Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Polaramine: para que serve, como tomar e efeitos colaterais

Outubro 2020

O Polaramine é um antialérgico anti-histamínico que age bloqueando os efeitos da histamina no corpo, substância responsável pelos sintomas de alergia como coceira, urticária, vermelhidão na pele, inchaço na boca, coceira no nariz ou espirros, por exemplo. Saiba mais sobre outros sintomas de alergia.

Este medicamento está disponível em farmácias, com o nome comercial Polaramine ou na forma de genérico com o nome maleato de dexclorfeniramina ou com os nomes similares Histamin,  Polaryn, Fenirax ou Alergomine, por exemplo.

O Polaramine pode ser comprado sob a forma de comprimidos, drágea, solução gotas, xarope ou creme dermatológico. Os comprimidos e as drágeas só podem ser usados por pessoas maiores de 12 anos de idade. Já a solução gotas, o xarope e o creme dermatológico, podem ser usados a partir dos 2 anos de idade. 

Polaramine: para que serve, como tomar e efeitos colaterais

Para que serve

O Polaramine é indicado para tratamento de alergias, prurido, coriza, espirro, picada de inseto, conjuntivite alérgica, dermatite atópica e eczema alérgico, por exemplo.

Como tomar

A forma de uso do Polaramine varia de acordo com a apresentação. No caso de de comprimido, drágea, solução gotas ou xarope deve ser tomado por via oral e o creme dermatológico deve ser usado diretamente na pele.

No caso do comprimido, drágea, solução gotas ou solução oral, se esquecer de tomar uma dose na hora certa, tomar assim que lembrar e depois reajustar os horários de acordo com esta última dose, continuando o tratamento de acordo com os novos horários programados. Não dobrar a dose para compensar a dose esquecida.

1. Comprimidos de 2mg

O Polaramine na forma de comprimidos é encontrado em embalagem com 20 comprimidos e deve ser tomado com um copo de água, antes ou após a alimentação e, para uma melhor ação do Polaramine, não mastigar e não partir o comprimido. 

Adultos e crianças maiores de 12 anos: 1 comprimido de 3 a 4 vezes por dia. Não ultrapassar a dose máxima de 12mg/dia, ou seja, 6 comprimidos/dia.

2. Drágeas de 6mg

As drágeas de Polaramine Repetab devem ser ingeridas inteiras, sem partir, sem mastigar e com um copo de água cheio, isto porque contém um revestimento para que o medicamento seja liberado de forma lenta no organismo e tenha um tempo de ação mais prolongado. O Polaramine Repetab é vendido em farmácias com 12 drágeas.

Adultos e crianças maiores de 12 anos: 1 drágea pela manhã e outra ao deitar. Em determinados casos mais resistentes, pode ser recomendado pelo médico a administração de 1 drágea a cada 8 horas.

Polaramine: para que serve, como tomar e efeitos colaterais

3. Solução gotas 2,8mg/mL

O Polaramine solução gotas é encontrado nas farmácias em frascos de 20mL e deve ser tomado por via oral, sendo que a dose depende da idade da pessoa:

Adultos e crianças maiores de 12 anos: 20 gotas, três a quatro vezes por dia. Não ultrapassar a dose máxima de 12 mg/dia, ou seja, 120 gotas/dia.
Crianças de 6 a 12 anos: 10 gotas ou 1 gota para cada 2 kg de peso, três vezes por dia. Um máximo de 6 mg diários, ou seja, 60 gotas/dia.
Crianças de 2 a 6 anos: 5 gotas ou 1 gota para cada 2 kg de peso, três vezes por dia. Um máximo de 3 mg diários, ou seja, 30 gotas/dia.

4. Xarope 0,4mg/mL

O Polaramine xarope é vendido em frascos de 120mL, deve ser tomado usando o dosador que vem na embalagem e a dose depende da idade da pessoa:

Adultos e crianças maiores de 12 anos: 5 mL 3 a 4 vezes por dia. Não ultrapassar a dose máxima de 12 mg/dia, ou seja, 30 mL/dia.
Crianças de 6 a 12 anos: 2,5 mL três vezes por dia. Um máximo de 6 mg diários, ou seja, 15 mL/dia.
Crianças de 2 a 6 anos: 1,25 mL três vezes por dia. Um máximo de 3 mg diários, ou seja, 7,5 mL/dia.

5. Creme dermatológico 10mg/g

O Polaramine creme dermatológico é vendido em uma bisnaga de 30g e só deve ser aplicado externamente na pele, na área afetada duas vezes ao dia e recomenda-se não cobrir a área que está sendo tratada.

Este creme não deve ser aplicado nos olhos, boca, nariz, nos órgãos genitais ou em outras mucosas e não deve ser utilizado em grandes áreas de pele, principalmente em crianças. Além disso, o Polaramine creme dermatológico não deve ser aplicado em áreas da pele que apresentem bolhas, que estejam machucadas ou que apresentem secreção, ao redor dos olhos, genitália ou em outras mucosas. 

Deve-se evitar a exposição à luz do sol das áreas tratadas com Polaramine creme dermatológico, pois podem ocorrer reações indesejáveis na pele e, em caso de reações como queimação, erupções, irritações ou se não houver melhora do quadro, interromper o tratamento imediatamente. 

Polaramine: para que serve, como tomar e efeitos colaterais

Possíveis efeitos colaterais

Alguns dos efeitos colaterais mais comuns que podem ocorrer durante o tratamento com Polaramine são sonolência, cansaço, tonteira, dor de cabeça, boca seca ou dificuldade de urinar. Por isto, deve-se ter precaução ou evitar atividades como dirigir, utilizar máquinas pesadas ou realizar atividades perigosas. Além disso, o uso de álcool pode aumentar os efeitos de sonolência e tonteira se consumido ao mesmo tempo que estiver em tratamento com o Polaramine, desta forma, é importante evitar o consumo de bebidas alcoólicas.

É aconselhado interromper o uso e procurar ajuda médica imediatamente ou o pronto-socorro mais próximo se surgirem sintomas de alergia ao Polaramine como dificuldade para respirar, sensação de garganta fechada, inchaço na boca, língua ou rosto, ou urticária. Saiba mais sobre sintomas de anafilaxia.

Deve-se procurar atendimento médico imediato também caso se tome o Polaramine em doses maiores do que as recomendadas e surgirem sintomas de overdose como confusão mental, fraqueza, zumbido nos ouvidos, visão borrada, pupilas dilatadas, boca seca, vermelhidão no rosto, febre, tremores, insônia, alucinações ou desmaio.

Quem não deve usar

O Polaramine não deve ser usado em prematuros ou recém-nascidos e em pessoas que utilizam medicamentos inibidores da monoamina oxidade (IMAO), como isocarboxazida (Marplan), fenelzina (Nardil) ou tranilcipromina (Parnate).

Além disso, o Polaramine pode interagir com:

  • Medicamentos para ansiedade como alprazolam, diazepam, clordiazepóxido;
  • Medicamentos para depressão como amitriptilina, doxepina, nortriptilina, fluoxetina, sertralina ou paroxetina.

É importante informar ao médico e ao farmacêutico todos os medicamentos que são utilizados para evitar diminuição ou aumento do efeito do Polaramine.

Bibliografia >

  • DRUGS.COM. Dexchlorpheniramine Information from Drugs.com. Disponível em: <https://www.drugs.com/>. Acesso em 13 Out 2020
  • ANVISA. Bulário eletrônico ANVISA. Disponível em: <http://www.anvisa.gov.br/datavisa/fila_bula/index.asp>. Acesso em 13 Out 2020
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem