Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Hemorragia estomacal: principais Sintomas e causas

A hemorragia estomacal, também conhecido hemorragia gástrica, é um tipo de hemorragia digestiva alta que se caracteriza pela perda de sangue através do estômago. Isso normalmente acontece devido a uma úlcera não tratada, que acaba causando sangramento, mas também pode acontecer em casos mais graves de gastrite, por exemplo.

O sintoma mais comum de uma hemorragia gástrica é a alteração da cor das fezes, que se tornam mais escuras e com cheiro muito fétido, devido ao sangue digerido. Além disso, é ainda possível que se tenha sentindo dor frequente no estômago, causada pela inflamação do revestimento do estômago.

Como é um tipo hemorragia interna, muitas vezes, a hemorragia estomacal pode ser descoberta apenas após uma endoscopia, quando a pessoa tem o diagnóstico de anemia por muito tempo, que não melhora com nenhum tipo de tratamento. Veja outros tipos de hemorragia interna e como identificar.

Hemorragia estomacal: principais Sintomas e causas

Principais sintomas

Alguns dos sintomas mais comuns da hemorragia estomacal, ou gástrica, incluem:

  • Dor no estômago tipo cólica;
  • Vômito com sangue vermelho vivo ou com aspecto de borra-de-café;
  • Fezes escuras muito mal cheirosas, chamadas cientificamente de melena;
  • Pode haver anemia;
  • Pode haver sangue vermelho vivo misturado com as fezes, caso a hemorragia seja intensa.

A cor negra das fezes é devida à degradação do sangue no intestino e, por isso, sempre que surge deve-se consultar um gastroenterologista ou um clínico geral, para tentar achar a causa do problema e iniciar o tratamento mais adequado. Veja quais as possíveis causas deste tipo de fezes.

Como confirmar o diagnóstico

Para diagnosticar a hemorragia estomacal é necessário a realização de uma endoscopia digestiva que permita visualizar a região interna do esôfago e estômago.

Assim é possível analisar a presença de úlceras em suas paredes. Um outro exame capaz de detectar a doença é a colonoscopia, onde uma microcâmera é introduzida no ânus e permite visualizar o trato digestivo.

As úlceras são formadas pelo excesso de ácido gástrico produzido no estômago do indivíduo, que acaba por lesionar suas paredes. Uma má alimentação e sistema nervoso alterado podem facilitar o aparecimento da úlcera. O estresse faz com que seja produzido uma maior quantidade de ácido gástrico.

Possíveis causas

A hemorragia estomacal normalmente é causada por uma inflamação grave da parede do estômago. Assim, as causas mais comuns incluem:

  • Úlceras gástricas;
  • Gastrite crônica;
  • Câncer gástrico.

Dessa forma, as úlceras e a gastrite devem sempre ser tratadas adequadamente, geralmente com alterações na dieta, para aliviar a inflamação e evitar o sangramento, que acaba sendo uma complicação destes problemas. Veja como deve ser a dieta caso sofra com úlcera ou gastrite.

Já o câncer no estômago é uma causa bem mais rara que é acompanhada de outros sintomas como dor de estômago constante, perda de apetite, fraqueza frequente e perda de peso. Saiba mais sobre como identificar o câncer de estômago.

Como é feito o tratamento

O tratamento para as hemorragias estomacais é a utilização de medicamentos para o estômago e nos casos de anemia severa, transfusões sanguíneas.

Caso a hemorragia estomacal seja provocada por um traumatismo direto na região, como ocorre num acidente de carro, por exemplo, pode ser necessário uma cirurgia.

Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Carregando
...