Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Síndrome do intestino irritável: Quais as opções de tratamento?

O tratamento para a síndrome do intestino irritável é feito com a combinação de remédios, alterações na alimentação e a diminuição dos níveis de estresse, que são orientados pelo gastroenterologista para aliviar os sintomas da pessoa afetada.

A síndrome do intestino irritável é caracterizada por uma alteração no funcionamento do intestino, que provoca sintomas como dor ou inchaço abdominal, diarreia, prisão de ventre e presença de muco nas fezes. Confira o que é e como saber se tem esta síndrome.

Não existe uma fórmula única para tratar esta síndrome, por isso, a melhor forma de tratamento é orientada pelo médico a depender dos tipos e intensidade dos sintomas existentes em cada pessoa:

1. Tratamento com dieta

Normalmente, o tratamento para síndrome do intestino irritável é iniciado de forma natural, isto é, fazendo alterações na alimentação como:

  • Fazer refeições regulares e em horários certos, como de 3 em 3 horas, por exemplo;
  • Evitar bebidas alcoólicas ou bebidas estimulantes, como café e energéticos;
  • Evitar alimentos com muita gordura ou açúcar, como manteiga, queijo, embutidos, bolos ou bolachas;
  • Beber, pelo menos, 2 litros de água por dia;
  • Preferir comer carne branca e vegetais;
  • Dar preferência a alimentos cozidos, grelhados ou refogados;
  • Adotar uma dieta FODMAP, que consiste na retirada de alimentos que são mal absorvidos e sofrem fermentação pela flora intestinal, causando piora dos sintomas de intestino irritável, como cenoura, beterraba, maçã, manga, massas e mel. Saiba como fazer a dieta FODMAP.

Além disso, alguns pacientes, também podem ter de excluir outros alimentos como leite e derivados da sua alimentação, caso haja algum tipo de intolerância e os sintomas piorem ou surjam após a sua ingestão.

Veja um vídeo da nossa nutricionista explicando o que comer e o que deve ser evitado na dieta para síndrome do intestino irritável:

2. Tratamento medicamentoso

Os medicamentos para tratar a síndrome do intestino irritável são aconselhados principalmente em períodos de piora dos sintomas, como forma de aliviá-los. Assim, dependendo dos sintomas apresentados o médico pode receitar:

  • Remédios anti-espasmódicos, como a Hioscina ou Escopolamina, para reduzir a dor e o desconforto abdominal, especialmente após comer;
  • Remédios antidiarreicos, como a Loperamida, para evitar ou aliviar o surgimento de diarreia;
  • Laxantes, como Lactulose ou Sulfato de magnésio, em casos de prisão de ventre para estimular o funcionamento do intestino;
  • Antidepressivos ou ansiolíticos, como Sertralina, Amitriptilina ou Lorazepam, podem ser indicados caso os sintomas da síndrome estejam associados a quadro de depressão ou ansiedade

Alguns pacientes podem ainda apresentar sintomas devido ao desenvolvimento excessivo de bactérias no intestino e, por isso, o médico pode experimentar utilizar antibióticos, como Neomicina ou Metronidazol, por exemplo, por pouco tempo para tentar reduzir a quantidade de bactérias no interior do intestino, aliviando os sintomas.

Os probióticos também podem ajudar a regularizar a flora intestinal, e, além disso, diversos outros medicamentos também têm sido testados e desenvolvidos para o alívio dos sintomas e combate deste transtorno. 

3. Psicoterapia

Sintomas psicológicos estão presentes na maioria dos pacientes com síndrome do intestino irritável, por isso, a terapia psicológica é uma importante forma de tratamento.

Ela pode ser feita na forma psicoterapia tradicional ou de terapia cognitivo comportamental, na qual o psicólogo ajuda a identificar as questões psicológicas que influenciam no surgimento do sintomas, e estimula o paciente a adaptar a resposta do organismo. 

Síndrome do intestino irritável: Quais as opções de tratamento?

4. Opções de tratamento alternativo

Além dos remédios recomendados pelo médico e das alterações na dieta, algumas terapias alternativas podem ajudar a completar o tratamento, principalmente como forma de reduzir o estresse, que é um grande desencadeador dos sintomas da doença.

Dentre eles, são incluídas terapias de meditação, relaxamento, reflexologia e a acupuntura. Além disso, o uso de algumas ervas medicinais, como a hortelã-pimenta, ajudam a reduzir as cólicas abdominais devido ao seu poder antiespasmódico natural. No entanto, o uso destas terapias não deve substituir a orientação do médico.

Veja também algumas sugestões de remédios caseiros para aliviar os sintomas.

Sinais de melhora

Os sinais de melhora da síndrome do intestino irritável são o restabelecimento do trânsito intestinal e a redução do desconforto e dor abdominal após comer, por exemplo.

Sinais de piora

Os sinais de piora da síndrome do intestino irritável são mais frequentes quando o tratamento não é feito de forma adequada, quando há piora dos períodos de estresse ou os alimentos que agravam os sintomas não são evitados, produzindo diarreia, prisão de ventre, cansaço excessivo ou desidratação, por exemplo.

Mais sobre este assunto:
Carregando
...
Fechar