Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que é nefrite e como identificar

A nefrite é um conjunto de doenças que causam inflamação dos glomérulos renais, que são estruturas dos rins responsáveis por eliminar as toxinas e outros componentes do organismo, como água e sais minerais. Nesses casos o rim tem menor capacidade para filtrar o sangue.

Os principais tipos de nefrite que estão relacionados com a parte renal afetada ou com a causa que a provoca, são:

  • Glomerulonefrite, em que a inflamação afeta principalmente a primeira parte do aparelho de filtragem, o glomérulo, podendo ser aguda ou crônica;
  • Nefrite intersticial ou nefrite tubulointersticial, em que a inflamação ocorre nos túbulos dos rins e nos espaços entre os túbulos e o glomérulo;
  • Nefrite lúpica, em que a parte afetada também é o glomérulo e é causada pelo Lúpus Eritematoso Sistêmico, que é uma doença do sistema imunológico.

A nefrite pode ser aguda, quando surge rapidamente devido a uma infecção grave, como por exemplo infecção na garganta por Streptoccocus, hepatite ou HIV ou crónica quando se desenvolve lentamente devido a lesões mais graves dos rins.

O que é nefrite e como identificar

Principais sintomas

Os sintomas de nefrite podem ser:

  • Diminuição da quantidade de urina;
  • Urina avermelhada;
  • Excesso de suor, especialmente na cara, mãos e pés;
  • Inchaço dos olhos ou das pernas;
  • Aumento da pressão arterial;
  • Presença de sangue na urina.

Com o aparecimento destes sintomas, deve-se ir imediatamente a um nefrologista para fazer exames de diagnóstico como teste de urina, ulltrassom ou tomografia computorizada de forma a identificar o problema e iniciar o tratamento adequado.

Além destes sintomas, na nefrite crônica pode surgir perda de apetite, náuseas, vômitos, fadiga, insônia, coceira e câimbras.

Possíveis causas

Existem várias causas que podem levar ao aparecimento de uma nefrite, como:

  • Uso excessivo de medicamentos como alguns analgésicos, antibióticos, anti-inflamatórios não esteroides, diuréticos, anticonvulsivantes, inibidores da calcineurina como ciclosporina e tacrolimo;
  • Infecções por bactérias, vírus e outros;
  • Doenças autoimunes, como por exemplo Lúpus eritematoso sistêmico, Síndrome de Sjogren, Doença sistémica associada a IgG4;,
  • Exposição prolongada a toxinas como lítio, chumbo, cádmio ou ácido aristolóquico;

Além disso, pessoas com vários tipos de nefropatias, câncer, diabetes, glomerulopatias, HIV, doença falciforme têm um maior risco de sofrer de nefrite.

Como é feito o tratamento

O tratamento depende do tipo de nefrite e, por isso, se se tratar de uma nefrite aguda o tratamento pode ser feito com repouso absoluto, controle da pressão arterial e redução do consumo de sal. Se a nefrite aguda foi provocada por uma infecção, o nefrologista pode prescrever um antibiótico.

já nos casos de nefrite crônica, além do controle de pressão arterial, o tratamento normalmente é feito com a prescrição de medicamentos anti-inflamatórios como a cortisona, imunossupressores e diuréticos e uma dieta com restrição de sal, proteínas e potássio.

O médico nefrologista deve ser consultado regularmente porque a nefrite crônica frequentemente provoca insuficiência renal crônica. Veja quais os sinais que podem indicar insuficiência renal.

Como prevenir a nefrite

Para evitar o surgimento de nefrite, deve-se evitar fumar, reduzir o stress e não tomar remédios sem orientação médica pois muitos deles podem provocar danos no rim.

Pessoas que tenham doenças, especialmente do sistema imune, devem fazer o tratamento adequado e consultar regularmente o médico, de forma a monitorar a pressão arterial, e fazer exames regulares ao rim. O médico também pode recomendar alterações na dieta como por exemplo a ingestão de menor quantidade de proteína, sal e potássio.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...