Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que fazer para evitar a enterobiose e como tratar

A enterobiose, ou oxiurose, é uma doença causada pelos vermes oxiúrus, cujo nome científico é Enterobius vermiculares, que são transmitidos pelo contato com as fezes de outras pessoas infectadas ou alimentos contaminados pelos ovos destes vermes, que eclodem dentro do intestino onde vivem e se reproduzem.

O principal sintoma é a coceira no ânus, mas também podem surgir outros como enjôos e cólicas abdominais. Para tratar esta infecção, é necessário o uso de antiparasitários como Albendazol ou Mebendazol, prescritos pelo clínico geral ou pediatra.

Larvas do verme em movimentação pelo intestino durante a noite. Larvas do verme em movimentação pelo intestino durante a noite.

Como é feita a transmissão

A contaminação pela enterebiose é feita ao ingerir os ovos dos vermes, através de alimentos contaminados, ou por colocar a mão suja na boca, sendo muito comum em crianças dos 5 aos 14 anos de idade. 

Os ovos eclodem no estômago ou no intestino, liberando as larvas, que passam a viver no intestino grosso, e atingem entre 2 e 13 milímetros de comprimento.

Assim, a duração do ciclo do verme Enterobius vermiculares dura cerca de 40 dias, e neste período, são liberados diversos ovos nas fezes para o ambiente, podendo contaminar outras pessoas. 

Principais sintomas

O sintoma mais comum da enterobiose é a coceira no ânus, principalmente durante a noite, pois é o período em que os vermes se movimentam pelo intestino e região genital. 

Além da coceira anal, que muitas vezes é intensa e atrapalha o sono, outros sintomas comuns são:

  • Enjoo;
  • Vômito;
  • Dor na barriga;
  • Cólica intestinal;
  • Pode haver sangue nas fezes.

Para diagnosticar a presença do verme desta infecção, é necessário coletar material do ânus, pois o exame de fezes comum não é útil para detectar o verme. A coleta de material, geralmente, é feita com a colagem de fita celofane adesiva, método conhecido como fita gomada, que é solicitada pelo médico.

O que fazer para evitar a enterobiose e como tratar

Como é feito o tratamento

O tratamento para enterobiose é orientado pelo médico, que prescreve medicamentos vermífugos como o Pamoato de Pirantel, Albendazol ou Mebendazol, usados em dose única para eliminar os vermes e os ovos que infectam o organismo. Ainda é possível de passar uma pomada anti-helmíntica no ânus, como tiabendazol por 5 dias, o que ajuda a potencializar o efeito do remédio.

Outra opção é a Nitazoxanida, que atinge ainda outra grande quantidade de parasitas intestinais, e é usado por 3 dias. Seja qual for o medicamento utilizado, é recomendado fazer a repetição do tratamento após 2 semanas, para a eliminação total dos ovos dos vermes.

Veja como acelerar o tratamento da oxiuríase, e quais são os sinais de melhora ou piora

Como prevenir a enterobiose

Para evitar a infecção por enterobiose, é necessário tomar precauções simples, como ter bons hábitos de higiene, cortar as unhas das crianças, evitar roer unhas, além de ferver as roupas das pessoas infectadas para impedir que seus ovos contaminem outras pessoas, pois eles podem ficar até 3 semanas no ambiente podendo infectar alguém.

Também é importante lavar as mãos sempre que for preparar alimentos, e após o uso de vaso sanitário. Desta forma, além da enterobiose, diversas outras infecções por vermes, amebas e bactérias podem ser evitadas. Saiba como deve lavar as mãos corretamente para evitar doenças

Mais sobre este assunto:


Carregando
...