Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Tipos de Infecção vaginal e como identificar

A infecção vaginal surge quando o órgão genital feminino é infectado por algum tipo de microrganismo, podendo ser bactérias, parasitas, vírus ou fungos, por exemplo, sendo os fungos da espécie Candida sp. mais frequentemente relacionados com a infecção na vagina.

Geralmente, a infecção vaginal provoca sintomas como coceira intensa na região íntima, vermelhidão, corrimento esbranquiçado e cheiro fétido, por exemplo, e algumas infecções mais comuns incluem:

  • Candidíase;
  • Vaginose bacteriana;
  • Tricomoníase;
  • Herpes genital;
  • HPV;
  • Clamídia;
  • Gonorréia;
  • Sífilis.

Estas infecções costumam ser transmitidas pelo contato íntimo, entretanto, a candidíase pode surgir em caso de alterações do pH vaginal e da flora bacteriana, comum em mulheres que passam por um processo de queda da imunidade ou estresse. Veja como identificar e tratar as infecções genitais mais comuns.

A infecção vaginal tem cura e o seu tratamento deve ser orientado por um ginecologista, pois é necessário identificar qual o organismo que está provocando a infecção e qual o remédio mais adequado para eliminá-lo.

Tipos de Infecção vaginal e como identificar

Principais sintomas

Os sintomas variam de acordo com o agente causador, mas alguns sinais e sintomas típicos são:

  • Dor ou ardor ao urinar;
  • Dor durante as relações;
  • Coceira na região íntima;
  • Corrimento com ou sem mal cheiro;
  • Feridas, úlceras ou verrugas na região íntima
  • Vermelhidão de toda a área afetada;
  • Dor no baixo ventre.

Estes sintomas podem aparecem de forma isolada ou associados, sendo comum que a mulher apresente pelo menos 2 destes sintomas. Além disso, é importante lembrar que outras doenças podem causar alguns dos sintomas, como dor na barriga ou durante a relação, por exemplo, sendo que a principal forma de identificar e confirmar que se trata de uma infecção genital é através da consulta com o ginecologista, que poderá fazer uma avaliação minuciosa e solicitar exames, se necessário.

Assim, outras alterações como alergias ou alterações hormonais também podem causar estes sintomas. Confira mais sobre estas e outras possíveis causas de inflamação na vagina.

Como é feito o tratamento

O tratamento para a infecção dos órgãos genitais é feito com o objetivo de eliminar o microrganismo causador, sendo indicado pelo médico de acordo com o agente infeccioso e sintomas apresentados pela mulher.

Tipos de Infecção vaginal e como identificar

1. Tratamento com remédios

O tratamento para infecção vaginal causada por fungos normalmente é feito com o uso de antifúngicos, como Clotrimazol ou Miconazol, sob a forma de pomada ou comprimidos vaginais que devem ser aplicados até 3 dias ou em uma só aplicação, de acordo com a recomendação do médico, para combater os fungos.

No entanto, quando a infecção é provocada por outro tipo de microrganismos, como bactérias, o médico pode prescrever o uso de antibióticos orais ou de aplicação vaginal, como Clindamicina ou Metronidazol, por exemplo, para eliminar a bactérias e aliviar os sintomas. Já em caso de verrugas genitais causadas pelo HPV, também está indicado um procedimento de cauterização das lesões. Além disso, é recomendado utilizar sempre camisinha durante o contato íntimo pois existe chance de passar o microrganismo para o parceiro e depois voltar a ficar infectada após o tratamento.

2. Opções caseiras

Uma ótima opção caseira para complementar o tratamento das infecções vaginais é o chá de aroeira, em forma de lavagens genitais e em forma de chá, pois ajuda a reequilibrar a flora vaginal e prevenir infecções como a vaginose bacteriana.  Confira a receita e como usar em remédio caseiro para infecção vaginal. É importante lembrar que os remédios caseiros não excluem a necessidade da fazer a avaliação médica e seguir as orientações.

Durante o tratamento da infecção genital, é recomendado beber muito líquido ao longo do dia, evitar o consumo excessivo de álcool, açúcar e alimentos com gordura.

Além disso, outra dica importante que ajuda a reforçar o sistema imune e a evitar infecções vaginais consiste em ingerir cerca de 1,5 litros de água por dia e dar preferência para verduras, legumes e frutas.

Como evitar infecções vaginais

Alguns cuidados que ajudam a evitar o desenvolvimento de infecções vaginais incluem:

  • Utilizar roupa íntima de algodão e pouco apertada;
  • Evitar utilizar calças muito apertadas;
  • Evitar o uso excessivo de duchas íntimas;
  • Manter a região íntima sempre limpa e seca.

É importante lembrar que a principal forma de evitar qualquer infecção vaginal é com o uso de preservativos, tanto masculino quanto feminino. 

Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar