Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Ficar sem menstruação nem sempre é sinal de gravidez

A falta da menstruação nem sempre significa uma gravidez. Também pode acontecer devido a alterações hormonais como deixar de tomar a pílula ou estresse excessivo ou mesmo devido a situações como atividade física intensa ou anorexia.

Além disso, a falta da menstruação por mais de 3 meses seguidos também acontece na pré menopausa, nos primeiros ciclos após a menarca e não volta a ocorrer após cirurgia para retirada do útero e dos ovários, não sendo uma situação preocupante, na maioria dos casos.

Principais causas da falta de menstruação

Algumas situações comuns que podem provocar a ausência de menstruação por mais de 3 meses seguidos incluem:

  • Exercício físico intenso, realizado por maratonistas, nadadoras de competição ou ginastas, sendo que neste caso o ideal é reduzir a intensidade dos treinos para regular a menstruação novamente.

  • Estresse, distúrbios de ansiedade e nervosismo que alteram o fluxo menstrual, mas que pode ser solucionado ao encontrar novamente a calma e a serenidade, o que pode ser conseguido através de sessões de psicanálise ou  de exercícios físicos constantes.

  • Distúrbios alimentares, como uma dieta pobre em vitaminas ou doenças como anorexia ou bulimia. Neste caso deve-se consultar um nutricionista para adequar a alimentação, para que a menstruação volte ao normal.

  • Alterações da tireoide como no caso de hipertireoidismo ou hipotireoidismo. Se esta for uma suspeita, o médico deve solicitar no exame de sangue os hormônios da tireoide e receitar os medicamentos adequados se for necessário.

  • Uso de medicamentos, como corticoides, antidepressivos, quimioterapia, anti-hipertensivos ou imunossupressores. Neste caso pode-se tentar utilizar outro medicamento que não tenha este efeito colateral ou avaliar o risco/benefício do uso deste medicamento, mas apenas por indicação do médico.

  • Doenças do aparelho reprodutor, como ovários policísticos, endometriose, mioma ou tumores e, dessa forma somente com o tratamento orientado pelo ginecologista a menstruação poderá voltar ao normal.

  • Alterações no funcionamento do cérebro, como mau funcionamento da hipófise e hipotálamo e, embora esta não seja uma causa comum, pode ser investigada com exames específicos solicitados pelo ginecologista ou clínico geral.

A ausência da menstruação também ocorre em mulheres com síndrome de Cushing​, síndrome de Asherman e síndrome de Turner.

As causas da ausência da menstruação geralmente estão relacionadas a diminuição do estrogênio que pode impedir a ovulação e a formação do tecido do útero que descama durante a menstruação, assim pode haver alterações menstruais como ausência de fluxo ou irregularidade do ciclo.

Principais causas da menstruação atrasada

O atraso menstrual pode ocorrer quando a mulher deixa de tomar a pílula ou deixa de usar o implante, e neste caso o ciclo menstrual pode demorar entre 1 a 2 meses para ser normalizado. A pílula do dia seguinte também pode alterar o dia da descida da menstruação em alguns dias. E sempre que houver suspeita de gravidez é recomendado fazer um teste para saber se está grávida. Veja outras causas em: Menstruação atrasada.

Quando ir no médico

É necessário ir no médico, caso:

  • Uma menina não tenha sinais de puberdade até aos 13 anos: falta de crescimento de pêlo pubiano ou axilar, nao crescimento dos seios e nao arredondamento dos quadris;
  • Caso a menstruação não desça até aos 16 anos;
  • Se, além da ausência da menstruação, a mulher apresentar outros sintomas como batimentos cardíacos acelerados, ansiedade, suores, emagrecimento;
  • Quando a mulher, tem mais de 40 anos e não tem menstruação há mais de 12 meses e já rejeitou a chance de gravidez ou tem a menstruação irregular.

Em qualquer um dos casos a mulher deve ir ao ginecologista que pode indicar a necessidade de fazer exames de sangue ou realizar uma ecografia, para avaliar os valores hormonais e excluir a existência de algum problema ou doença, nos ovários, tireoide ou nas glândulas supra-renais. Leia também: 5 sinais de que você deve ir ao ginecologista

Para saber outras alterações que podem ocorrer leia:

Mais sobre este assunto:
Carregando
...