Principais alimentos alcalinizantes e como usar

Os alimentos alcalinizantes são aqueles que, ao serem digeridos no estômago, produzem resíduos alcalinos que equilibram ou diminuem a acidez metabólica, que é a acidez produzida no corpo e eliminada pela urina. Estes alimentos são importantes para a saúde porque protegem o organismo contra inflamações e estresse oxidativo, que causam o envelhecimento e morte das células. Assim, o consumo deste tipo de alimentos poderá promover a longevidade e evitar doenças como diabetes, cálculo renal ou câncer, por exemplo.

É importante ressaltar que os alimentos alcalinizantes não precisam necessariamente ter um pH alcalino. Eles são classificados como alcalinizantes, pois a sua digestão produz resíduos alcalinos que equilibram ou aumentam o pH metabólico.

Não existe confirmação de que o consumo de alimentos alcalinizantes seja capaz de causar alterações no pH do organismo. Contudo, as frutas, legumes, gorduras vegetais, ervas e especiarias, são alimentos ricos em antioxidantes, água, fibras e minerais que contribuem para uma alimentação saudável e que ajudam a reduzir o risco de doenças como diabetes tipo 2, pressão alta, doenças inflamatórias ou câncer. Saiba como fazer uma dieta alcalina.

Os principais alimentos alcalinizantes são:

1. Frutas

Principais alimentos alcalinizantes e como usar

Todas as frutas frescas, como abacate, laranja, uva, melancia, melão e maçã, são alimentos ricos em fibras e antioxidantes, além de ajudar a corrigir o pH do organismo. Além disso, as frutas também melhoram o funcionamento do intestino, aumentam a saciedade e previnem doenças como obesidade, infarto e pressão alta, por exemplo. Conheça algumas frutas ricas em fibra

Apesar das frutas como limão ou laranja terem pH ácido, elas não acidificam o organismo. Durante a digestão, a acidez das frutas é neutralizada pelo ácido do estômago, que é mais forte que o ácido do alimento. Por isso, as frutas ácidas ou cítricas não interferem na acidez do organismo, sendo considerados importantes alimentos alcalinizantes. Veja outros benefícios das frutas cítricas para a saúde.

Como usar: o consumo das frutas deve ser diário, em pelo menos 3 refeições, que podem ser café da manhã, lanche da manhã e lanche da tarde e de preferência inteiras, com casca e frescas. 

2. Vegetais 

Principais alimentos alcalinizantes e como usar

Os vegetais frescos, como aspargos, alface, tomate, alho, couve-flor, pepino, cenoura, espinafre, brócolis e batata, são alimentos alcalinizantes pois a digestão destes contribui para diminuir os resíduos ácidos no organismo, evitando o surgimento doenças como diabetes ou aterosclerose.

Por conterem funções antioxidantes, os vegetais permitem que as células fiquem protegidas e mais saudáveis, ajudando a prevenir o aparecimento de câncer e o envelhecimento precoce da pele. Conheça outros alimentos ricos em antioxidantes.

Além disso, os vegetais são ricos em fibras, contribuindo também para a prevenção da prisão de ventre e aumentando a saciedade. 

Como usar: a ingestão dos vegetais deve ser diária, podendo ser incluídos no almoço e no jantar, devendo-se priorizar os vegetais frescos.

3. Gorduras vegetais

Principais alimentos alcalinizantes e como usar

As gorduras vegetais presentes em alimentos como nozes, castanhas, sementes de linhaça, de abóbora e azeite extra virgem, são nutrientes alcalinizantes, pois ajudam a neutralizar ou diminuir a produção de ácidos no organismo. 

Importante ressaltar que, para serem considerados alcalinizantes, os óleos vegetais devem ser minimamente processados, devendo-se optar pelos prensados a frio. Conheça mais benefícios do azeite de oliva para a saúde.

Como usar: a ingestão das gorduras vegetais na alimentação deve ser diária, no almoço, no jantar ou nas pequenas refeições.

4. Ervas e especiarias

Principais alimentos alcalinizantes e como usar

As ervas e especiarias em geral, como cúrcuma, canela, pimenta, gengibre, hortelã ou manjericão, são alimentos ricos em antioxidantes e minerais, como potássio e magnésio, que ajudam a diminuir o pH do organismo, ajudando a preservar os músculos e prevenir doenças como pressão alta ou obesidade.  

Além de terem o potencial de diminuir o pH do organismo, as ervas e especiarias têm propriedades anti-inflamatórias, o que pode ser útil no tratamento de doenças inflamatórias como a artrite reumatoide.

Como usar: as especiarias e ervas podem ser usadas diariamente para temperar os alimentos, nos lanches e em forma de chás, como no caso do chá de hortelã ou chá de erva cidreira. Conheça outros tipos de chás e como prepará-los.

Alimentos alcalinizantes vs acidificantes

Diferente dos alcalinizantes, os alimentos acidificante podem aumentar a eliminação de resíduos ácidos na urina, gerar estresse oxidativo e contribuir para o aparecimento de doenças como câncer e pressão alta, por exemplo. 

Alguns dos alimentos acidificantes são as leguminosas, os queijos, a carne, os peixes, os ovos, e os alimentos industrializados, como refrigerantes, macarrão instantâneo ou sorvete, que causam o aumento dos resíduos ácidos na urina. Veja a lista dos principais alimentos acidificantes.

Como os alimentos podem afetar o pH do organismo

Os alimentos são importantes para a manutenção do pH do organismo, pois durante a digestão, podem contribuir para aumentar ou reduzir a produção de resíduos ácidos no organismo. 

A digestão dos alimentos alcalinizantes contribui para a redução da excreção de minerais como o cálcio pela urina, o que protege os rins contra a formação de cálculos renais, previne lesões nos ossos e perda de massa muscular, por exemplo. Por isso, a ingestão dos alimentos alcalinizantes deve ser diária.

Já os alimentos acidificantes, como sorvetes, refrigerantes, ricos em proteína, como carnes, ovos e queijos, e açúcar refinado, geram o aumento da acidez do organismo, podendo gerar doenças inflamatórias e câncer, sendo importante consumi-los com moderação.

Ainda não existem estudos que comprovem a relação da ingestão dos alimentos alcalinizantes ou acidificantes na saúde. Por isso, é fundamental realizar uma consulta com um nutricionista, que fará uma avaliação da alimentação e do histórico de saúde, para um planejamento alimentar mais adequado.

Receitas saudáveis com alimentos alcalinizantes

Os alimentos alcalinizantes podem ser consumidos em receitas saudáveis, de forma isolada ou em conjunto com outros alimentos, tais como:

1. Suco de maçã, laranja, gengibre e canela

Principais alimentos alcalinizantes e como usar

Os sucos preparados com alimentos alcalinizantes como as frutas, o gengibre e a canela podem ser uma boa opção para consumir nos lanches.

Ingredientes:

  • 1 maçã;
  • 1 laranja;
  • 100 ml de água;
  • 1 colher de café de gengibre;
  • 1 colher de chá de canela.

Modo de preparo:

Lavar as frutas e retirar a casca da laranja. Cortar as duas frutas em cubos, colocar todos os ingredientes no liquidificador e misturar até obter uma mistura homogênea.

2. Espinafres salteados com cenoura, brócolis e alho

Principais alimentos alcalinizantes e como usar

Os legumes salteados são uma forma saudável de consumir alimentos alcalinizantes.

Ingredientes:

  • 150g de espinafres;
  • 1 cenoura pequena;
  • 100 g de brócolis;
  • 2 dentes de alho;
  • 2 colheres de sopa de azeite extra virgem;
  • 1 pitada de sal;
  • Tempero a gosto com pimenta preta.

Modo de preparo:

Cozinhar o brócolis em uma panela. Quando estiverem al dente, remover da água e cortar em quatro partes. Lavar e ralar a cenoura. Picar os alhos e refogar no azeite em uma frigideira. Colocar em fogo médio e acrescentar a cenoura e o brócolis. Lavar e adicionar os espinafres na frigideira. Temperar com o sal, a pimenta preta e deixar cozinhar cerca de  5 minutos.

Esta informação foi útil?

Bibliografia

  • BIORAY. ALKALINE FORMING V S ACID FORMING FOOD GUIDE. Disponível em: <http://www.bioray.com/content/Alkaline%20forming%20vs%20acid%20forming%20food%20guides.pdf>. Acesso em 19 Fev 2021
  • TAVARES, Cláudia. Avaliação sumária da urina. 2017. Disponível em: <https://www.spp.pt/UserFiles/file/Seccao_Nefrologia/9.10-Avaliacao%20sumaria%20de%20urina_Ana%20Claudia%20Tavares.pdf>.
  • MINISTÉRIO DA SAÚDE. DesmistifIcando DúvidaS sobre Alimentação e Nutrição. 2016. Disponível em: <https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/desmistificando_duvidas_sobre_alimenta%C3%A7%C3%A3o_nutricao.pdf>. Acesso em 19 Fev 2021
  • REVISTA NUTRIÇÃO. Dieta alcalina e seus benefícios. 2016. Disponível em: <https://www.researchgate.net/publication/301564167_Dieta_alcalina_e_seus_beneficios>. Acesso em 19 Fev 2021
  • HEALTHLINE. Tips for Limiting Acidic Foods. Disponível em: <https://www.healthline.com/nutrition/acidic-foods#low--acid-foods>. Acesso em 15 Jun 2021
  • HEALTHLINE. The Alkaline Diet: An Evidence-Based Review. Disponível em: <https://www.healthline.com/nutrition/the-alkaline-diet-myth>. Acesso em 15 Jun 2021
  • NUTRITOTAL. Alcalinização pode melhorar padrões de estresse oxidativo e inflamação. Disponível em: <https://nutritotal.com.br/pro/alcalinizacao-pode-melhorar-padroes-de-estresse-oxidativo-e-inflamacao/>. Acesso em 15 Jun 2021
  • SCHWALFENBERG, Gerry. The Alkaline Diet: Is There Evidence That an Alkaline pH Diet Benefits Health?. Journal of Environmental and Public Health. 1-7, 2012
  • SANGMA, Jelang; SUNEETHA, Jessie Suneetha; KUMARI, Anila. Concepts of acid alkaline diet. The Pharma Innovation Journal. 8. 4; 932-935, 2019
  • CARNAUBA, A, Renata et al. Diet-Induced Low-Grade Metabolic Acidosis and Clinical Outcomes: A Review. Nutrients. Vol.9. 538.ed; 1-16, 2017
Mais sobre este assunto: