Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O bebê pode ter alergia ao leite materno?

O bebê pode apresentar sintomas de alergia ao leite materno, e isto acontece quando a proteína do leite de vaca que a mãe consome na alimentação é passada para a criança. Entretanto, o leite materno em si é produzido de forma ideal para o bebê, com os nutrientes e anticorpos necessários para melhorar a imunidade, e não costuma causar alergia quando a mãe não consome leite de vaca ou seus derivados em excesso.

Assim, quando o bebê apresenta sintomas que indicam esta alergia, como diarréia, prisão de ventre, vômitos, vermelhidão ou coceira na pele, é necessário informar ao pediatra para que que sejam feitas avaliações e, se confirmada a alergia, a mãe terá que seguir uma dieta sem alimentos que contenham leite.

Apesar de ser mais raro, a criança também pode apresentar intolerância à lactose, que também está presente no leite materno. Nestes casos, se confirmado pelo pediatra, também é necessário que a mãe ou o bebê sigam algumas alterações na dieta. Se quer saber mais sobre a intolerância à lactose no bebê, confira como alimentar o bebê com intolerância à lactose

O bebê pode ter alergia ao leite materno?

Como identificar

Quando o bebê tem alergia à proteína do leite, ele pode apresentar os seguintes sintomas:

  1. Alteração do ritmo intestinal, com diarréia ou prisão de ventre;
  2. Vômitos ou regurjitações;
  3. Cólicas frequentes;
  4. Fezes com presença de sangue;
  5. Vermelhidão e coceira na pele;
  6. Inchaço dos olhos e lábios;
  7. Tosse, chiado ou falta de ar;
  8. Dificuldade para o ganho de peso.

Os sintomas podem ser leves ao intensos, a depender da gravidade da alergia de cada criança. Saiba mais sobre estes sintomas em Como saber se o bebê tem alergia ao leite

Como confirmar

O diagnóstico de alergia ao leite materno é feito pelo pediatra, que irá avaliar os sintomas do bebê, fazer a avaliação clínica e, se necessário, solicitar alguns exames que podem confirmar, como amostras de sangue ou testes na pele que avaliam a presença de anticorpos. 

Como é feito o tratamento

Para tratar a alergia ao leite materno, inicialmente, o pediatra irá orientar mudanças na dieta que a mãe deve fazer, com a retirada do leite e seus derivados durante o período de amamentação, inclusive bolos, sobremesas e pães que levam este ingrediente na sua composição.

Caso os sintomas do bebê persistam mesmo após esta alteração, uma alternativa é a suplementação da alimentação do bebê através de leites hipoalergênicos, como o de soja, e fórmulas infantis especiais. Saiba mais sobre este tratamento em como alimentar a criança com alergia ao leite

Mais sobre este assunto:


Carregando
...