Somos REDE D'OR
icon de informação icon de telefone 3003-3230
Número disponível apenas em território brasileiro, com custo de chamada local.

Frutose: o que é, porque pode fazer mal e alimentos ricos

Revisão clínica: Tatiana Zanin
Nutricionista
janeiro 2023

A frutose, conhecida também como “açúcar das frutas”, é um monossacarídeo naturalmente presente nas frutas, no mel, nas leguminosas e nos vegetais, como beterraba, cebola e cenoura.

Além disso, a frutose também pode ser produzida na forma de xarope de frutose, sacarose, sorbitol ou xarope de milho, que são usados para adoçar alimentos processados como biscoitos, sucos, bolos, molhos e refrigerantes.

A frutose naturalmente presente nas frutas não causa mal à saúde, pois esses alimentos contém pouca frutose, além de serem ricos em fibras que diminuem a absorção de açúcar pelo organismo. Já a frutose artificial pode favorecer o surgimento de obesidade, ácido úrico alto e diabetes.

Imagem ilustrativa número 1

A frutose engorda?

O consumo excessivo de frutose, principalmente quando adicionada em alimentos industrializados, pode engordar. Isso porque a frutose é metabolizada diretamente no fígado e que, quando em excesso, estimula a produção de células de gordura no corpo.

Por que a frutose pode fazer mal?

O consumo excessivo de frutose pode fazer mal, porque favorece a produção de gordura no fígado, causando as seguintes situações: 

  • Aumentar os níveis de colesterol “ruim” e triglicerídeos no sangue;
  • Favorecer o surgimento de doenças cardiovasculares;
  • Aumentar o acúmulo de gordura no fígado, causando esteatose hepática;
  • Provocar a resistência à insulina e diabetes;

A ingestão excessiva de frutose também pode aumentar os níveis de ácido úrico no sangue, favorecendo o surgimento da gota, uma doença inflamatória que causa inchaço e dor nas articulações. Conheça melhor os sintomas da gota.

Além disso, esse tipo de açúcar não é indicado para pessoas com intolerância à frutose e para pessoas com síndrome do intestino irritável, podendo causar sintomas inchaço abdominal, excesso de gases e diarreia.

A frutose presente nas frutas faz mal?

Quando consumida com moderação, a frutose presente nas frutas não faz mal para a saúde. Isso porque as frutas contêm baixo teor desse açúcar, além de serem ricas em fibras, o que ajuda a controlar os níveis de açúcar no sangue, evitando a formação de células de gordura e o ganho de peso.

Além disso, as frutas também possuem ótimas quantidades de vitaminas, minerais e antioxidantes, que ajudam a fortalecer o sistema imunológico e combater os radicais livres, ajudando na prevenção de doenças como obesidade, infarto, derrame e câncer.

Por isso, é recomendado consumir entre 2 a 3 porções de frutas inteiras por dia e, sempre que possível, com casca e bagaço, porque contém mais fibras e menor teor de frutose. Já os sucos de frutas devem ser consumidos com moderação, porque contêm mais frutose e menor teor de fibras, o que pode aumentar os níveis de açúcar no sangue.

Alimentos ricos em frutose

A tabela a seguir contém a quantidade de frutose em cada 100g dos alimentos:

Alimento

Frutose em cada 100 g de alimento

Fibras em cada 100 g de alimento

Refrigerante de cola

3,1 g

0

Suco natural de laranja

1,1 g

1 g

Laranja

2,1 g

2,4 g

Molho de tomate de caixinha

4,5 g

1,4 g

Molho barbecue 

11,9 g

1 g

Maionese

1,4 g

0,5 g

Maçã com casca

7,3 g

2,3 g

Tâmara desidratada

33,4 g

9,7 g

Mel

57,2 g

0 g

Bolacha tipo cream cracker

2,3 g

3,4 g

Suco de maçã de caixinha

4,1 g

0,2 g

Torta de maçã

2,3 g

1,3 g

Geleia de ameixa

15,6 g

0,9 g

Além disso, a frutose também está presente em pequenas quantidades em vegetais como cenoura, alface, tomate e pepino, e leguminosas, como feijão, lentilha e grão de bico.

Para evitar o consumo excessivo de frutose, é importante sempre verificar se nos rótulos dos alimentos contém xarope de frutose, sacarose, sorbitol ou xarope de milho na lista de ingredientes. Saiba como verificar o rótulo dos alimentos.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Karla S. Leal - Nutricionista, em janeiro de 2023. Revisão clínica por Tatiana Zanin - Nutricionista, em janeiro de 2023.

Bibliografia

  • FOOD STANDARDS AUSTRALIA & NEW ZEALAND. Australian Food Composition Database. Disponível em: <https://www.foodstandards.gov.au/science/monitoringnutrients/afcd/Pages/foodsearch.aspx>. Acesso em 05 jan 2023
  • MINISTÉRIO DA SAÚDE - CONSELHO FEDERAL DE NUTRIÇÃO - UNICAMP - NEPA. Tabela brasileira de composição dos alimentos. Disponível em: <https://www.cfn.org.br/wp-content/uploads/2017/03/taco_4_edicao_ampliada_e_revisada.pdf>. Acesso em 05 jan 2023
Mostrar bibliografia completa
  • EUROPEAN FOOD INFORMATION COUNCIL. Food facts for healthy choice: What is Fructose and Is It Bad for You?. Disponível em: <https://www.eufic.org/en/whats-in-food/article/what-is-fructose-and-is-it-bad-for-you>. Acesso em 05 jan 2023
  • TREASURE ISLAND (FL): STATPEARLS PUBLISHING. Biochemistry, Fructose Metabolism. Disponível em: <https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK576428/>. Acesso em 05 jan 2023
  • M. Rodgers; et al. Increased fructose consumption has sex-specific effects on fibroblast growth factor 21 levels in humans. Obesity Science and Practice. 503-511, 2019
Revisão clínica:
Tatiana Zanin
Nutricionista
Formada pela Universidade Católica de Santos em 2001, com registro profissional no CRN-3 nº 15097.

Tuasaude no Youtube

  • 5 passos para controlar a vontade comer doces

    11:22 | 28728 visualizações
  • 8 Melhores frutas para DIABETES

    16:43 | 413642 visualizações
  • Como LER um RÓTULO para comer melhor

    04:31 | 107239 visualizações