Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Como cuidar de uma pessoa com traqueostomia

Para cuidar de uma pessoa com traqueostomia em casa é importante limpar a cânula interior, pelo menos, 3 vezes por dia, trocar a superfície almofadada 1 vez por dia e verificar se a cânula não está entupida. Estes cuidados ajudam a evitar a obstrução da traqueostomia e infecções pulmonares, evitando asfixia e aumentando o conforto do paciente.

Geralmente, a traqueostomia é realizada para facilitar a entrada de ar nos pulmões quando existe alguma obstrução no trajeto do ar provocada por tumores ou inflamação da garganta após cirurgias, por exemplo, e, por isso, pode ser mantida apenas durante alguns dias ou por toda a vida.

Os cuidados com a traqueostomia podem ser feitos pelo cuidador, quando a pessoa está acamada, ou pelo próprio paciente, quando se sente capaz.

O que fazer para tratar da traqueostomia

Conjunto da traqueostomiaConjunto da traqueostomia

Para evitar o risco de complicações graves, como asfixia ou infecção pulmonar, é importante manter a cânula limpa e sem secreções, assim como trocar todos os componentes segundo as orientações do médico.

Além disso, é fundamental observar se o local da traqueostomia se encontra vermelho ou inchado, porque se apresentar estes sinais pode indicar o surgimento de uma infecção, que deve ser imediatamente informada ao médico.

Manter a cânula da traqueostomia limpa

Para manter a cânula da traqueostomia limpa e sem secreções, que podem provocar asfixia ou infecções, deve-se:

  1. Calçar luvas limpas;
  2. Retirar a cânula interior e colocá-la em um recipiente com água e sabão por 5 minutos;
  3. Aspirar o interior da cânula externa com um aspirador de secreções. Caso não tenha um aspirador de secreções, pode-se injetar 2 mL de soro fisiológico para o interior da cânula externa, provocando tosse e ajudando a retirar as secreções acumuladas nas vias respiratórias;
  4. Colocar uma cânula interior limpa e esterilizada;
  5. Esfregar a cânula interna suja, por dentro e por fora, usando uma esponja ou um escovilhão;
  6. Colocar a cânula suja em água fervente por cerca de 10 minutos;
  7. Secar a cânula com compressas esterilizadas e guardar em um recipiente desinfectado com álcool, para ser utilizada na próxima troca.

A cânula exterior da traqueostomia só deve ser trocada por um profissional de saúde, pois existe grande risco de asfixia quando é feito em casa pelo paciente ou cuidador. Assim, deve-se ir no hospital conforme as orientações do médico ou, pelo menos, 1 vez por semana para trocar todo o conjunto da traqueostomia.

Trocar a superfície almofadada da traqueostomia

Superfície almofadadaSuperfície almofadada
Superfície almofadada de compressasSuperfície almofadada de compressas

A superfície almofadada da traqueostomia deve ser trocada sempre que estiver suja ou molhada. Após remover a superfície almofadada suja deve-se limpar a pele à volta da traqueostomia com um pouco de soro fisiológico e aplicar creme hidratante sem perfume.

Pode-se utilizar almofadas próprias para traqueostomia, como mostra a primeira imagem, ou utilizar 2 compressas limpas com um corte no topo, como mostra a segunda imagem.

Sinais de alerta para ir no médico

Alguns sinais que indicam que se deve ir imediatamente ao hospital ou pronto-socorro são:

  • Entupimento da cânula externa por secreções;
  • Saída acidental da cânula externa;
  • Expectoração com sangue;
  • Presença de sinais de infecção, como vermelhidão na pele ou inchaço.

Quando o paciente apresenta sensação de falta de ar deve retirar a cânula interior e limpá-la adequadamente. Porém, caso o sintoma se mantenha, deve-se ir imediatamente ao pronto-socorro.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...