Sensação de bolo na garganta: 8 causas (e como aliviar)

Revisão clínica: Manuel Reis
Enfermeiro
março 2022

A principal causa de sensação de bolo na garganta é o pigarro, que corresponde ao excesso de muco na garganta que pode ser devido a alergias, gripes ou resfriados. No entanto, essa sensação pode ser também devido ao refluxo gastroesofágico, alterações na tireoide, edema de glote, distrofia miotônica ou ser indicativo de câncer no pescoço, por exemplo.

A sensação de bolo na garganta costuma ser bastante desconfortável, podendo ser acompanhada por outros sintomas dependendo da causa, como dificuldade para respirar, dor na região, enjoo, rouquidão e dificuldade para engolir, por exemplo.

Assim, caso a sensação de bolo na garganta seja persistente e seja acompanhada por outros sintomas, é importante que o médico seja consultado para que seja identificada a causa e iniciado o tratamento mais adequado.

As principais causas da sensação de bolo na garganta são:

1. Pigarro

O pigarro é uma das principais causas de sensação de bolo na garganta e é caracterizado pelo excesso de muco na garganta, o que pode ser consequência de uma gripe ou resfriado, alergia ou inflamação da faringe ou da laringe.

O que fazer: nesse caso, é recomendado que sejam adotadas medidas que ajudem a aliviar o desconforto e a sensação de bolo na garganta e a tornar o muco mais fluído para favorecer a sua eliminação. Para isso, pode ser interessante fazer gargarejo com água e sal 3 a 4 vezes por dia, beber pelo menos 2 litros de água durante o dia e fazer nebulização com o vapor de água, por exemplo. Confira mais dicas para tratar o pigarro.

Nos casos em que o pigarro persiste cerca de 3 dias ou é acompanhado por outros sintomas, é importante que o clínico geral ou pneumologista seja consultado para que seja identificada a causa do pigarro e seja indicado o tratamento mais adequado.

2. Estresse e ansiedade

Reações emocionais como estresse e ansiedade podem causar sintomas como sensação de bolo na garganta, enjoo e vômitos, sensação de aperto no peito, tensão muscular ou tremores, por exemplo. Saiba reconhecer os sintomas de ansiedade.

Como aliviar: para aliviar esta sensação causada pela ansiedade, pode-se recorrer a técnicas de relaxamento como Yoga ou mindfulness, além da ajuda de um terapeuta. Caso os sintomas de estresse e ansiedade não passem com as técnicas de relaxamento ou com a ajuda de um psicólogo, pode ser necessário fazer uso de remédios calmantes que devem ser receitados pelo psiquiatra após consulta.

3. Refluxo gastroesofágico

O refluxo gastroesofágico consiste no retorno do conteúdo do estômago para o esôfago, em direção à boca, podendo causar dor, ardência e inflamação e sensação de bolo na garganta. A intensidade dos sintomas depende da acidez do conteúdo do estômago e da quantidade de ácido que entra em contacto com a mucosa. Conheça mais sobre refluxo gastroesofágico e como tratar.

Como aliviar: para reduzir a dor e desconforto que o ácido provoca na garganta, geralmente o tratamento consiste na administração de remédios inibidores da produção de ácido como o omeprazol ou esomeprazol ou antiácidos, como hidróxido de alumínio, hidróxido de magnésio e bicarbonato de sódio, que devem ser usados conforme a orientação do médico.

4. Problemas na tireoide

A glândula da tireoide encontra-se localizada no pescoço e por isso pode sentir-se dor nesse local quando se identifica um nódulo ou caroço na região do pescoço, podendo o funcionamento da glândula da tireoide estar alterado.

Como aliviar: caso o bolo na garganta ocorra devido a problemas na tireoide, o melhor a fazer é consultar o endocrinologista, que irá solicitar a realização de exames para verificar o funcionamento da glândula e, assim, iniciar o tratamento mais adequado.

5. Edema da glote

O edema de glote, também conhecido por angioedema da laringe, pode surgir em caso de uma reação alérgica grave, que se caracteriza por um inchaço na região da garganta, causando a sensação de bolo na garganta e dificuldade para respirar. 

Como aliviar: em caso de edema da glote deve-se ir imediatamente à urgência médica para evitar parada respiratória e, consequentemente, o óbito.

6. Miastenia Gravis

A Miastenia Gravis é uma doença que pode causar, entre outros sintomas, fraqueza dos músculos do pescoço que deixam a cabeça pendida para a frente ou para o lado. Esta alteração na força dos músculos, por vezes, pode causar uma sensação de bolo na garganta.

Como aliviar: o tratamento para miastenia grave consiste no uso de remédios que permitem um maior controle dos músculos, e na realização de uma cirurgia para retirada do timo, que é uma glândula que está relacionada com o sistema imunológico, que em alguns casos pode melhorar a qualidade de vida do paciente.

7. Distrofia miotônica

A distrofia miotônica é uma doença genética que se caracteriza pela dificuldade em relaxar os músculos após uma contração, sendo que os músculos mais atingidos são os da face, pescoço, mãos, pés e antebraços. Assim, é provável que pessoas com esta doença tenham uma sensação de bolo na garganta.

Como aliviar: o tratamento para distrofia miotônica pode incluir o uso de medicamentos como Fenitoína, Quinina, Procainamida ou Nifedipina, que aliviam a rigidez muscular e as dores causadas pela doença e fisioterapia, que leva a um aumento da força muscular. Veja como é feito o tratamento para distrofia miotônica.

8. Câncer no pescoço

Em casos mais graves, a sensação de bola na garganta pode dever-se ao câncer no pescoço, que normalmente é acompanhado por outros sinais e sintomas, como caroço na região, rouquidão, dificuldade para engolir, engasgamento frequente, perda de peso e mal estar geral.

Como aliviar: se a causa da sensação de bolo na garganta for um tumor, o médico deve realizar o tratamento tendo em conta a fase em que está o câncer e a história médica de cada pessoa.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Equipe Editorial do Tua Saúde, em março de 2022. Revisão clínica por Manuel Reis - Enfermeiro, em março de 2022.
Revisão clínica:
Manuel Reis
Enfermeiro
Pós-graduado em fitoterapia clínica e formado pela Escola Superior de Enfermagem do Porto, em 2013. Membro nº 79026 da Ordem dos Enfermeiros.

Tuasaude no Youtube

  • 5 dicas para acabar com o PIGARRO da garganta

    05:10 | 1346250 visualizações