O que você precisa saber?

Exercícios para incontinência urinária

Os exercícios para incontinência urinária, podem ser os exercícios de Kegel ou os exercícios hipopressivos, que são uma excelente forma de fortalecer os músculos do assoalho pélvico, ajudando no tratamento da incontinência urinária e melhorando também a função dos esfíncteres da uretra.

O sucesso dos exercícios dependem da técnica apropriada e da adesão do indivíduo à sua execução regular. Isso quer dizer que os exercícios devem ser realizados de forma correta, várias vezes ao dia e todos os dias até à completa resolução do problema.

Estes exercícios podem ser realizados no caso de incontinência urinária feminina ou masculina.

Como fazer os exercícios de Kegel

Para fazer os exercícios de Kegel de forma correta, primeiro identifique o músculo do períneo:

1. Esvazie a bexiga e depois tente segurar a urina.

2. Agora que já sabe qual o músculo a contrair, mantenha a contração deste músculo, conte até 10 e depois relaxe durante 15 segundos, como mostra a imagem.

Exercícios para incontinência urinária

Faça 10 exercícios seguidos, 3 vezes ao dia, de manhã, à tarde e à noite. Este exercício pode ser realizado na posição de sentado, deitado ou em pé, mas para iniciar é mais fácil começar estando deitado.

Como fazer a ginástica hipopressiva

Para fazer a ginástica hipopressiva para tratar a perda involuntária de urina deve-se:

1. Deitar de barriga para cima com os joelhos dobrados e os braços ao longo do corpo. A seguir deve-se esvaziar completamente os pulmões, fazendo uma expiração forçada até que o abdômen comece a contrair sozinho.

2. Após eliminar todo o ar deve-se 'sugar' a barriga para dentro, como se quisesse encostar o umbigo nas costas e manter esta posição sem respirar durante 10 a 30 segundos ou pelo tempo máximo que conseguir ficar sem respirar.

Durante esta 'sucção' da barriga, deve-se contrair também os músculos do períneo, elevando ao máximo todos os órgãos para dentro e para cima, como se quisesse que todos ficassem guardados atrás das costelas.

É importante que estes exercícios sejam sempre realizado com a bexiga vazia para evitar a cistite, uma inflamação da bexiga pelo acúmulo de microrganismos em seu interior. O objectivo destes exercícios são restaurar o tônus e a força muscular do períneo e de todo o pavimento pélvico, impedindo a perda de urina, melhorando até mesmo o contato íntimo.

Quanto tempo demora para ter efeito?

O tempo que estes exercícios demoram para ter efeito dependem da gravidade do quadro, isto é, da quantidade de urina que se perde. Entretanto, nos casos mais graves, quando os exercícios são realizados corretamente, e no mínimo 3 vezes por dia, os resultados podem ser percebidos após 3 meses e após cerca de 1 ano dá-se a resolução completa do caso.

Nos casos mais simples, onde a perda involuntária de urina é pouca, os resultados podem ser percebidos mais rapidamente.

Veja outras formas de tratar:

Mais sobre este assunto:
Carregando
...