Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Propriedades Medicinais do Melão-de-são-caetano

Atualizado em Março 2019

O Melão-de-são-caetano também conhecido como melão amargo, erva-de-São-Caetano, fruto de cobra ou melãozinho, é um um planta medicinal muito usada no tratamento de problemas relacionados com a diabetes e problemas de pele.  

O nome científico desta planta medicinal é Momordica charantia, e o fruto desta planta possui um sabor amargo característico, que fica mais pronunciado à medida que ela amadurece. 

Propriedades Medicinais do Melão-de-são-caetano

Para que serve o Melão-de-são-caetano

O Melão-de-são-caetano podem incluir ação cicatrizante, anti-reumática, hipoglicemiante, antibiótica, antiviral, anti-diabética, adstringente, depurativo, insecticida, laxativo e purgativo. Assim, essa planta pode ser utilizada para:

  • Regular os níveis de açúcar no sangue, ajudando por isso no tratamento da diabetes; 
  • Ajudar no tratamento de problemas de pele, feridas, lesões na pele e eczemas;
  • Aliviar as picadas de insectos;
  • Ajudar no tratamento da prisão de ventre. 

O Melão-de-são-caetano também possui atividade antiparasitária e antimicrobiana, além de de também ser eficaz no processo de purificação do organismo, ajudando a eliminar toxinas e resíduos.

Como usar

O Melão-de-são-caetano é um fruto, e por isso pode ser consumido na forma de suco, polpa ou concentrado, de forma a usufruir dos seus benefícios. 

Além disso, também podem ser usadas as folhas desta planta na preparação de chás ou compressas para aplicar na pele. No entanto é importante consultar o médico para que seja indicada a forma e quantidade ideal para consumo.

Efeitos Colaterais e contraindicações

O Melão-de-são-caetano não é recomendado para gestantes, mulheres em período de amamentação, pessoas que estejam com diarreia crônica ou que possuem hipoglicemia, isso porque o consumo desse fruto pode causar aborto, agravar o quadro diarreia ou diminuir muito a quantidade de glicose no sangue.

Além disso, o consumo excessivo desse fruto está associado à desconforto no estômago, dor abdominal, vômitos e diarreia. Por isso, é importante que a quantidade diária de melão-de-são-caetano seja recomendada pelo médico para evitar complicações e efeitos colaterais.


Bibliografia

  • WELIHINDA, J. et al. Effect of Momordica charantia on the glucose tolerance in maturity onset diabetes. Journal of Ethnopharmacology. Vol 17. 3 ed; 277-282, 1986
  • VIRDI, Jaspreet et al. Antihyperglycemic effects of three extracts from Momordica charantia. Journal of Ethnopharmacology. Vol 88. 1 ed; 107-111, 2003
  • GROVER, J. K.; YADAV, S. P. Pharmacological actions and potential uses of Momordica charantia: a review. Journal of Ethnopharmacology Volume 93, Issue 1, July 2004, Pages 123-132. Vol 93. 1 ed; 123-132, 2004
Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem