Modafinil: para que serve, como tomar e efeitos colaterais

Revisão clínica: Flávia Costa
Farmacêutica
agosto 2022

O modafinil é um remédio psicoestimulante indicado para o tratamento da narcolepsia, que é uma condição que causa sonolência excessiva e incontrolável durante o dia, pois age excitando áreas específicas no cérebro responsáveis por manter o estado de alerta, inibindo o sono e ajudando a manter a pessoa acordada por mais tempo.

Esse remédio, também conhecido como modafinila, pode ser encontrado em farmácias ou drogarias, na forma de comprimidos de 100 ou 200 mg, com o nome comercial Stavigile, vendido somente com prescrição médica e retenção da receita pela farmácia. 

O modafinil deve sempre ser usado com indicação médica, que deve orientar a dose e o tempo de tratamento de forma individualizada.

Para que serve

O modafinil é indicado para o tratamento da sonolência excessiva e incontrolável durante o dia causada pela narcolepsia, que é caracterizada por períodos de sono intenso durante o dia, sendo que é comum a pessoa dormir facilmente em qualquer lugar, independente da atividade que esteja realizando. Saiba identificar todos os sintomas da narcolepsia

Este remédio ajuda a pessoa a se manter acordada por mais tempo e reduzir a probabilidade de ocorrência dos episódios de sono incontrolável, pois age na área do cérebro responsável pelo estado de alerta.

O modafinil serve para apnéia do sono?

Embora não tenha indicação oficial pela ANVISA, em alguns casos, o modafinil tem sido indicado para auxiliar na sonolência excessiva durante o dia causada pela apnéia obstrutiva do sono, junto com o tratamento com CPAP, de acordo com a avaliação médica.

Como tomar e posologia

O comprimido de modafinil deve ser tomado por via oral, com um copo de água, antes ou após uma refeição.

A dose normalmente recomendada para adultos é de 200 mg por dia (1 comprimido de 200 mg), tomado em dose única pela manhã, ou 1 comprimido de 100 mg, 2 vezes por dia, sendo recomendado tomar 1 comprimido de 100 mg pela manhã e outro ao meio dia, conforme orientação médica. 

Para pessoas com mais de 65 anos a dose máxima deve ser 100 mg, em 2 doses de 50mg cada.

O modafinil começa a fazer efeito cerca de 1 a 2 horas após a ingestão, e tem uma duração de cerca de 8 a 9 horas.

Possíveis efeitos colaterais 

Os efeitos colaterais mais comuns que podem ocorrer durante o tratamento com o modafinil são dor de cabeça, tontura, boca seca, perda de apetite, náusea, dor de estômago, diarréia, insônia ou dor nas costas.

Além disso, deve-se comunicar ao médico caso a pessoa apresente ansiedade, depressão, alucinações, agressividade, nervosismo, inquietação, irritação, agitação, ou pensamentos sobre suicídio.

O modafinil pode causar reações alérgicas graves que necessitam de atendimento médico imediato. Por isso, deve-se interromper o tratamento e procurar o pronto socorro mais próximo ao apresentar sintomas como dificuldade para respirar, dor no peito, sensação de garganta fechada, inchaço na boca, língua ou rosto, urticária ou formação de bolhas na pele. Saiba identificar os sintomas de reação alérgica.

Deve-se procurar atendimento médico imediatamente também se a pessoa apresentar sintomas como inchaço nas pernas, urina escura, pele ou olhos amarelados, ulceras na boca, febre ou dificuldade para engolir. 

Quem não deve usar

O modafinil não deve ser usado por pessoas com menos de 18 anos de idade, ou por pessoas que tenham pressão alta descontrolada, arritmia cardíaca ou alergia a qualquer um dos componentes da fórmula. 

Esse remédio não deve ser usado durante a gravidez ou amamentação, a menos que indicado pelo médico após avaliação dos benefícios do tratamento para mulher e potenciais riscos para o bebê. 

Além disso, é recomendado que mulheres em idade fértil usem dois métodos contraceptivos eficazes durante o tratamento e até um mês após o término do uso do modafinil, uma vez que esse remédio pode interferir na eficácia da pílula anticoncepcional, injeção ou implantes hormonais contraceptivos. Veja os principais métodos contraceptivos.  

Durante o uso deste medicamento não se deve consumir bebidas alcoólicas. 

Esta informação foi útil?

Atualizado e revisto clinicamente por Flávia Costa - Farmacêutica, em agosto de 2022.

Bibliografia

  • LIBBS FARMACÊUTICA LTDA. Stavigile (modafinila). 2021. Disponível em: <https://www.saudedireta.com.br/catinc/drugs/bulas/stavigile.pdf>. Acesso em 10 ago 2022
  • GREENBLATT, K.; ADAMS, N. IN: STATPEARLS [INTERNET]. TREASURE ISLAND (FL): STATPEARLS PUBLISHING. Modafinil. 2022. Disponível em: <https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK531476/>. Acesso em 10 ago 2022
Revisão clínica:
Flávia Costa
Farmacêutica
Formada em Farmácia pelo Centro Universitário Newton Paiva em 2003. Mestre em Ciências Biomédicas pela UBI, Portugal.