Piroxicam: para que serve, como usar e efeitos colaterais

Revisão clínica: Flávia Costa
Farmacêutica
novembro 2021

O piroxicam é o princípio ativo de um remédio analgésico, anti-inflamatório e antitérmico indicado no tratamento de doenças como artrite reumatoide e artrose, por exemplo. Esse remédio é vendido com os nomes comerciais Feldene ou Floxicam, ou na forma de genérico como piroxicam.

Este medicamento pode ser encontrado em forma de cápsulas, supositórios, comprimidos solúveis, solução para administração intramuscular ou gel para uso tópico e deve ser usado com indicação médica.

Para que serve

O piroxicam é indicado para o tratamento de situações inflamatórias como gota aguda, dor pós-operatória, lesão pós-traumática, artrite reumatoide, cólica menstrual, artrose, artrite, espondilite anquilosante, e pode ser usado por adultos ou crianças com mais de 12 anos.

Após seu uso, a dor e a febre devem diminuir em cerca de 1 hora, tendo duração de 2 a 3 horas.

Como usar

Esse medicamento só deve ser usado conforme indicação médica, e a dose depende da forma de apresentação, que pode ser:

  • Uso oral: a dose normalmente recomendada de piroxicam é de 1 comprimido de 20 a 40 mg em dose única diária, ou 1 comprimido de 10 mg, 2 vezes ao dia;
  • Uso retal: a dose normalmente recomendada é de 20 mg de piroxicam por dia antes de deitar;
  • Uso tópico: aplicar 1 g do gel sobre a área afetada, de 3 a 4 vezes por dia. Espalhar bem até que os resíduos do produto tenham desaparecido.

O piroxicam pode ainda ser utilizado na forma injetável que deve ser administrado por um enfermeiro e geralmente são utilizados 20 a 40 mg/2 mL por dia, no quadrante superior do glúteo.

Possíveis efeitos colaterais 

Os efeitos colaterais do piroxicam são mais frequentemente sintomas gastrointestinais como estomatite, anorexia, náuseas, prisão de ventre, desconforto abdominal, flatulência, diarreia, dor abdominal, indigestão, sangramento gastrointestinal, perfuração ou úlcera.

Outros sintomas que ocorrem com menos frequência incluem inchaço, dor de cabeça, tontura, sonolência, insônia, depressão, nervosismo, alucinações, alterações de humor, pesadelo, confusão mental, parestesia ou vertigem, anafilaxia, broncoespasmo, urticária, angioedema, vasculite e "doença do soro", onicólise ou alopecia.

Contraindicações 

O piroxicam não deve ser usado por pessoas que tenham úlcera péptica ativa, ou alergia ao piroxicam. Esse remédio também não deve ser usado no caso de dor da cirurgia para revascularização do miocárdio.

Além disso, o piroxicam não deve ser usado juntamente com o ácido acetilsalicílico ou outros anti-inflamatórios não esteroidais, ou mesmo em pessoas que desenvolveram asma, pólipo nasal, angioedema ou urticária após o uso de ácido acetilsalicílico ou outros anti-inflamatórios não esteroidais, insuficiência renal ou hepática.

Este medicamento não deve ser usado por crianças com menos de 12 anos, mulheres grávidas ou em amamentação. Além disso, o piroxicam assim como outros anti-inflamatórios não esteroides, pode provocar infertilidade temporária em algumas mulheres. 

Esta informação foi útil?

Atualizado e revisto clinicamente por Flávia Costa - Farmacêutica, em novembro de 2021.

Bibliografia

  • WYETH INDÚSTRIA FARMACÊUTICA LTDA. Feldene capsulas. 2021. Disponível em: <https://www.pfizer.com.br/sites/default/files/inline-files/Feldene_Capsulas_Profissional_de_Saude_19.pdf>. Acesso em 23 nov 2021
  • WYETH INDÚSTRIA FARMACÊUTICA LTDA. Feldene comprimidos. 2021. Disponível em: <https://www.pfizer.com.br/sites/default/files/inline-files/Feldene_Comprimidos_para_Solucao_Profissional_de_Saude_22.pdf>. Acesso em 23 nov 2021
Mostrar bibliografia completa
  • DRUGS:COM. Piroxicam. 2021. Disponível em: <https://www.drugs.com/mtm/piroxicam.html>. Acesso em 23 nov 2021
Revisão clínica:
Flávia Costa
Farmacêutica
Formada em Farmácia pelo Centro Universitário Newton Paiva em 2003. Mestre em Ciências Biomédicas pela UBI, Portugal.