Frontoplastia: o que é, como é feita e recuperação

março 2022

A frontoplastia é uma cirurgia plástica que tem como objetivo promover a redução da testa, de forma a tornar o rosto mais simétrico, ou elevar as sobrancelhas, diminuindo rugas e linhas de expressão, podendo ser associada a outros procedimentos estéticos, como a blefaroplastia, por exemplo.

A frontoplastia é um procedimento simples que pode ser realizado sob anestesia local ou geral, dependendo do objetivo da cirurgia, e deve ser feito por um cirurgião plástico especializado.

A recuperação dessa cirurgia é simples, sendo apenas indicado que a pessoa fique em repouso e cuide da cicatriz de acordo com a orientação médica, o que normalmente envolve a higienização do local e aplicação de pomada cicatrizante.

Quando é indicada

A frontoplastia é normalmente indicada quando a pessoa deseja diminuir o tamanho da testa, de forma a tornar o rosto mais proporcional e simétrico. Além disso, pode ser indicada para combater os sinais de envelhecimento, como rugas e linhas de expressão, o que é feito elevando as sobrancelhas.

É importante que seja feita uma avaliação com o cirurgião plástico para saber qual o melhor procedimento e técnica a ser utilizada, já que pode variar de acordo com o objetivo do tratamento, características da pele e estrutura do rosto, além de poder ser avaliada a possibilidade e necessidade de complementar a frontoplastia com outros procedimento cirúrgico, como a blefaroplastia, por exemplo, que é feita para retirar o excesso de gordura das pálpebras e levantar o olha. Saiba mais sobre a blefaroplastia.

Como é feita a frontoplastia

A frontoplastia pode ser feita sob anestesia local ou geral, dependendo do tipo de frontoplastia. De forma geral, a frontoplastia pode ser realizada através de duas técnicas:

  • Frontoplastia com incisão coronal, que é o tipo mais comum de frontoplastia, realizada sob anestesia geral, e consiste na realização de um corte no couro cabeludo, atrás da linha de implantação do cabelo, o que pode deixar uma cicatriz;
  • Frontoplastia endoscópica, em que são realizados pequenas incisões no couro cabeludo, atrás da linha de implantação dos fios. Esse tipo de procedimento está relacionado com menor tempo de recuperação e de inchaço pós-operatório, assim como diminuição da chance de perda temporária da sensibilidade local, no entanto corresponde a um procedimento mais caro e mais demorado.

Após a realização do corte, o médico realiza o descolamento do couro cabeludo, preservando nervos e vasos locais, e, em seguida, realiza a remoção de uma faixa do couro cabeludo, no caso de diminuição da testa, e reposicionamento da pele no local correto

O tempo da cirurgia pode variar de acordo com a complexidade do procedimento cirúrgico, podendo durar entre 30 minutos a 3 horas.

Como é a recuperação

Após a cirurgia, é indicado que a pessoa permaneça no hospital até que o efeito da anestesia passe, podendo receber alta no mesmo dia. É indicado que a pessoa permaneça em repouso por cerca de 48 horas e evite baixar a cabeça, podendo ser também indicado que a pessoa evite a prática de atividade física por até 30 dias.

É possível que a pessoa apresente um leve inchaço no rosto, o que pode durar até 10 dias, melhorando ao longo do tempo à medida que acontece a cicatrização, além de também poder haver diminuição da sensibilidade no local da cicatriz, o que pode durar cerca de 3 meses ou ser permanente.

Em alguns casos, pode ser indicado que a pessoa use uma faixa para evitar a exposição da cicatriz e para garantir o resultado do procedimento, sendo também recomendada a realização da higienização diária do couro cabeludo e da cicatriz e aplicação de uma pomada anti-inflamatória e cicatrizante, em algumas situações.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Equipe Editorial do Tua Saúde, em março de 2022.

Bibliografia

  • PATROCÍNIO, Lucas G.; REINHART, Ramiro Javier Y.; PATROCÍNIO, Tomas G.; PATROCÍNIO, José Antônio. Frontoplastia endoscópica: três anos de experiência. Rev Bras Otorrinolaringol. Vol 72. 5 ed; 624-630, 2006
  • INSTITUTO PORTUGUÊS DA FACE. Redução da testa ou frontoplastia. Disponível em: <https://www.ipface.pt/reducao-da-testa-ou-frontoplastia>. Acesso em 14 mar 2022
Mostrar bibliografia completa
  • ACADEMIA BRASILEIRA DE CIRURGIA PLÁSTICA DA FACE. Frontoplastia. Disponível em: <https://www.abcpf.org.br/content/90/77>. Acesso em 14 mar 2022
  • SIMÃO, Tiago S.; MORAGHI, Adriana; FAIWICHOW, Leão. Frontoplastia com incisões reduzidas associada a blefaroplastia para elevação das sobrancelhas. Rev Bras Cir Plást. 2012
  • DE ROSSI, Janaína. Frontoplastia não endoscópica, com mínimas incisões para elevação do supercílio, em portadores de paralisia facial periférica. Tese de doutorado, 2014. Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.
Equipe editorial constituída por médicos e profissionais de saúde de diversas áreas como enfermagem, nutrição, fisioterapia, análises clínicas e farmácia.