Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Causas, sintomas e tratamento do potássio baixo no sangue (hipocalemia)

A hipocalemia, também chamado de hipopotassemia, corresponde à situação em que é verificada baixa quantidade de potássio no sangue, o que pode provocar fraqueza muscular, cãibras e alteração nos batimentos cardíacos, por exemplo, e que pode acontecer devido ao uso de laxantes, vômitos frequentes ou como consequência de alguns medicamentos.

O potássio é um eletrólito que pode ser encontrado facilmente em vários alimentos, como banana, sementes de abóbora, suco de laranja e cenoura, por exemplo, e é fundamental para o bom funcionamento dos músculos e transmissão dos impulsos nervosos. Baixas concentrações desse eletrólito no sangue podem causar alguns sintomas e levar à consequências a longo prazo, sendo importante que a hipocalemia seja identificada e tratada corretamente de acordo com a orientação do médico.

Causas, sintomas e tratamento do potássio baixo no sangue (hipocalemia)

Sintomas de potássio baixo no sangue

A diminuição do potássio no sangue pode levar ao aparecimento de sintomas principalmente musculares, como por exemplo cãibras, contração muscular involuntária, fraqueza constante e, nos casos mais graves, paralisia, por exemplo. Além disso, pode haver dificuldade para respirar e alteração dos batimentos cardíacos.

A quantidade normal de potássio no sangue é entre 3,5 mEq/L e 5,5 mEq/L, quantidades menores que 3,5 mEq/L caracteriza hipocalemia. Saiba mais sobre o potássio.

Principais causas

As principais causas que levam à diminuição de potássio no sangue são:

  • Vômitos e diarreias, que são as causas mais comuns da diminuição de potássio no sangue devido à perda pelo trato gastrointestinal;
  • Uso de alguns medicamentos, como insulina, salbutamol e teofilina, por exemplo, pois promovem a entrada do potássio nas células, havendo diminuição da sua concentração no sangue;
  • Hipertireoidismo, em que também há deslocamento do potássio para dentro das células;
  • Alteração nas glândulas adrenais, resultando no aumento da produção de aldosterona, que é um hormônio que regula o balanço entre sódio e potássio e que quando elevado favorece a eliminação de potássio na urina, o que resulta em hipocalemia;
  • Uso de laxantes de forma regular, já que pode levar à perda de eletrólitos, podendo, a longo prazo, causar problemas renais e cardíacos;
  • Síndrome de Cushing, que é uma doença que acontece devido ao aumento da concentração de cortisol no sangue e, como consequência disso, há maior excreção de potássio na urina, causando hipocalemia. Saiba mais sobre a Síndrome de Cushing.

A deficiência de potássio no sangue raramente está relacionada com a alimentação, já que boa parte dos alimentos consumidos no dia-a-dia possuem quantidades adequadas de potássio. Conheça os alimentos ricos em potássio.

O diagnóstico da hipocalemia é feito a partir da dosagem de potássio no sangue e na urina, além de eletrocardiograma, já que pode haver alteração nos batimentos cardíacos. É importante que a hipopotassemia seja identificada e tratada adequadamente, pois concentrações muito baixa de potássio no sangue podem levar à paralisia muscular e insuficiência renal, por exemplo, sendo essa situação bastante grave para pessoas que possuem problemas cardíacos.

Como é feito o tratamento

O tratamento para potássio baixo no sangue é feito de acordo com a causa da hipocalemia, sintomas apresentados pela pessoa e concentração de potássio no sangue. Na maioria das vezes, o clínico geral indica o uso de suplemento oral de potássio, que deve ser usado em pequenas doses durante refeição para evitar irritação do sistema gastrointestinal.

No casos mais graves, que é quando a concentração de potássio encontra-se igual ou abaixo de 2,0 mEq/L, é recomendada a administração do potássio diretamente na veia para que os níveis desse eletrólito sejam regularizados mais rapidamente. Também é indicado o potássio diretamente na veia quando há alterações muito grandes no ritmo cardíaco ou quando mesmo com o uso dos suplementos orais, o nível de potássio continua a cair.

Bibliografia >

  • MANUAL MSD. Hipopotassemia. Disponível em: <https://www.msdmanuals.com/pt-br/profissional/dist%C3%BArbios-end%C3%B3crinos-e-metab%C3%B3licos/dist%C3%BArbios-eletrol%C3%ADticos/hipopotassemia>. Acesso em 10 Mai 2019
  • DAL MOLIN, Christine Z.; TREVISOL, Daisson José. Hipocalemia grave persistente: Síndrome de Gitelman e diagnósticos diferenciais. Jornal Brasileiro de Nefrologia. Vol 39. 3 ed; 337-340, 2017
  • BMJ - BEST PRACTICE. Avaliação da hipocalemia. Disponível em: <https://bestpractice.bmj.com/topics/pt-br/59>. Acesso em 10 Mai 2019
  • DUTRA, Valéria F. et al. Desequilíbrios hidroeletrolíticos na sala de emergência. Rev Bras Clin Med. São Paulo . Vol 10. 5 ed; 410-419, 2012
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Mais sobre este assunto:


Publicidade

LIVE | Saúde da Prostata

A Tatiana e o Manuel vão estar te esperando num encontro informal para falar tudo sobre problemas na próstata.

A sua presença vai fazer o evento ser mais especial.

Se inscreva e receba uma notificação quando começar, para não perder nenhum minuto.

Inscreva-se
* Não perca a oportunidade de fazer perguntas e participar deste momento em homenagem ao Novembro Azul.

Estamos ao vivo agora! Vem falar com a gente!

A Tati e o Manuel falam sobre problemas na próstata, o preconceito dos homens a respeito do exame de toque retal, e até sobre impotência sexual, que pode ser um complicação da detecção tardia desse tipo câncer.

Participe agora
* Vamos responder todas as perguntas que chegarem, sem tabus. Estamos te esperando!
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem