Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Infarto fulminante

O infarto fulminante é aquele que surge de repente e que muitas vezes pode causar a morte da vítima antes dela ser atendida pelo médico.  Quase metade dos casos, morrem antes de chegarem ao hospital, devido a rapidez como acontece e a falta de atendimento eficaz.

O infarto fulminante ocorre repentinamente e caracteriza-se pela interrupção abrupta do fluxo sanguíneo para o coração, por alterações genéticas. Ele ocorre especialmente em jovens, pois estes ainda não possuem a chamada circulação colateral, responsável por irrigar o coração juntamente com as artérias coronárias.

Devido a sua gravidade, pode levar a morte em minutos, caso não seja prontamente diagnosticado e tratado. 

Sintomas do infarto fulminante

Os sintomas do infarto fulminante podem surgir dias antes e não apenas no momento do infarto. Os sintomas mais comuns são: sensação de indigestão; e dor no peito. Entretanto, existem casos onde o infarto fulminante surge sem apresentar nenhum sintoma.

O que fazer no infarto fulminante

O que se deve fazer em caso de suspeita de infarto fulminante é chamar uma ambulância ligando para o número 192, ou levar a vítima imediatamente para o hospital. Se chamar o SAMU, enquanto espera a chegada da ambulância pode também fazer uma massagem cardíaca na pessoa como a que indicamos no vídeo seguinte:

Como prevenir um infarto

Para diminuir o risco de sofrer um infarto recomenda-se hábitos de vida saudáveis, como alimentar-se corretamente dando preferência ao consumo de legumes, verduras, grãos, cereais, frutas, hortaliças e carnes magras, como peito de frango, por exemplo.

Além disso, é recomendado praticar algum tipo de atividade física regularmente, como uma caminhada de 30 minutos 3 vezes por semana, por exemplo. Outra dica importante é beber bastante água e evitar o estresse, reservando um tempo para descansar.

O que causa um infarto fulminante

O ataque cardíaco fulminante geralmente é causado pela obstrução do fluxo sanguíneo por ruptura de uma placa de gordura que se encontra aderida à parede interna do vaso. Quando essa placa se rompe, libera substâncias inflamatórias que impedem a passagem do sangue que leva o oxigênio para as paredes do coração.

A falta desse oxigênio, faz com que o músculo cardíaco sofra, o que se reflete na dor no peito e depois, pode resultar em morte do músculo cardíaco.

Indivíduos que estejam acima do peso ideal, que tenham colesterol alto ou que tenham a taxa de triglicerídeos aumentada no sangue, são os mais propensos a sofrer um ataque cardíaco.

Mais sobre este assunto:
Carregando
...