O que pode causar dor na mama no homem (e o que fazer)

Revisão médica: Drª. Sheila Sedicias
Ginecologista
abril 2022

A dor na mama nos homens acontece principalmente devido a pancadas na região, como consequência da prática de uma atividade física ou devido à fricção do mamilo com a camisa, por exemplo.

Apesar de normalmente não ser indicativo de gravidade, é importante que sejam investigadas as causas de dor na mama masculina, pois pode ser indicativo de fibroadenoma ou cistos na mama, que podem ser benignos ou malignos, sendo importante que seja realizada uma biópsia do tecido mamário para que sejam avaliadas as características das células.

Apesar das causas graves de dor na mama, como o câncer, por exemplo, serem mais raros nos homens, aqueles que possuem histórico na família devem fazer auto-exame das mamas a cada 3 meses pelo menos para verificar a presença de inchaço e caroços. Conheça mais sobre o câncer de mama nos homens.

As principais causas de dor na mama nos homens são:

1. Lesões na mama

As lesões ou pancadas na mama, que podem acontecer durante a prática de atividade física ou no trabalho, podem provocar dor de intensidade variável dependendo da gravidade da lesão, que pode atingir, em alguns casos, o músculo e as costelas.

O que fazer: no caso da pancada não ter sido grave, é recomendada a aplicação de uma compressa fria para diminuir a inflamação e a dor. No entanto, no caso de dor intensa e que impede o movimento do braço ou dificulte a respiração, é recomendado consultar o médico para que seja feita uma avaliação do local e seja indicado o tratamento mais adequado.

2. Mamilo de corredor

O mamilo de corredor é uma situação que acontece devido ao atrito do peito com a camisa durante a prática da corrida, o que pode resultar em irritação local, dor e sangramento.

O que fazer: caso o exercício seja praticado por várias horas, é possível optar por colocar um adesivo feito de algodão, que pode ser encontrado nas farmácias, no mamilo ou utilizar um top de corrida ou uma camisa mais justa, já que assim é possível evitar a fricção constante.

3. Mastite

A mastite é a inflamação dolorosa das mama, levando a sintomas como dor, inchaço e vermelhidão local, podendo ser acompanhada ou não por uma infecção e, nesse caso, haver febre e calafrios, sendo raro de acontecer em homens.

O que fazer: é indicado que o clínico geral seja consultado para que o tratamento seja orientado, que pode envolver o uso de medicamentos para aliviar os sintomas, como analgésicos e anti-inflamatórios. No entanto, no caso de ser verificada uma infecção, o médico também pode indicar o uso de antibióticos.

4. Cisto na mama

Apesar de ser mais comum em mulheres, o cisto na mama também pode aparecer em homens e é caracterizado por dor ao pressionar o tecido mamário e a presença de uma pequeno caroço nesse local. O risco de desenvolver câncer a partir dessa alteração é muito baixa, no entanto é recomendado que o médico seja sempre consultado.

O que fazer: o cisto na mama deve ser avaliado pelo médico, que poderá indicar a realização de biópsia para avaliar as características do cisto e, assim, ser indicado o melhor tratamento.

5. Ginecomastia

A ginecomastia corresponde ao crescimento das mamas nos homens devido ao aumento da glândula mamária, excesso de peso ou doenças endócrinas, por exemplo. A ginecomastia pode afetas uma ou as duas mamas e ter como sintomas dor e sensibilidade na região. Conheça mais sobre a ginecomastia.

O que fazer: o crescimento das mamas nos homens não é um processo fisiológico normal no homem e, por isso, caso seja notado o seu aumento, é recomendado consultar o clínico geral ou o endocrinologista para que sejam realizados exames laboratoriais, para avaliar os níveis dos hormônios, e de imagem com o objetivo de descartar outras causas.

6. Fibroadenoma

O fibroadenoma é um tumor benigno da mama que não vira câncer, porém, dependendo do tipo, pode aumentar ligeiramente o risco de desenvolvimento de câncer de mama no futuro. Apesar disso, o fibroadenoma é um tumor muito raro em homens. Veja mais detalhes do fibroadenoma.

O que fazer: caso seja notado um pequeno caroço na região mamária, é indicado que o médico seja consultado para que seja feita uma avaliação clínica e sejam indicados exames de imagem, como o ultrassom, para confirmar o diagnóstico e iniciar o tratamento.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Equipe Editorial do Tua Saúde, em abril de 2022. Revisão médica por Drª. Sheila Sedicias - Ginecologista, em fevereiro de 2020.
Revisão médica:
Drª. Sheila Sedicias
Ginecologista
Médica mastologista e ginecologista formada pela Universidade Federal de Pernambuco, em 2008 com registro profissional no CRM PE 17459.