Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que é polidipsia, causas e tratamento

Polidipsia é a condição que ocorre quando uma pessoa tem sede excessiva e por causa disso acaba ingerindo quantidade exagerada de água e outros líquidos. Esta condição geralmente é acompanhada de outros sintomas como o aumento da frequência urinária, boca seca e tontura e possui diferentes causas que pode ser diabetes ou alterações na hipófise.

A confirmação da causa da polidipsia é feita por um clínico geral depois da realização de exames de sangue ou de urina, que servem para analisar os níveis de açúcar, sódio e outras substâncias do corpo. O tratamento depende da causa, no entanto, pode se basear no uso de medicamentos para diabetes e remédios para depressão e ansiedade, por exemplo.

O que é polidipsia, causas e tratamento

Principais sintomas

O principal sintoma da polidipsia é a sensação de sede continuamente, mas podem surgir outros sinais como:

  • Aumento da frequência urinária;
  • Boca seca;
  • Dor de cabeça;
  • Sensação de tontura;
  • Cãibras;
  • Espasmos musculares.

Estes sintomas podem aparecer, principalmente, por causa da perda de sódio na urina provocada pelo aumento da eliminação de urina. Se a pessoa tiver diabetes também pode apresentar estes sintomas, além de fome exagerada, cicatrização lenta ou infecções frequentes. Confira outros sintomas de diabetes.

Possíveis causas

A polidipsia é caracterizada pela sede excessiva e isto pode ser causada por problemas de saúde, como diabetes mellitus ou diabetes insípido, alterações na hipófise, que é a glândula responsável por várias funções no corpo, e por doenças como histiocitose de células de Langerhans e sarcoidose.

Esta condição também pode ser induzida pela perda de líquidos do corpo, por causa de diarreia e vômitos, por exemplo, e pelo uso de certos medicamentos, como tioridazina, clorpromazina e antidepressivos. Para confirmar a causa da polidipsia é preciso consultar um clínico geral para que seja recomendada a realização de exames de sangue e de urina, para analisar as concentrações de glicose e sódio no corpo.

Tipos de polidipsia

Existem diferentes tipos de polidipsia dependendo das causas e podem ser:

  • Polidipsia primária ou psicogênica: ocorre quando a sede em excesso é provocada por algum problema psicológico, como o transtorno de ansiedade, depressão e esquizofrenia. Na maioria dos casos, a pessoa com este tipo apresenta a necessidade exagerada de beber água por medo de ter alguma doença, por exemplo;
  • Polidipsia induzida por medicamentos: é causada pela ingestão de certos medicamentos que causam poliúria, que é quando a pessoa tem necessidade de urinar várias vezes por dia, como diuréticos, vitamina K e corticoides;
  • Polidipsia compensatória: este tipo ocorre pela queda dos níveis do hormônio antidiurético, que é responsável pela reabsorção da água nos rins, e esta situação leva a perda de muita urina, e pela necessidade do corpo de repor o líquido, a pessoa acaba por sentir mais sede, ocasionando a polidipsia.

Após a realização de exames o médico verifica qual tipo de polidipsia a pessoa sofre e o tratamento será indicado de acordo com este resultado.

O que é polidipsia, causas e tratamento

Como é feito o tratamento

O tratamento para polidipsia é indicado por um médico dependendo das causas e do tipo desta condição, sendo que se for causada por diabetes, pode ser recomendado medicamentos para controlar os níveis de açúcar no sangue, como metformina e injeções de insulina, além de aconselhar algumas mudanças nos hábitos de vida que sejam baseadas em uma dieta pobre em açúcar e atividade física. Confira outras dicas para controlar a diabetes.

Se a polidipsia for causada por distúrbios psicológicos, o médico pode indicar medicamentos antidepressivos, ansiolíticos e terapia com psicólogo com objetivo de ajudar a pessoa a recuperar a compulsão por beber quantidades excessivas de água.

Beber muita água faz mal?

O principal risco de beber água em excesso é a pessoa apresentar hiponatremia, que é a perda de sódio pela urina, podendo causar dor de cabeça, tontura, sonolência e até situações graves, como convulsões e coma.

Os efeitos negativos no corpo podem surgir quando uma pessoa toma mais do que 60 ml de água por kg de peso, ou seja, uma pessoa com 60 kg pode sofrer consequências se tomar mais do que, aproximadamente, 4 litros de água por dia. É importante destacar que pessoas que sofrem com insuficiência renal e que tiveram infarto não devem tomar água em excesso para não sobrecarregar o corpo e para não piorar essas condições. Entretanto, tomar água na quantidade adequada, como 2 litros por dia, é muito importante para evitar o desenvolvimento de outros problemas de saúde, como pedra nos rins, por exemplo. Veja como tomar muita água pode prejudicar à saúde.

Bibliografia >

  • SAILER, Clara O.; WINZELER, Bettinaab; CHRIST-CRAIN, Mirjam. Primary polydipsia in the medical and psychiatric patient: characteristics, complications and therapy. Swiss Med Wkly. Vol.147. 1-7, 2017
  • BMJ BEST PRACTICE. Polidipsia psicogênica. Disponível em: <https://bestpractice.bmj.com/topics/pt-br/865>. Acesso em 26 Fev 2020
  • CAS CLÍNIC. Poliuria y polidipsia, no siempre es diabetes mellitus. 2014. Disponível em: <http://gestorweb.camfic.cat/uploads/ITEM_6068_ART_254.pdf>. Acesso em 26 Fev 2020
  • PERESTRELO, João Perestrelo, TEIXEIRA, Bruno. Psychogenic polydipsia and hyponatremia – A side effect of psychosis: a review with a case report. J Bras Psiquiatr. Vol.65, n.3. 300-303, 2016
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem