Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que pode causar e como tratar a palpitação cardíaca

As palpitações surgem quando é possível sentir o próprio batimento do coração durante alguns segundos ou minutos e, normalmente, não estão relacionadas a problemas de saúde, sendo apenas causadas por excesso de estresse, uso de algum remédios ou prática de exercício físico.

Porém, caso as palpitações do coração surjam muitas vezes, se apresentem com um ritmo irregular ou estejam associadas a outros sintomas como tonturas ou aperto no peito, é recomendado consultar um cardiologista para avaliar a existência de algum problema cardíaco, como arritmia ou fibrilhação atrial, e iniciar o tratamento adequado.

Principais causas de palpitação cardíaca

A maioria das palpitações não estão relacionadas a problemas de saúde, sendo causadas apenas por situações que provocam batimentos acelerados do coração como ingestão de café ou excesso de estresse. Assim, as principais causas de palpitações incluem:

1. Excesso de estresse

O excesso de estresse é a causa mais comum de palpitações cardíacas e acontece porque, em situações de estresse, nervosismo ou ansiedade, o organismo libera adrenalina, um hormônio que aumenta a frequência cardíaca, tornando mais fácil sentir os batimentos do coração.

2. Ingestão de café ou álcool

A ingestão de café, refrigerantes, bebidas energéticas ou alguns tipos de chá podem provocar aumento da pressão arterial devido à presença de cafeína na sua composição e, assim, aumentar a quantidade de sangue que vai para os tecidos, obrigando o coração a bater mais rápido. Já as bebidas alcoólicas podem provocar diminuição das quantidades de magnésio no organismo, fazendo com que o coração bata de forma irregular.

3. Prática de exercício físico

As palpitações são muito frequentes após períodos de exercício físico intenso devido ao esforço do organismo para manter os músculos com oxigênio necessário para a prática de exercício.

4. Uso de remédios

Alguns remédios, como as bombas de asma ou os medicamentos utilizados para tratar problemas da tireoide, podem causar o surgimento de palpitações como efeito colateral. Assim, é importante consultar a bula do remédio para avaliar se esse é um dos seus efeitos secundários.

5. Problemas de saúde

Embora seja uma causa rara, alguns problemas de saúde, como alterações da tireoide, anemia, desidratação ou problemas cardíacos, podem provocar palpitações e, por isso, sempre que as palpitações demoram mais de 1 hora para desaparecer é recomendado ir ao pronto-socorro para avaliar o problema e iniciar o tratamento adequado.

Como tratar a palpitação cardíaca

A melhor forma para tratar a palpitação é tentar perceber o que está causando o seu surgimento e, dessa forma, evitar que continuem. Porém, quando não é possível descobrir a causa deve-se:

  1. Deitar e tentar relaxar, colocando uma música relaxante ou fazendo aromaterapia;
  2. Respirar fundo lentamente, inspirando pelo nariz e expirando pela boca;
  3. Evitar beber café ou chás com cafeína, assim como, fumar, mesmo que em outras situações possam aliviar o estresse.

Quando as palpitações surgem alguns minutos após tomar um remédio ou caso surjam após começar a tomar um medicamento novo, além destas dicas, é importante consultar o médico que prescreveu o remédio para substituir por outro medicamento que não cause este tipo de sintomas.

No caso de as palpitações demorarem mais de 1 hora para desaparecerem ou se forem acompanhadas de outros sintomas como falta de ar, sensação de aperto no peito, sensação de desmaio ou tonturas, é recomendado ir ao pronto-socorro ou consultar um cardiologista para diagnosticar o problema e iniciar o tratamento adequado.

Quando ir no cardiologista

É importante consultar imediatamente um cardiologista ou ir ao pronto-socorro quando as palpitações:

  • Demoram mais de 1 hora para desaparecer;
  • Pioram ao longo do tempo;
  • Surgem acompanhadas de outros sintomas como tonturas, aperto no peito ou falta de ar.

Nestes casos, o médico pode pedir alguns exames de diagnóstico, como eletrocardiograma, para tentar descartar a presença de arritmias o coração e identificar se o problema está sendo causado por uma alteração cardíaca, iniciando o tratamento adequado, caso seja necessário.

Veja outras dicas para tratar as palpitações em: Como controlar a taquicardia.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...