Dor no pulso (punho): 10 causas e o que fazer

Revisão médica: Dr. Francisco Couto Valente
Ortopedista
março 2022

A dor no pulso (ou punho) pode surgir devido a uma inflamação dos tendões ou da bursa na região do pulso, como no caso da tendinite ou bursite, mas também pode surgir devido a compressão dos nervos local, ou até mesmo devido a outras condições de saúde, como reumatóide ou gota, por exemplo. 

Dependendo da sua causa, a dor no pulso pode ser acompanhada de outros sintomas, como inchaço no pulso, mudança de cor ou rigidez da articulação, o que pode dificultar as atividades do dia a dia. 

Na presença de dor no pulso ou no punho, é importante sempre consultar o ortopedista, para avaliar as características da dor, o que pode ter causado, e se está acompanhada de outros sintomas e, dessa forma, ser diagnosticado e iniciado o tratamento mais adequado, que pode ser feito com a aplicação de compressas frias, remédios anti-inflamatórios, ou até cirurgia.

As principais causas de dor no pulso (ou punho) são:

1. Tendinite

A tendinite no pulso ou punho é uma inflamação que ocorre no tendão que é a parte final do músculo que se liga ao osso, causando dor ao movimentar o pulso, inchaço no punho ou dificuldade para movimentar a mão. 

Geralmente, a tendinite no punho ocorre devido a algum atrito no tendão, movimentos repetitivos, como no caso de pessoas que trabalham com digitação no computador ou que realizam trabalhos domésticos com frequência, como limpar a casa ou lavar as louças, por exemplo. Além disso, a tendinite no pulso pode ocorrer devido a artrite ou até mesmo por um enrijecimento do tendão que é normal do envelhecimento do corpo.

O que fazer: a partir do diagnóstico, deve-se fazer uma tratamento direcionado, repousar a articulação, evitando esforços repetitivos, para reduzir a inflamação do tendão e, assim, aliviar a dor e o desconforto. Além disso, pode-se colocar uma bolsa de gelo no punho por 20 minutos, diariamente, 2 vezes por dia. Em alguns casos, o médico pode recomendar fisioterapia, principalmente quando a inflamação é frequente e não passa ao longo do tempo, ou até uso de remédios anti-inflamatórios ou cirurgia. Veja mais detalhes sobre o tratamento da tendinite.

2. Bursite

A dor no pulso ou punho também pode ser causada por bursite, que é uma inflamação da bursa, uma pequena bolsa cheia de líquido que serve como um amortecedor entre os ossos, tendões e músculos, evitando o contato com estas estruturas que poderiam ser danificadas pelo atrito constante. 

A bursite no punho pode ocorrer devido a algum trauma na articulação do pulso, artrite reumatóide, gota ou doença da tireóide, fazendo com que ocorra um acúmulo de líquido na bursa que fica ferida ou irritada.

O que fazer: o tratamento da bursite no pulso deve ser orientado pelo ortopedista para reduzir a inflamação da bursa, podendo ser indicado o uso de remédios analgésicos ou anti-inflamatórios, fisioterapia, injeção de corticóide na articulação do punho ou até cirurgia. Além disso, para complementar o tratamento médico, pode-se colocar uma bolsa de gelo sobre a o pulso, deixando-a atuar por cerca de 20 minutos, 1 ou 2 vezes ao dia.

3. Cisto sinovial

O cisto sinovial é um tipo de nódulo arredondado e mole, semelhante a um caroço, que pode surgir próximo a uma articulação do pulso, e causar dor junto da articulação do punho, formigamento constante ou falta de força.

Geralmente, esse cisto é causado por realização de movimentos repetitivos ou pequenas lesões frequentes no punho, resultando na saída do líquido sinovial da articulação e formação de um nódulo. 

O que fazer: o cisto sinovial no pulso quando pequeno geralmente desaparece sozinho não necessitando de tratamento. No entanto, quando o cisto é grande ou provoca dor ou diminuição da força, deve-se consultar o ortopedista que pode indicar o uso de remédio anti-inflamatórios e, em alguns casos, a punção do líquido do cisto feita pelo médico, com anestesia local. Veja outras opções de tratamento do cisto sinovial

4. Síndrome do túnel do carpo

A síndrome do túnel do carpo acontece principalmente como consequência de movimentos repetitivos e surge devido à compressão do nervo que passa pelo punho e inerva para a palma da mão, o que resulta em dor no pulso, formigamento da mão e alteração da sensibilidade.

O que fazer: o tratamento da síndrome do túnel do carpo deve ser orientado pelo ortopedista e pode ser feito com o uso de compressas geladas, imobilizadores, uso de remédios anti-inflamatórios e fisioterapia. Em caso de não melhorar a cirurgia pode ser indicada. É importante é fazer diagnóstico precoce. 

Assista ao vídeo a seguir com a fisioterapeuta Marcelle Pinheiro com exercícios de fisioterapia para aliviar a dor no pulso causada pela síndrome do túnel do carpo:

5. Entorse

A entorse do punho é também uma das causas de dor no pulso, podendo acontecer ao levantar pesos na academia, carregar uma sacola pesada ou ao praticar jiu-jitsu ou outro esporte de contato físico. 

Além da dor no pulso, é possível também notar inchaço na mão que surge após algumas horas depois da lesão.

O que fazer: a entorse do punho é bastante desconfortável e, por isso, é recomendado consultar o ortopedista para que seja feito exame de imagem para confirmar a entorse e, assim, ser indicado o melhor tratamento, que normalmente é feito com imobilização do pulso e repouso.

6. Artrite reumatoide

A artrite reumatoide é uma doença inflamatória autoimune que tem como principal sintoma a dor intensa e inchaço das articulações, podendo também atingir o pulso e levar à dificuldade em movimentar a punho e a mão, ou até causar deformidade nos dedos, por exemplo.

O que fazer: o tratamento da artrite reumatoide deve ser orientado pelo ortopedista ou reumatologista, de acordo com a gravidade dos sintomas, podendo ser indicado o uso de remédios anti-inflamatórios, corticóides, imunossupressores ou agentes biológicos, além de sessões de fisioterapia. Veja todos os remédios que podem ser indicados para o tratamento da artrite reumatóide

7. Fratura

As fraturas correspondem à perda da continuidade do osso e podem acontecer devido a quedas ou pancadas que podem acontecer durante a prática de atividade física, por exemplo, como ginástica, boxe, vôlei ou boxe. Assim, quando há fratura no punho, é possível sentir dor intensa no pulso, inchaço no local e alteração da cor do local.

O que fazer: é importante que a pessoa vá ao ortopedista para que seja feito um exame de raio X que permita verificar se houve ou não fratura do osso. Caso seja confirmada a fratura, pode ser necessária a imobilização, que normalmente é feita com gesso.

8. "Pulso aberto"

O "pulso aberto" é a instabilidade carpal e pode surgir em adolescentes ou adultos, causando a sensação de punho dolorido quando a palma da mão está virada para baixo, com uma sensação de que o pulso está aberto, sendo necessário usar algo como uma "munhequeira".

O que fazer: é recomendado consultar um ortopedista, pois assim é possível realizar um raio X, e verificar um aumento da distância entre os ossos, que ainda que tenha menos de 1 mm pode causar desconforto, dor e estalido no punho.

9. Tenossinovite de Quervain

A tenossinovite de Quervain é uma inflamação dos tendões que estão localizados na base do dedo polegar, podendo causar no no punho, dor que piora ao movimentar o polegar ou ao realizar movimentos repetitivos, enrijecimento do local ou dificuldade para segurar algum objeto.

A tenossinovite de Quervain pode surgir devido à realização de atividades repetitivas, principalmente que exigem esforço do polegar, como passar muitas horas jogando videogame com o joystick ou no telefone celular, por exemplo. Veja outras causas da síndrome de Quervain.  

O que fazer: o tratamento para a síndrome de Quervain deve ser indicado pelo ortopedista de acordo com os sintomas apresentados, podendo ser necessária a imobilização do polegar e o uso de anti-inflamatórios para aliviar os sintomas. 

10. Doença de Kienbock

A doença de Kienbock é uma a necrose de um dos pequenos ossos que formam o punho, que ocorre quando o osso não recebe quantidade suficiente de sangue, o que faz com que comece a deteriorar e leve ao surgimento de sintomas, como dor constante no pulso e dificuldade para movimentar ou fechar a mão.

Essa doença pode ocorrer devido a má vascularização do osso semilunar no punho provocando dor e, geralmente, está associado a traumas, irregularidades nos ossos do antebraço que podem pressionar o pulso, ou até por doenças como lúpus ou anemia falciforme, por exemplo.

O que fazer: a dor no pulso provocada pela doença de Kienbock muitas vezes é confundida com a síndrome do túnel do carpo e, por isso, é aconselhado consultar um ortopedista para confirmar o diagnóstico e iniciar o tratamento adequado, que pode ser feito com imobilização por cerca de 6 semanas ou, em alguns casos, cirurgia para ajustar a posição dos ossos.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Equipe Editorial do Tua Saúde, em março de 2022. Revisão médica por Dr. Francisco Couto Valente - Ortopedista, em março de 2022.

Bibliografia

  • LAULAN, J.; et al. Wrist osteoarthritis. Orthop Traumatol Surg Res. 101. 1 Suppl; S1-9, 2015
  • BAY, C. O. A.; et al. Nonspecific wrist pain in pediatric patients: A systematic review. J Orthop. 22. 308-315, 2020
Mostrar bibliografia completa
  • ALLBROOK, V. 'The side of my wrist hurts': De Quervain's tenosynovitis. Aust J Gen Pract. 11. 753-756, 48
  • PRASAD, G.; BHALLI, M. J. Assessing wrist pain: a simple guide. Br J Hosp Med (Lond). 81. 5; 1-7, 2020
  • DaSILVA, M. F.; et al. Evaluation of Ulnar-sided Wrist Pain. J Am Acad Orthop Surg. 25. 8; e150-e156, 2017
Ortopedista
Médico ortopedista formado pela Faculdade Souza Marques em 2011, com CRM.RJ 52.92679-5 e Membro da Sociedade Brasileira de Ortopedia.

Tuasaude no Youtube

  • SÍNDROME DO TÚNEL DO CARPO: como aliviar a dor no punho

    05:09 | 608574 visualizações
  • O fim da TENDINITE em 7 minutos | Tati & Marcelle

    07:23 | 1461480 visualizações