Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que pode ser a Dor do lado direito da barriga

A dor do lado direito da barriga nem sempre é grave, podendo indicar simplesmente excesso de gases, mas em certos casos pode ser uma alteração mais preocupante como apendicite ou pedra na vesícula, por exemplo. Assim, se apresentar esse sintoma deve-se observar suas características como se existe algum outro sintoma, quando eles surgiram, se irradiam para outra região e o que pode agravar ou melhorar a dor, para poder informar o médico do que está sentindo.

Para identificar a causa, o médico poderá apenas avaliar os sintomas, observar a região e palpar a área dolorida, e em caso de dúvida poderá pedir exames como ultrassonografia, ou tomografia computadorizada, por exemplo, para encontrar alterações e decidir sobre o tratamento.

Sinais de alerta para ir ao hospital 

Os sinais de alerta que indicam a necessidade de ter que ir para o hospital são:

  • Dor abdominal que surge de repente e é forte, localizada ou que vai piorando aos poucos;
  • Se houver febre, ou dificuldade para respirar;
  • Se houver pressão alta, taquicardia, suor frio ou mal-estar.
O que pode ser a Dor do lado direito da barriga

8 causas comuns de Dor no lado direito da barriga 

1. Gases

A dor abdominal no lado direto pode ser simplesmente a distensão do intestino por gases, uma situação comum que pode afetar pessoas de todas as idades, desde bebês até idosos. Normalmente essa dor é forte, em forma de pontadas e surge depois de uma refeição. Esse sintoma é muito comum durante a gravidez, especialmente no final da gestação, e também em pessoas com prisão de ventre ou outras alterações do ritmo intestinal.

  • Outros sintomas: Dor forte em forma de pontada, sensação de barriga inchada, perda do apetite, sensação de peso no estômago. A dor pode ser persistente, pode piorar em alguns momentos, mas nunca desaparece completamente. 
  • O que fazer: É recomendado regularizar o funcionamento intestinal e facilitar a digestão com o consumo de alimentos ricos em fibras e beber bastante água, entretanto, em alguns casos, pode ser necessário o consumo de medicamentos laxantes, como lactulona, hidróxido de magnésio, ou bisacodil, por exemplo, recomendados pelo médico. Saiba algumas dicas de como pode combater os gases nesse vídeo:

2. Intestino irritável

Pessoas com síndrome do intestino irritável podem apresentar desconforto ou dor localizada no abdômen, que pode ser constante ou que vai e volta, como cólicas. A dor costuma aliviar pela defecação. 

  • Outros sintomas: Além da dor abdominal, podem estar presentes diarreia, prisão de ventre, sensação de inchaço abdominal e gases. Não se sabe a causa exata desta doença, que é mais comum em pessoas com ansiedade, depressão ou transtornos psicológicos.
  • O que fazer: Deve-se ir ao médico para investigar o que está causando a dor, excluindo outras causas, e iniciar o tratamento. O médico pode pedir mais detalhes de como a dor se manifesta, sua intensidade e como são as fezes. Além do uso de remédios como Hioscina, para combater as cólicas, é recomendado ajustes na dieta, como comer em pouca quantidade, de forma lenta e evitando-se alimentos como feijão, repolho e ricos em carboidratos fermentáveis. Saiba mais sobre o tratamento desta síndrome.

3. Pedra na vesícula 

A dor do lado direito da barriga também pode ser pedra na vesícula, que costuma se manifestar como uma cólica que, geralmente, se localiza do lado direto e superior do abdômen ou na região do estômago, que dura minutos a horas. Muitas vezes pode irradiar para o lado esquerdo ou para as costas, ou se manifestar somente com um desconforto ou má digestão.  

  • Outros sintomas: Em certos casos a pedra na vesícula pode causar, também, perda do apetite, náuseas e vômito. Quando as pedras provocam uma inflamação da vesícula, pode haver febre, calafrios e pele e olhas amarelados.
  • O que fazer: Depois de confirmada a pedra na vesícula através da ultrassonografia, pode ser indicada retirada da vesícula através de cirurgia por laparoscopia. Deve-se lembrar que somente a presença de pedra na vesícula que não causam sintomas não torna obrigatória a cirurgia, exceto em casos específicos, como diabéticos, pessoas com imunidade comprometida, com calcificação da vesícula ou com cálculosmuito grandes, por exemplo. Saiba como é feita a cirurgia e como é a recuperação

4. Apendicite

A apendicite causa dor do lado direito da barriga que começa com uma leve cólica em volta do umbigo ou na região do estômago. Depois de aproximadamente 6 horas a inflamação piora e a dor fica mais forte e evidente na região mais inferior, perto da virilha. 

  • Outros sintomas: Há também perda do apetite, náusea, vômito, o intestino pode ficar muito solto ou preso, e há febre baixa.
  • O que fazer: Em caso de suspeita deve-se ir ao pronto socorro porque na maioria das vezes é necessário fazer uma cirurgia para retirar o apêndice. Saiba tudo sobre a cirurgia da apendicite.
O que pode ser a Dor do lado direito da barriga

5. Hepatite Aguda

A dor abdominal no lado direito do corpo, na parte mais superior do abdômen, pode ser um dos sintomas de hepatite. Essa doença é uma inflamação do fígado que tem diversas causas, desde infecções virais e bacterianas, alcoolismo, uso de medicamentos, auto-imunidade ou doenças degenerativas. 

  • Outros sintomas: Também podem estar presentes enjôo, vômito, perda do apetite, dor de cabeça, urina escura, pele e olhos amarelados ou fezes claras. 
  • O que fazer: É preciso repouso, ingerir bastante água e evitar alimentos de difícil digestão, e medicamentos podem ser indicados pelo médico, como interferon no caso da hepatite C ou imunossupressores em caso de auto-imunidade. Veja as principais causas e como tratar a hepatite.

6. Pancreatite 

Na pancreatite a dor abdominal costuma se localizar na parte superior do abdômen e irradia para as costas e para os flancos, e pode surgir pouco tempo depois de consumir bebidas alcoólicas ou uma refeição. 

  • Outros sintomas: Além disso pode haver enjôo, vômito, febre, pressão baixa, massa palpável na região dolorida, pele amarelada, 
  • O que fazer: Em caso de suspeita deve-se ir ao pronto socorro para realizar exames como a ultrassonografia ou tomografia. O tratamento pode incluir a toma de analgésicos e antibióticos, mas por vezes a cirurgia é a melhor opção. Saiba todos os detalhes do tratamento da pancreatite.

7. Dor durante a ovulação

Algumas mulheres apresentam dor no lado do ovário em que está ovulando, também conhecida com dor do meio do ciclo. A dor não é muito forte, mas pode estar presente durante os dias da ovulação, sendo fácil perceber porque um mês está no lado direito do corpo, e no mês seguinte está no lado oposto. Essa dor pode ser causada por situações como endometriose, cisto no ovário ou gravidez ectópica, por exemplo.

  • Outros sintomas: O principal sintoma é a dor abdominal num dos lados do corpo em forma de fisgada, pontada, cãibra ou cólica, cerca de 14 dias antes da menstruação, num ciclo de 28 dias. 
  • O que fazer: Como a dor da ovulação dura apenas 1 dia, basta tomar um analgésico ou anti-inflamatório, como paracetamol ou naproxeno para alívio desse desconforto. Em caso de dúvidas, pode-se conversar com o ginecologista para confirmar esta hipótese. Saiba tudo sobre a dor na ovulação

8. Cólica renal 

A presença de pedra no rins ou na bexiga pode obstruir o fluxo de urina, o que pode provocar dor moderada a intensa, geralmente, do lado afetado e que pode irradiar para as costas ou para a genitália. 

  • Outros sintomas: Alguns sintomas que podem acompanhar a dor são náuseas, vômitos, calafrios, dor ao urinar, sangramento na urina e, em caso de infecção, febre. 
  • O que fazer: Além de ir ao pronto-socorro para que sejam feitas as avaliações clínicas e realização de exame, o médico poderá indicar, para aliviar os sintomas, remédios como anti-inflamatórios, analgésicos e anti-espasmódicos. Saiba mais ssbre o que fazer para aliviar a cólica renal.
Mais sobre este assunto:


Carregando
...