8 sintomas de infecção urinária no homem (e como tratar)

Apesar de ser mais comum em mulheres, a infecção urinária também pode afetar homens, especialmente após os 50 anos, devido a condições, como a hiperplasia benigna da próstata, que dificultam a saída da urina e facilitam o desenvolvimento de bactérias e outros micro-organismos.

É aconselhado consultar um urologista quando surgem sintomas como:

  1. Vontade frequente de urinar;
  2. Dor e ardor ao urinar;
  3. Dificuldade para segurar a urina;
  4. Urina turva e com cheiro forte;
  5. Acordar à noite para ir ao banheiro;
  6. Febre baixa;
  7. Presença de sangue na urina;
  8. Dor na região da virilha ou no fim das costas.

É possível também que estes sintomas possam surgir por alguma IST ou alteração na próstata e, por isso, o urologista pode pedir vários exames para identificar a causa correta e iniciar o tratamento mais adequado.

8 sintomas de infecção urinária no homem (e como tratar)

Como confirmar o diagnóstico

O diagnóstico da infecção urinária masculina é feito principalmente com base no histórico de sintomas e através do exame de urina, que irá identificar a presença de micro-organismos que possam estar causando a infecção. Os micro-organismos que são encontrados com mais frequência em pessoas com infecção urinária são a Escherichia coli, Klebsiella e Proteus.

Além disso, o médico pode fazer perguntas sobre a vida sexual, para identificar fatores de risco para infecções ou ISTs, além de poder fazer um exame de toque retal, para verificar se existe alguma alteração no tamanho da próstata.

Em homens jovens que tenham sinais de próstata aumentada, o urologista também pode recomendar exames como tomografia computadorizada, ultrassonografia e/ou cistoscopia, para avaliar se existem outros problemas no trato urinário. Saiba quais são os 6 exames que avaliam a próstata.

Quem tem maior risco

Alguns dos fatores que podem aumentar o risco de um homem desenvolver infecção urinária, são:

  • Praticar sexo anal sem proteção;
  • Usar sonda para urinar;
  • Ter próstata aumentada, também conhecido como hiperplasia benigna da próstata, assim como antecedentes familiares com essa doença;
  • Beber poucos líquidos;
  • Segurar a vontade de urinar por muito tempo e com muita frequência;
  • Ter refluxo da urina da bexiga para os rins;
  • Pedra nos rins;
  • Diabetes;
  • Sofrer de esclerose múltipla ou outro doença neurológica;
  • Ter insuficiência renal crônica;
  • Tumores no trato urinário;
  • Uso de determinados medicamentos;
  • Prostatite crônica.

Além disso, homens que não são circuncidados também têm maiores chances de desenvolver infecções urinárias, pois o excesso de pele no pênis dificulta a limpeza e aumenta o risco de proliferação de micro-organismos no local.

Como é feito o tratamento

O tratamento para infecção urinária é feito de acordo com a causa do problema, sendo normalmente necessário tomar antibióticos.

Em geral, os sintomas começam a melhorar após cerca de 2 dias de uso do antibiótico, mas nos casos mais graves pode ser necessário fazer um tratamento mais prolongado, com duração de duas ou mais semanas, ou com internamento hospitalar.

Assista ainda o vídeo seguinte e saiba o que comer para prevenir uma infecção urinária:

Esta informação foi útil?

Bibliografia

  • THE CONSUMER’S HANDBOOK OF UROLOGICAL HEALTH. Dealing with urinary tract infections: Tips for adult men and women. Disponível em: <https://www.cua.org/themes/web/assets/files/pdf/consumers_handbook/9-dealing_with_urinary_tract_infections_tips_for_adult_men_and_women.pdf>. Acesso em 21 Nov 2019
  • EUROPEAN ASSOCIATION OF UROLOGY. Guidelines on The Management of Urinary and Male Genital Tract Infections. 2008. Disponível em: <https://uroweb.org/wp-content/uploads/EAU-Guidelines-Male-UTI-2008.pdf>. Acesso em 21 Nov 2019
Mais sobre este assunto: