Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.

Como parar a menstruação: 6 formas possíveis

Existem formas de atrasar a menstruação durante dias ou, até, meses, através do uso do remédio primosiston, tomando anticoncepcional ou usando o DIU hormonal, no entanto, nenhuma das opções consegue parar a menstruação após já ter descido.

Apesar de algumas mulheres tomarem água com sal, água com vinagre, recorrerem à pílula do dia seguinte ou ao ibuprofeno, estas soluções não são aconselhadas porque podem ser prejudiciais à saúde e provocar alterações hormonais, desregulando os ciclos. Além disso, não existe comprovação científica de que esses métodos sejam eficazes para parar a menstruação.

Caso a mulher queira adiar a menstruação para a semana seguinte, ficar um mês sem menstruar ou parar de vez a menstruação, deve conversar com o ginecologista para que seja indicada a melhor forma de o fazer.

Como parar a menstruação: 6 formas possíveis

Embora não exista nenhuma forma segura ou eficaz de parar a menstruação imediatamente ou após já ter descido, existem formas, de adiantá-la ou atrasá-la por dias ou meses, como:

1. Primosiston

O primosiston é um remédio indicado para o tratamento de hemorragias uterinas graves, mas também pode ser usado com orientação médica para ou atrasar a menstruação. Isso acontece porque este medicamento mantém os níveis de progesterona e estrogênios altos, o que impede a ovulação e atrasa a menstruação. 

A toma de primosiston permite adiantar ou atrasar, cerca de 2 a 3 dias a menstruação e, após alguns dias do seu uso, é normal que ocorra um sangramento, que não é a menstruação, mas que serve para limpar o útero. Veja para que serve o primosiston e como tomar.

2. Anticoncepcional oral

Quando a mulher toma o anticoncepcional oral é possível atrasar a menstruação para o ciclo seguinte, ficando um mês sem menstruar, através da toma de duas cartelas seguidas, ou seja, basta tomar o primeiro comprimido da nova cartela logo depois que a cartela anterior acabar para evitar que a menstruação desça.

No entanto, existem pílulas em que os últimos comprimidos são placebo, sendo normalmente de cor diferente e, por isso, para a mulher não menstruar, é importante que não se tome esses comprimidos, passando a tomar a cartela seguinte. 

Com a toma de duas cartelas seguidas a menstruação não desce porque os níveis dos hormônios estrogênios e progesterona se mantêm elevados, não acontecendo a descamação das paredes do útero. Saiba como funciona o anticoncepcional e como tomar.

3. Anticoncepcional de uso contínuo

O anticoncepcional de uso contínuo, ou pílula contínua, permite que a mulher não tenha menstruação durante vários meses, uma vez que mantém sempre elevados os níveis dos hormônios progesterona e estrogênio, inibindo o sangramento. Confira os benefícios de tomar a pílula contínua.

No entanto, pode existir uma pequena perda de sangue durante o mês, principalmente, nos 3 primeiros meses do uso desse anticoncepcional.

Como parar a menstruação: 6 formas possíveis

4. DIU com hormônio

O DIU com hormônio, conhecido cientificamente por SIU, como, por exemplo, o DIU Mirena, reduz a quantidade de sangue que a mulher perde durante a menstruação e, em alguns casos, pode parar completamente o sangramento, ficando a mulher sem menstruar durante o seu uso.

Isto acontece porque o SIU é um dispositivo que contém levonorgestrel, semelhante à progesterona que o ovário produz, o que provoca o aumento da espessura do muco da mulher e alterações na parede do útero, impedindo uma gravidez e podendo parar a menstruação. Entenda como funciona o DIU Mirena.

5.  Injeção de hormônios

A injeção com hormônios é um anticoncepcional que contém progesterona e é administrada na mulher a cada 3 meses, diminuindo a quantidade do sangramento ou parando de vez a menstruação  durante o seu uso.

A injeção com progesterona inibe a ovulação e altera o muco, evitando uma gravidez e mantém os valores de progesterona elevados, o que impede que a menstruação desça. Veja o que é o anticoncepcional injetável, como funciona e como usar.

6.  Implante

O implante é um método contraceptivo com progesterona que permite manter os níveis deste hormônio elevados, diminuindo a quantidade de sangramento ou evitando que a menstruação desça.

Além disso, o implante impede a ovulação e aumenta a espessura do muco, dificultando a passagem do espermatozoide e evitando uma gravidez.

O implante é um pequeno tubo que é colocado debaixo da pele do braço, pelo ginecologista, e que tem a duração de 3 anos. Saiba o que é o implante, vantagens e como funciona.

Como parar a menstruação de vez

Se a mulher nunca mais quiser ter menstruação pode fazer uma cirurgia em que é retirado o útero, conhecida por histerectomia, ou um procedimento que remove a parte interna do útero conhecida como ablação do endométrio.

No entanto, estes procedimentos são definitivos e, por isso, é importante que a mulher fale com o ginecologista para que possa ser avaliada a melhor opção para parar a menstruação:

1. Histerectomia

A histerectomia é uma cirurgia que é feita para remover o útero, o que faz com que a mulher fique sem menstruar, mas também não pode mais engravidar. 

Normalmente, esta cirurgia é feita em situações mais graves como câncer do útero ou do colo do útero e, por isso, esta opção deve ser sempre muito bem discutida com o médico porque é uma opção definitiva e não pode ser revertida.

Conheça o que é a histerectomia e os tipos de cirurgia.

Como parar a menstruação: 6 formas possíveis

2. Ablação do endométrio

A ablação do endométrio é feita, normalmente, em mulheres que têm menstruação com uma grande perda de sangue e, após ser realizada, a quantidade de sangue reduz ou a menstruação pode parar de vez. 

No entanto, após ser feita a ablação do endométrio, a probabilidade da mulher conseguir engravidar é muito baixa, uma vez que o procedimento destrói a parte interna do útero, sendo importante que esta opção seja discutida com o médico porque se a mulher desejar engravidar no futuro, esta pode não ser a melhor solução.

Porque não é possível parar a menstruação que já desceu

Não é possível parar a menstruação que já desceu porque, nesse momento, já se iniciou o processo de descamação da parede do útero. 

Esse processo acontece perto do final de cada ciclo menstrual, quando os níveis dos hormônios estrogênios e progesterona diminuem, o que faz com que as paredes internas do útero vão se descamando e dando origem ao sangramento da menstruação.

Quando é indicado parar a menstruação

Pode ser necessário parar a menstruação por algum tempo, se o ginecologista achar que a perda de sangue é desaconselhada, devido a situações como anemia, endometriose ou em alguns tipos de miomas uterinos.

Nestes casos, o ginecologista vai indicar qual a melhor forma de parar a menstruação por um determinado tempo até que a doença esteja devidamente controlada e a perda de sangue não seja um problema.

Quem não deve parar a menstruação

As meninas antes dos 15 anos de idade não devem parar a menstruação porque nos primeiros anos do ciclo menstrual é importante observar qual o intervalo entre os ciclos, a quantidade de sangue perdida e quais os sintomas que a menina tem.

A observação da duração do ciclo da menina e dos sintomas que apresenta ajudam a avaliar a saúde do seu sistema reprodutor, por exemplo, se os ovários estão a funcionar de forma correta ou se podem apresentar algum problema como cistos nos ovários.

Esta informação foi útil?

Bibliografia

  • FEDERAÇÃO BRASILEIRA DAS ASSOCIAÇÕES DE GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA. Sangramento Uterino Anormal. 2017. Disponível em: <https://www.febrasgo.org.br/media/k2/attachments/11-SANGRAMENTO_UTERINO_ANORMAL.pdf>. Acesso em 27 Nov 2019
  • MACHADO, Rogério B. et al. Anticoncepcionais orais combinados em regime estendido. FEMINA. Vol. 39, n.10. 471-477, 2011
  • FATHIZADEH, Nahid et al. Evaluating the effect of magnesium and magnesium plus vitamin B6 supplement on the severity of premenstrual syndrome. Iran J Nurs Midwifery Res. 401-405, 2010
  • ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE. Planejamento familiar. 2007. Disponível em: <https://apps.who.int/iris/bitstream/handle/10665/44028/9780978856304_por.pdf;jsessionid=6B409E79AF88562D82ED47395B6878C5?sequence=6>. Acesso em 27 Nov 2019
  • BORGES, Juliana et al. ABLAÇÃO ENDOMETRIAL EM CONTRASTE À HISTERECTOMIA NO CONTEXTO DO SANGRAMENTO UTERINO ANORMAL. Brazilian Journal of Surgery and Clinical Research. 20. 1; 164-168, 2017
  • CENTRO HOSPITALAR DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA. Histerectomia. 2017. Disponível em: <https://www.chuc.min-saude.pt/media/Ginecologia/5._Publicacao_Histerectomia.pdf>. Acesso em 19 Fev 2021
  • MINISTÉRIO DA SAÚDE. CONSENTIMENTO INFORMADO, LIVRE E ESCLARECIDO PARA COLOCAÇÃO DE IMPLANTE CONTRACEPTIVO. Disponível em: <http://www.arsnorte.min-saude.pt/wp-content/uploads/sites/3/2018/01/Cons_Inform_Implante.pdf>. Acesso em 19 Fev 2021
  • ASSOCIAÇÃO PARA O PLANEAMENTO DA FAMÍLIA. Contraceção hormonal injetável. Disponível em: <http://www.apf.pt/metodos-contracetivos/contracecao-hormonal-injetavel>. Acesso em 19 Fev 2021
  • ASSOCIAÇÃO PARA O PLANEAMENTO DA FAMÍLIA. Métodos hormonais. 2016. Disponível em: <http://www.apf.pt/sites/default/files/media/2016/tabela_metodos_hormonais.pdf>. Acesso em 19 Fev 2021
  • ASSOCIAÇÃO PARA O PLANEAMENTO DA FAMÍLIA. Dispositivo intrauterino e Sistema intrauterino. Disponível em: <http://www.apf.pt/metodos-contracetivos/dispositivo-intrauterino-e-sistema-intrauterino>. Acesso em 19 Fev 2021
  • HTTPS://HELLOCLUE.COM/PT/ARTIGOS/SEXO/COMO-CADA-METODO-ANTICONCEPCIONAL-HORMONAL-AFETA-A-SUA-MENSTRUACAO. Como cada método anticoncepcional hormonal afeta a sua menstruação. . Acesso em 19 Fev 2021
  • FERREIRA, Laura; D'AVILA, Adelaide; SAFATLE, Giselle. O uso da pílula anticoncepcional e as alterações das principais vias metabólicas. Femina. 47. 7; 426-432, 2019
  • DGS. CONTRACEPÇÃO HORMONAL ORAL. Disponível em: <https://www.saudereprodutiva.dgs.pt/publicacoes/planeamento-familiar--contracepcao/contracepcao-hormonal-oral-contraceptivo-oral-combinado-coc-contraceptivo-oral-com-progestagenio-poc-pdf.aspx>. Acesso em 19 Fev 2021
  • MINISTÉRIO DA SAÚDE. Consentimento informado, livre e esclarecido para a colocação de DISPOSITIVO INTRA-UTERINO com LEVONOGESTREL (DIUL). Disponível em: <http://www.arsnorte.min-saude.pt/wp-content/uploads/sites/3/2018/01/Cons_Inform_DIUL_Hormonal.pdf>. Acesso em 19 Fev 2021
  • BAYER. Primosiston. Disponível em: <https://img.drogasil.com.br/raiadrogasil_bula/Primosiston-Bayer.pdf>. Acesso em 19 Fev 2021
Mais sobre este assunto:

Carregando
...