Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

pH do sangue: Valores ideais, como medir e sintomas

O pH do sangue deve estar dentro de 7,35 e 7,45 e a alteração nesses valores é uma situação muito grave, que coloca a saúde em risco, havendo até mesmo risco de morte.

A acidose é quando o sangue se torna mais ácido, com valores entre 6,85 e 7,35, enquanto que a alcalose, acontece quando o pH do sangue está entre 7,45 e 7,95. Quando estes valores chegam a estar abaixo de 6,8 ou acima de 8, o indivíduo corre sério risco de vida.

A manutenção do sangue dentro dos valores normais é importante para manter a qualidade das células do corpo, que são totalmente recobertas por sangue. Assim, quando o sangue está com o pH ideal as células estão saudáveis, e quando o sangue encontra-se mais ácido ou mais básico as células morrem mais cedo, havendo doenças e complicações.

pH do sangue: Valores ideais, como medir e sintomas

Como medir o pH do sangue

A única forma de medir o pH do sangue é através do exame de sangue chamado gasometria arterial que só é realizado quando o indivíduo encontra-se internado na UTI ou no CTI. Esse exame é feito retirando uma amostra do sangue, e seu resultado mostra o pH do sangue, o bicarbonato, e a PCO2. Saiba mais detalhes da gasometria arterial

Sintomas de acidose e alcalose

Quando o pH está acima do ideal, essa situação chama-se alcalose metabólica, e quando o pH está abaixo do ideal, chama-se acidose metabólica. Os sintomas que ajudam a identificar essas alterações no sangue são:

  • Alcalose - pH acima do normal

A alcalose metabólica nem sempre causa sintomas e, na maioria das vezes, são os sintomas da doença que provocam a alcalose. Entretanto, também podem surgir sintomas como espasmos musculares, fraqueza, dor de cabeça, confusão mental, tontura e convulsões, principalmente provocados pelas alterações em eletrólitos como potássio, cálcio e sódio.

  • Acidose - pH abaixo do normal

 O pH ácido provoca sintomas como falta de ar, palpitações, vômitos, sonolência, desorientação e, até, causar risco de morte, caso se torne grave e não seja tratado para a regularização do pH.

O que pode alterar o pH do sangue

O pH do sangue pode sofrer uma pequena diminuição, ficando um pouco mais ácido, o que pode acontecer devido a situações como diabetes descontrolada, em caso de desnutrição, havendo consumo das próprias proteínas do corpo; bronquite crônica, uso exagerado de ácido acetilsalicílico, e dificuldade respiratória extrema. 

Entretanto, o pH do sangue também pode aumentar o um pouco, ficando o sangue mais básico, em caso de vômitos e diarreia frequentes e descontroladas, em caso de hiperaldosteronismo, graves problemas respiratórios, em caso de febre ou insuficiência renal. 

Em todo caso, sempre que o pH do sangue sofre alguma alteração, o corpo tenta corrigir essa alteração, com mecanismos de compensação, mas nem sempre isso é suficiente, e nos casos graves, pode haver necessidade de internamento no hospital. Mas antes disto acontecer o próprio corpo tenta normalizar o pH do meio, para manter o sangue neutro.

Alimentos que acidificam ou alcanilizam o sangue

Quanto mais ácido o corpo estiver, maior é o esforço que o corpo precisa fazer para manter o sangue com pH neutro, e também maiores são os riscos de desenvolver doenças, assim, ainda que o sangue esteja dentro dos valores normais, é possível manter o sangue um pouco mais básico, através da alimentação.

Alguns alimentos que acidificam o meio, dando mais trabalho para o corpo ter que manter o pH do sangue neutro são:

  • feijão, ovos, farinhas em geral, cacau, álcool, azeitona,
  • queijos, carnes, peixes, maisena, açúcar,
  • leite, café, refrigerante, pimenta e chucrute.

Assim, para dar menos trabalho para o corpo, diminuindo o risco de doenças, é recomendado consumir menos esses alimentos. Saiba mais alimentos que acidificam o sangue

Os alimentos que ajudam a alcalinizar o meio, sendo mais fácil para o corpo manter o pH do sangue dentro da normalidade, são:

  • damasco, abacate, melão, tâmara, toranja,
  • uva, laranja, limão, milho, salsão, passas, figo seco,
  • hortaliças verdes escuras e aveia.

Assim, aumentar o consumo desses alimentos ajuda a corpo a se manter mais saudável, o que pode ajudar também, na prevenção de doenças. Saiba mais alimentos que alcalinizam o sangue

Mais sobre este assunto:


Carregando
...