Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Como saber se tenho astigmatismo

A melhor forma para saber se tem astigmatismo é consultar um oftalmologista e fazer um exame de vista. No entanto, existe um teste caseiro fácil que pode ser utilizado em casa e que indica a possibilidade da pessoa possuir astigmatismo.

O astigmatismo é um problema de visão que faz com que o paciente tenha dificuldade em enxergar corretamente os limites do objecto, tornando a visão embaçada. Assim, é comum que quem tem astigmatismo confunda algumas letras como H, M ou N.

Geralmente, o astigmatismo pode ser tratado através da cirurgia a laser, no entanto, também pode ser controlado apenas com o uso de óculos ou lentes de contato.

Teste caseiro de astigmatismo

O teste caseiro para astigmatismo consiste em observar a imagem abaixo com um olho fechado e outro aberto, trocando de seguida para identificar se o astigmatismo está presente em apenas um olho ou em ambos.

Uma vez que que a dificuldade de visão no astigmatismo pode ocorrer de perto ou de longe, é importante que o teste seja feito a várias distâncias, até um máximo de 6 metros, para identificar a partir de que distância o astigmatismo afeta a visão.

Como saber se tenho astigmatismo

Em caso de astigmatismo, o paciente poderá observar alterações na imagem, como linhas mais claras que outras ou linhas tortas, enquanto uma pessoa com visão normal deverá enxergar todas as linhas do mesmo tamanho, com a mesma cor e a mesma distância.

Quando procurar um médico

É recomendado consultar o oftalmologista quando se observa alterações na imagem ao fazer o teste caseiro de astigmatismo, se enxerga objetos desfocados ou se sente dores de cabeça sem razão aparente.

Durante a consulta é importante informar o médico se:

  • Existem outros sintomas, como dores de cabeça ou cansaço dos olhos;
  • Existem casos de astigmatismo ou outras doenças oculares na família;
  • Algum familiar utiliza óculos ou lentes de contato;
  • Sofreu algum trauma nos olhos, como pancadas;
  • Sofre de alguma doença sistêmica como diabetes ou pressão alta.

Além disso, é recomendado que pacientes com diabetes ou outros problemas oculares, como miopia, hipermetropia ou glaucoma, façam uma consulta no oftalmologista a cada ano.

Links úteis:

Mais sobre este assunto:
Carregando
...