Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que pode ser dor na ovulação

A dor na ovulação, também conhecida por mittelschmerz, é normal e sente-se geralmente num dos lados da região inferior do abdômen, no entanto, se a dor for muito intensa ou se se prolongar por vários dias, pode ser sinal de doenças como endometriose, gravidez ectópica ou de cistos nos ovários.

Esta dor pode ocorrer em qualquer mulher em idade fértil durante a ovulação, sendo mais frequente em mulheres que fazem tratamentos de infertilidade com remédios para induzir a ovulação, como Clomid, por exemplo. Entenda o processo de ovulação durante o ciclo menstrual.

O que pode ser dor na ovulação

Quais os sinais e sintomas

A dor na ovulação acontece cerca de 14 dias antes da menstruação, que é quando o óvulo se liberta do ovário, e é semelhante a uma pancada leve a moderada na região inferior do abdômen, acompanhada de pequenas fisgadas, câimbras ou repuxadas mais fortes, que podem ser confundidas com gases, podendo demorar apenas alguns minutos, ou mesmo 1 ou 2 dias.

A dor sente-se normalmente do lado esquerdo ou do lado direito, dependendo do ovário onde se dá a ovulação, e embora seja raro, pode ocorrer também nos dois lados ao mesmo tempo.

Além disso, a dor pode ser acompanhada de sangramento vaginal, e algumas mulheres podem também sentir enjoo, principalmente se a dor for severa. 

Possíveis causas

Ainda não se sabe ao certo o que provoca a dor na ovulação, mas acredita-se que poderá ser provocada pelo óvulo a romper o ovário, que liberta uma pequena quantidade de fluido e sangue, que irritam as regiões em torno do ovário, provocando dor na cavidade abdominal.

A dor na ovulação é relativamente comum, no entanto, se a dor for muito intensa ou se durar muito tempo, pode ser sinal de alguma condição médica como:

  • Endometriose, que é uma doença inflamatória que afeta os ovários e as trompas uterinas. Veja como engravidar com endometriose;
  • Doenças sexualmente transmissíveis como clamídia por exemplo, que pode causar inflamação e cicatrizes à volta das trompas uterinas;
  • Cistos no ovário, que são bolsas cheias de líquido que se formam dentro ou ao redor do ovário;
  • Apendicite, que consiste na inflamação do apêndice. Saiba como identificar a apendicite;
  • Gravidez ectópica, que é uma gravidez que ocorre fora do útero.

Além disso, a dor na ovulação também pode acontecer após uma cesariana ou uma cirurgia ao apêndice, devido à formação de tecido cicatricial que pode cercar os ovários e as estruturas circundantes, provocando dor.

O que pode ser dor na ovulação

O que tomar

Normalmente a dor dura no máximo 24 h, não sendo necessário fazer tratamento. No entanto, para aliviar o desconforto, podem-se tomar analgésicos como o paracetamol, ou anti-inflamatórios como o naproxeno e o ibuprofeno, mas caso a pessoa esteja a tentar engravidar, não deve tomar estes anti-inflamatórios porque podem interferir com a ovulação.

Além disso, também se pode aplicar compressas quentes na região do abdômen inferior, ou tomar um banho quente para ajudar a aliviar o desconforto, e em casos de mulheres que sentem frequentemente dor na ovulação, ela pode ser prevenida com o uso da pílula anticoncepcional, que pode ser aconselhada pelo médico.

Quando ir ao médico

Apesar da dor na ovulação ser normal, deve-se ir ao médico caso se sinta febre, dor ao urinar, vermelhidão ou queimação na pele perto do local da dor, vômitos ou dor a meio do ciclo com mais de 1 dia de duração.

O médico pode utilizar vários meios de diagnóstico para determinar quando a dor na ovulação é normal, ou causada por alguma doença, avaliando o histórico médico, realizando exames físicos e testes de sangue, avaliando amostras de muco vaginal ou realizando um ultrassom abdominal ou vaginal.

Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...