Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Tratamento para tendinite: remédios, fisioterapia e cirurgia

O tratamento para tendinite pode ser feito apenas com o descanso da articulação afetada e aplicação de compressa de gelo por cerca de 20 minutos 3 a 4 vezes por dia. No entanto, caso não melhore depois de alguns dias, é importante consultar o ortopedista para que seja feita uma avaliação completa e possa ser indicado o uso de remédios anti-inflamatórios ou analgésicos e a imobilização, por exemplo.

Em alguns casos, pode ser necessário também fazer fisioterapia, que pode utilizar recursos como ultrassom, exercícios ou massagem para tratar a inflamação do tendão. Nos casos mais graves, quando não melhora com o tratamento indicado e fisioterapia ou quando há rompimento do tendão, pode ser recomendada a realização de cirurgia.

Tratamento para tendinite: remédios, fisioterapia e cirurgia

1. Tratamento caseiro

Um bom tratamento caseiro para a tendinite são as compressas de gelo, pois ajudam a aliviar a dor e a inflamação. Para fazer as compressas de gelo, basta envolver algumas pedrinhas de gelo numa toalha fina, ou fralda, fazendo uma trouxinha e deixá-la repousar em cima do local afetado por até 20 minutos seguidos.

Inicialmente, isto pode causar algum desconforto, mas este deve passar em aproximadamente 5 minutos. Este procedimento pode ser realizado cerca de 3 a 4 vezes ao dia na fase inicial do tratamento, nos primeiros dias, e 1 ou 2 vezes ao dia quando os sintomas diminuírem. Confira algumas opções de remédio caseiro para tendinite.

2. Remédios

O médico ortopedista poderá receitar o uso de medicamentos para tomar em forma de comprimidos ou para passar no local da dor, em forma de creme, pomada ou gel, que devem ser usados de acordo com a recomendação do médico e que têm como objetivo aliviar a dor e a inflamação. 

Alguns dos medicamentos que podem ser indicados são Ibuprofeno, Naproxena, Paracetamol, Cataflan, Voltaren e Calminex, por exemplo. Os comprimidos anti-inflamatórios não devem ser usados por mais de 10 dias e sempre antes de tomar cada comprimido é importante tomar também um protetor gástrico como Ranitidina ou Omeprazol para proteger as paredes do estômago, evitando assim a gastrite causada pelos remédios.

No caso das pomadas, cremes ou géis, o médico pode recomendar a aplicação 3 a 4 vezes ao dia no local exato da dor, com uma ligeira massagem, até que a pele absorva completamente o produto. 

3. Imobilização

Nem sempre é indicado imobilizar o membro afetado, já que na maioria dos casos basta fazer repouso e evitar forçar muito a articulação. No entanto a imobilização pode ser necessária em algumas situações, como:

  • Existe aumento da sensibilidade no local;
  • A dor acontece apenas durante a realização de uma atividade, interferindo no trabalho, por exemplo;
  • Existe inchaço no local;
  • Fraqueza muscular.

Assim, usar uma tala para imobilizar a articulação dolorida pode ajudar a diminuir os movimentos, contribuindo para aliviar a dor e a inflamação. No entanto, o uso da tala por tempo prolongado ou frequentemente pode fragilizar os músculos, o que contribui para piora da tendinite.

Tratamento para tendinite: remédios, fisioterapia e cirurgia

4. Fisioterapia

O tratamento fisioterapêutico para tendinite pode ser feito através de recursos, como ultrassom ou bolsas de gelo, massagens e exercícios de alongamento e fortalecimento muscular para aliviar a dor e a inflamação do tendão afetado e para manter o movimento e a força dos músculos afetados.

O ultrassom pode ser realizado usando o gel próprio para esse equipamento ou com uma mistura deste gel com o gel anti-inflamatório como o Voltaren. No entanto, nem todas as pomadas podem ser usadas dessa forma, porque podem impedir a penetração das ondas do ultrassom não tendo qualquer efeito.

As sessões de fisioterapia podem ser realizadas diariamente, 5 vezes por semana, ou de acordo com a disponibilidade da pessoa. No entanto, quanto mais próxima for uma sessão da outra, melhores serão os resultados devido ao efeito acumulativo.

5. Cirurgia para tendinite

A cirurgia para tendinite é indicada quando os outros tratamentos não foram eficazes ou quando há rompimento do tendão ou deposição de cristais de cálcio no local, sendo então necessário fazer uma raspagem ou costurar o tendão, após o seu rompimento.

A cirurgia é relativamente simples e a recuperação não é muito demorada. A pessoa deve ficar cerca de 5 a 8 dias com uma tala após a cirurgia e após a liberação do médico, a pessoa pode voltar a fazer mais algumas sessões de fisioterapia para se recuperar completamente.

Como evitar que a tendinite volte

Para evitar o retorno da tendinite é importante descobrir qual foi a sua causa. As causas variam entre movimentos repetitivos durante o dia, como digitar no teclado do computador ou no celular várias vezes ao dia, e segurar uma sacola muito pesada durante mais de 20 minutos, por exemplo. Esse tipo de esforço excessivo de uma só vez ou as lesões constantes causadas pelos movimentos repetitivos, levam à inflamação do tendão e consequentemente, dor localizada perto da articulação.

Assim, para curar a tendinite e não permitir que ela volte a aparecer deve-se evitar estas situações, fazendo pausas no trabalho e evitando excesso de atividade física, por exemplo. Para quem trabalha sentado, a boa postura no trabalho também é importante para evitar que as contraturas musculares e sobrecargas nas articulações.

Confira mais dicas para aliviar a tendinite no vídeo a seguir:

Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Publicidade
Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem