o banho, passar a água com a aveia no corpo. Depois, enxaguar o corpo com água fria e secar, sem esfregar o corpo.

Além disso, outros remédios caseiros que também podem ajudar a aliviar a coceira, irritação e vermelhidão causadas pela alergia incluem o óleo de hortelã-pimenta e compressas de camomila. Conheça outros remédios caseiros para a alergia na pele.

No entanto, em casos de sintomas graves de alergia na pele, como inchaço na boca, língua ou garganta e dificuldade para respirar, é importante procurar imediatamente o pronto socorro mais próximo.

3. Pele seca

Outra causa bem comum de coceira na pele, especialmente perto dos cotovelos ou nas pernas, é a pele seca ou desidratada, que são regiões onde a pele pode ficar esbranquiçada, podendo até mesmo descamar. Nesse caso a melhor estratégia é:

  • Tomar banho com água fria;
  • Esfoliar a pele com uma mistura de 100 g de flocos de aveia triturados, 35 g de amêndoas trituradas, 1 colher de sopa de calêndula seca, 1 colher de sopa de pétalas de rosa secas e 1/2 colher de chá de óleo de amêndoa, massagear e passar por água no fim;
  • Aplicar uma camada de creme hidratante para pele seca. Pode-se misturar algumas gotinhas de óleo de amêndoa doce ao creme, para se ter um melhor efeito.

A esfoliação deve ser feita, no mínimo, 2 vezes por semana.

4. Micose

A micose é uma infecção causada por fungos que podem atingir qualquer região do corpo e levar à coceira, vermelhidão e descamação local. Para aliviar a coceira em caso de micose é indicado:

  • Fazer compressa com 2 gotas de óleo essencial de sálvia no local da coceira;
  • Misturar de 5 a 10 gotas de óleo essencial de capim-limão, hortelã-pimenta, tomilho ou alecrim em 1 colher de sopa de óleo vegetal, como de jojoba ou de coco, e aplicar no local da coceira.

É fundamental manter a região atingida pelo fungo sempre seca e bem arejada, já que o local úmido e quente favorece a proliferação do fungo, o que pode piorar os sintomas.

É importante que o dermatologista seja consultado caso os sintomas não melhorem ao longo do tempo, pois pode ser necessário fazer uso de medicamentos antifúngicos em forma de comprimido, pomadas ou cremes.

5. Após a depilação

Nos dias seguintes à depilação com lâmina, os pelos geralmente começam a nascer, rompendo a barreira da pele, o que causa intensa coceira nos locais depilados. Nesse caso é recomendado:

  • Tomar banho com água fria;
  • Esfoliar a pele esfregando uma mistura de fubá com loção hidratante nas áreas que coçam;
  • Aplicar chá de camomila frio, já que a camomila possui propriedades anti-inflamatórias e calmantes. Em alternativa, podem usar-se sachês de chá de camomila diretamente nas regiões irritadas;
  • Aplicar um gel de arnica ou de babosa.

Para evitar o surgimento do pelo encravado e da coceira, pode-se também fazer uma esfoliação antes de fazer a depilação.

6. Após contato com animais

A alergia ao pelo de animais, como cachorros ou gatos, geralmente causa sintomas respiratórios como nariz escorrendo, tosse e espirros, por exemplo, que podem estar acompanhados de coceira e descamação na pele. Nesse caso, é recomendado:

  • Tomar um banho com água fria;
  • Fazer um cataplasma de folhas de malva nos locais que coçam, que pode ser preparado esmagando-se um punhado dessas folhas sobre um pano limpo, que pode de seguida ser aplicado na região, deixando atuar por cerca de 15 minutos.

Veja como saber se tem alergia a animais e saiba o que fazer.

7. Contato com plantas irritantes

Algumas plantas como a urtiga ou a hera venenosa, por exemplo, possuem substâncias irritantes, como ácido fórmico ou urushiol, que podem penetrar na pele ao se ter contato com essas plantas e causar alergia na pele com sintomas como inflamação, vermelhidão, irritação ou coceira intensa na pele. Nesse caso a melhor estratégia é:

  • Tomar um banho com água fria, usando um sabonete neutro;
  • Lavar a região afetada com chá frio de tanchagem devido às suas propriedades antialérgicas naturais, que pode ser preparado adicionando 30 g de folhas de tanchagem em 1 litro de água fervente. Tampar, deixar esfriar, coar e lavar a região com este chá de 2 a 3 vezes por dia;
  • Aplicar compressas frias no local, por pelo menos 10 minutos, para reduzir a inflamação e a vermelhidão.

Além disso, é importante evitar coçar a pele para não causar mais irritação e vermelhidão.

8. Má circulação

A má circulação é uma situação que também pode causar coceira, principalmente nas pernas, sendo mais comum em pessoas mais velhas. Isso acontece porque à medida que a pessoa envelhece, as válvulas presentes nas veias das pernas ficam mais fracas, havendo maior dificuldade para circulação do sangue e resultando em maior acúmulo de toxinas, o que causa a coceira. Nesse caso, é recomendado:

  • Fazer uma massagem na perna, pressionando desde o tornozelo até a virilha;
  • Tomar chá de salsinha, pois assim é possível favorecer a eliminação das toxinas acumuladas.

Além disso, é importante evitar com a perna cruzada e descansar mantendo as pernas elevadas para que a circulação possa acontecer mais facilmente.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Karla S. Leal - Nutricionista, em outubro de 2022.

Bibliografia

  • TABASSUM, Nahida; HAMDANI, Mariya. Plants used to treat skin diseases. Pharmacognosy Review. Vol.8. 15.ed; 52-60, 2015
  • VAZ, F, S, Inês. Principais plantas em dermatologia. Tese de conclusão de mestrado, 2014. Universidade do Algarve.
Mostrar bibliografia completa
  • VASAVI, Naragandla; SAILAJA, A, Krishna. Herbs used In treatment of skin disorders. International Journal of Biomed Research. Vol.1. 8.ed; 1-5, 2021
  • REIS, Vitor Manoel Silva dos. Dermatoses provocadas por plantas (fitodermatoses). An. Bras. Dermatol. 85. 4; 479-489, 2010
Equipe editorial constituída por médicos e profissionais de saúde de diversas áreas como enfermagem, nutrição, fisioterapia, análises clínicas e farmácia.

Tuasaude no Youtube

  • 6 causas de COCEIRA e como tratar - com Dr. Aline Bressan Dermatologista

    08:27 | 22528 visualizações