Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Como parar a tricotilomania

Para parar a tricotilomania, que consiste no desejo incontrolável de arrancar os próprios cabelos, é importante consultar um psicólogo para iniciar sessões de psicoterapia que ajudam a ultrapassar a vontade incontrolável de arrancar cabelos.

No entanto, algumas dicas para diminuir a vontade de arrancar cabelos são:

  • Molhar o cabelo nos momentos em que a vontade de arrancar cabelos surge, pois torna mais difícil agarrar os fios de cabelo;
  • Fazer atividades que mantêm as mãos ocupadas, como fazer jardinagem, pintar ou cozinhar, por exemplo;
  • Prender o cabelo com uma tiara ou usar uma blusa com capuz, especialmente para dormir;
  • Escovar o cabelo ou lavá-lo, substituindo a vontade de arrancar cabelo.

Além disso, também pode ser necessário consultar um psiquiatra para iniciar o tratamento com remédios antidepressivos, como Sertralina ou Fluoxetina, para diminuir os sintomas da doença e aumentar os resultados da psicoterapia.

Sintomas da tricotilomania

A tricotilomania é um transtorno psicológico que provoca o desejo incontrolável de arrancar os próprios pêlos, seja do cabelo, sobrancelhas, cílios, da barba ou da região íntima.

Geralmente, a tricotilomania é diagnosticada pelo pediatra durante a infância ou adolescência quando a criança arranca os próprios cabelos frequentemente ou os pêlos dos animais de estimação, por exemplo.

Causas da tricotilomania

As principais causas da tricotilomania incluem:

  • Excesso de estresse;
  • Desiquilíbrio químico;
  • Problemas emocionais.

Estas causas ainda não estão comprovadas, no entanto, são fatores que levam a ter maior tendência para desenvolver tricotilomania.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...