Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que é a relactação, quando fazer e como é feita

A relactação é uma técnica muito usada para alimentar o bebê quando a amamentação não é possível, sendo então dado ao bebê fórmulas, leite animal ou leite humano pasteurizado através de sonda ou utilizando um kit de relactação.

Essa técnica é indicada nos casos em que as mães não têm leite ou produzem em pouca quantidade, mas também pode ser usada quando o bebê é prematuro e não consegue segurar bem o mamilo da mãe. Além disso, a relactação também pode ser feita em bebês que pararam de mamar no peito há muito tempo e nos casos de mães adotivas porque a sucção do bebê ao mamar estimula a produção de leite.

O que é a relactação, quando fazer e como é feita

Quando fazer

A relactação pode ser indicada em situações relacionadas à mãe ou ao recém-nascido, sendo principalmente indicada nos casos em que a mulher não tem leite ou tem em pequenas quantidade, não sendo suficiente para nutrir o bebê. Além disso, a relactação pode ser indicada logo após o parto, quando a mulher faz uso de medicamentos que dificultam a lactação, quando possui uma mama menor que outra ou quando o recém-nascido é adotado.

No caso dos bebês, algumas situações em que é indicada a relactação são bebê prematuro, quando não consegue segurar bem o mamilo da mãe ou quando possui alguma condição que o impeça de fazer esforço, como síndrome de Down ou doenças neurológicas.

Como é feita a relactação

A relactação pode ser feita tanto com sonda quanto com um kit de relactação:

1. Relactação com sonda

Para fazer a relactação caseira com sonda deve-se:

  1. Comprar uma sonda nasogástrica pediátrica número 4 ou 5, de acordo com a indicação do pediatra, em farmácias ou drogarias;
  2. Colocar o leite em pó na mamadeira, no copinho ou na seringa, segundo a preferência da mãe;
  3. Colocar uma ponta da sonda no recipiente escolhido e a outra ponta da sonda perto do mamilo, presa com fita adesiva, por exemplo.

Desta forma, o bebê, ao colocar a boca na mama, abocanha o mamilo e a sonda simultaneamente e ao sugar, apesar de beber o leite em pó, tem a sensação de estar mamando no seio da mãe. Veja como escolher a melhor fórmula artificial para o seu bebê.

2. Relactação com kit

Para fazer a relactação com kit da Mamatutti ou da Medela, por exemplo, basta colocar o leite artificial no recipiente e, se necessário, fixar a sonda no seio da mãe.

O material da relactação deve ser lavado com água e sabão para retirar todos os vestígios de leite após cada uso e fervido durante 15 minutos antes de cada utilização para ficar esterilizado. Além disso, a sonda nasogástrica ou a sonda do kit deve ser trocada depois de 2 ou 3 semanas de uso ou quando o bebê tiver dificuldades em mamar.

Durante o processo da relactação é fundamental não dar a mamadeira ao bebê, para que ele não se adapte ao bico da mamadeira e desista da mama da mãe. Além disso, quando a mãe observar que já está produzindo leite deve ir restringindo lentamente a técnica de relactação e ir introduzindo a amamentação.

Bibliografia >

  • BVS ATENÇÃO PRIMÁRIA EM SAÚDE. Quais as orientações para o uso da técnica de relactação/translactação?. Disponível em: <https://aps.bvs.br/aps/quais-as-orientacoes-para-o-uso-da-tecnica-de-relactacao-translactacao/>. Acesso em 13 Out 2020
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem