Pompoarismo masculino: o que é, benefícios e como fazer

julho 2022

O pompoarismo masculino é uma técnica em que se realizam exercícios para fortalecimento dos músculos do assoalho pélvico, o músculo pubococcígeo e cremaster, e o esfíncter anal, prevenindo e combatendo a incontinência urinária ou fecal e também as hemorroidas, sendo normalmente indicada para bexiga hiperativa ou após cirurgia na próstata ou pélvica.

Além disso, essa técnica, também conhecida como exercícios de Kegel, também pode ajudar a melhorar a resistência e o desempenho durante o contato íntimo, combater a ejaculação precoce ou a disfunção erétil.

Os exercícios do pompoarismo masculino podem ser feitos diariamente, de preferência com orientação do fisioterapeuta, que pode avaliar a musculatura e indicar os melhores exercícios de forma individualizada.

Quando é indicado

O pompoarismo masculino é indicado quando os músculos do assoalho pélvico estão enfraquecidos, o que pode ocorrer devido ao envelhecimento natural do corpo ou por situações como:

  • Cirurgia da próstata;
  • Trauma ou cirurgia pélvica;
  • Cirurgia da bexiga;
  • Bexiga hiperativa;
  • Excesso de peso ou obesidade;
  • Diabetes;
  • Prisão de ventre crônica;
  • Tosse crônica;
  • Sedentarismo;
  • Levantamento de objetos pesados;
  • Exercícios físicos de alto impacto;
  • Lesões na medula espinhal.

A musculatura do assoalho pélvico é responsável por dar sustentação à bexiga, próstata e reto, sendo que quando está enfraquecida pode causar esvaziamento incompleto da bexiga ao urinar, incontinência urinária ou fecal, por exemplo. Veja outras causas e como é feito o tratamento da incontinência urinária masculina.

Benefícios do pompoarismo masculino

Os principais benefícios do pompoarismo masculino são:

  1. Melhorar o controle da bexiga e do intestino;
  2. Combater a perda involuntária de urina;
  3. Ajudar a esvaziar a bexiga completamente ao urinar;
  4. Combater a ejaculação precoce;
  5. Aumentar a pressão sanguínea dentro do pênis, potencializando a ereção;
  6. Combater a disfunção erétil;
  7. Aumentar o tempo da ejaculação;
  8. Melhorar a saúde da próstata;
  9. Melhorar o controle das fezes;
  10. Aumentar a sensibilidade da região íntima;
  11. Melhorar a relação sexual.

O pompoarismo masculino melhora a tensão do músculo pubococcígeo, eleva os testículos, e também reforça o músculo cremáster e o esfíncter anal e, por isso, proporciona o aumento da sensibilidade da região genital e da auto-estima, promovendo o bem-estar.

Como fazer o pompoarismo masculino

Para fazer os exercícios de pompoarismo masculino, inicialmente deve-se:

  1. Identificar os músculos do assoalho pélvico, o que pode ser feito ao interromper o jato de urina ou realizar contração do esfíncter anal, como se estivesse evitando liberar gases intestinais;
  2. Contrair os músculos do assoalho pélvico por 3 a 5 segundos;
  3. Relaxar os músculos do assoalho pélvico por cerca de 3 a 5 segundos;
  4. Realizar 10 contrações e relaxamentos seguidas dos músculos do assoalho pélvico;
  5. Retomar o exercício, fazendo pelo menos 8 a 10 séries de 10 contrações/relaxamento todos os dias.

A contração deve ser realizada com força, mas inicialmente é normal que dure cerca de 1 segundo mas com a prática, a contração poderá ser mantida por mais tempo.

Os exercícios de kegel devem ser realizados pelo menos 3 a 10 vezes ao dia, todos os dias, e o número de contrações necessárias é de 300 no total. Depois de aprender a contrair o músculo corretamente, pode-se fazer as contrações em qualquer lugar, estando sentado, deitado ou de pé. No início, é mais fácil começar os exercícios de kegel deitado de lado.

Veja o passo a passo de como pode fazer este exercício neste vídeo:

Quando se pode notar resultados

Os resultados do pompoarismo masculino podem ser vistos logo no primeiro mês, mas quando o objetivo é tratar a incontinência urinária, o resultado final pode demorar de 3 meses até 1 ano para serem notados e por vezes pode ser necessário realizar outros procedimentos fisioterapêuticos.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Flávia Costa - Farmacêutica, em julho de 2022. Revisão clínica por Marcelle Pinheiro - Fisioterapeuta, em julho de 2022.

Bibliografia

  • SAYILAN, A.; OZBAS, A. The Effect of Pelvic Floor Muscle Training On Incontinence Problems After Radical Prostatectomy. Am J Mens Health. 12. 4; 1007-1015, 2018
  • URVAYLIOGLU, A. E.; et al. Effect of Kegel exercises on the prevention of urinary and fecal incontinence in patients with prostate cancer undergoing radiotherapy. Eur J Oncol Nurs. 51. 101913, 2021
Mostrar bibliografia completa
  • MYERS, C.; SMITH, M. Pelvic floor muscle training improves erectile dysfunction and premature ejaculation: a systematic review. Physiotherapy. 105. 2; 235-243, 2019
  • ROSENBAUM, T. Y. Pelvic floor involvement in male and female sexual dysfunction and the role of pelvic floor rehabilitation in treatment: a literature review. J Sex Med. 4. 1; 4-13, 2007
  • PUPPO, V.; PUPPO, G. Comprehensive review of the anatomy and physiology of male ejaculation: Premature ejaculation is not a disease. Clin Anat. 29. 11; 111-9, 2016
  • COHEN, D.; et al. The Role of Pelvic Floor Muscles in Male Sexual Dysfunction and Pelvic Pain. Sex Med Rev. 4. 1; 53-62, 2016
Revisão clínica:
Marcelle Pinheiro
Fisioterapeuta
Formada em Fisioterapia pela UNESA em 2006 com registro profissional no CREFITO- 2 nº. 170751 - F e especialista em dermatofuncional.

Tuasaude no Youtube

  • Exercícios para INCONTINÊNCIA URINÁRIA

    04:02 | 738776 visualizações