Colonoscopia virtual: o que é, preparo e vantagens

Revisão médica: Dr.ª Clarisse Bezerra
Médica de Saúde Familiar
setembro 2022

A colonoscopia virtual é um exame de diagnóstico que tem como objetivo visualizar  e detectar alterações no intestino, a partir de imagens obtidas através da tomografia computadorizada com baixa dose de radiação, utilizando modernos equipamentos em 3D.

Esse exame, também chamado de colonografia por tomografia computadorizada, normalmente é solicitado pelo gastroenterologista para identificar pólipos intestinais ou câncer colorretal, por exemplo.

A colonoscopia virtual,, pode ser realizada em hospitais ou em clínicas especializadas, e os resultados devem ser analisados pelo gastroenterologista, que podem também indicar a realização de outros exames complementares, como colonoscopia endoscópica ou retossigmoidoscopia. Saiba como é feita a retossigmoidoscopia

Quando é indicada

A colonoscopia virtual é indicada para diagnosticar e identificar condições que afetam o intestino, como:

Além disso, a colonoscopia virtual pode ser indicada nos casos de pessoas que utilizam anticoagulantes, devido ao menor risco de sangramento durante o procedimento, ou para pessoas que possuem contra-indicação para anestesia geral, por exemplo.

Como se preparar para o exame

Para realizar a colonoscopia virtual é importante que o intestino esteja limpo para que seja possível visualizar bem o seu interior. Assim, no dia anterior ao exame é recomendado:

  • Fazer uma dieta específica, evitando alimentos gordurosos e com sementes. Veja como deve ser a alimentação antes da colonoscopia
  • Utilizar o laxante e remédio para gases intestinais recomendados pelo médico, na tarde anterior ao exame, para limpar o intestino e eliminar os gases, que podem interferir na imagem;
  • Caminhar várias vezes ao dia para aumentar os movimentos do intestino e ajudar a limpar;
  • Beber pelo menos 2 L de água, no dia anterior ao exame, para ajudar a limpar o intestino e manter o corpo hidratado;
  • Informar ao médico se está grávida ou suspeita de gravidez, no caso de mulheres;
  • Informar ao médico sobre o uso de remédios anticoagulantes, como varfarina, heparina, rivaroxabana ou ácido acetilsalicílico;
  • Informar ao médico se apresenta alergia ao iodo ou qualquer outro tipo de contraste radiológico, látex, remédios, como penicilinas, ou alimentos, como mariscos ou frutos do mar, antes de fazer o exame;
  • Informar ao médico se são usados remédios orais para diabetes, como a metformina (Glucoformin ou Glifage), antes de fazer o exame;
  • Informar se tem problemas de saúde, como hipertireoidismo, insuficiência renal ou epilepsia;
  • Tomar os remédios de uso habitual normalmente, com pouca água, conforme orientação médica;
  • Não utilizar brincos, relógio, ou qualquer outra bijuteria no dia do exame.

Esse exame pode ser feito pela maioria dos pacientes, no entanto, não pode ser realizado por grávidas devido à radiação, apesar da radiação ser de baixa frequência.

Como é feita

A colonoscopia virtual é um exame rápido que dura em média 15 minutos, feito pelo gastroenterologista. Antes de iniciar o exame, é dado um contraste iodado, por via oral, retal ou aplicado diretamente na veia, o que permitirá uma melhor captação da imagem do intestino.

Durante o exame, a pessoa normalmente fica deitada de lado, com os joelhos dobrados em direção ao peito. Em seguida, é introduzida uma pequena sonda na parte inicial do intestino, através do ânus, por onde passa um gás responsável pela dilatação do intestino para tornar todas as suas porções visíveis.

Em seguida, a pessoa deve deitar no aparelho de tomografia computadorizada, onde são geradas as imagens do intestino em várias perspectivas, o que permite que o médico tenha uma visualização mais detalhada do intestino.

Vantagens da colonoscopia virtual 

A colonoscopia virtual é realizada em pessoas que não podem tomar anestesia e que não aguentam fazer a colonoscopia comum pois implica a introdução da sonda no ânus, o que causa algum desconforto. Além disso, outras vantagens da colonoscopia virtual são: 

  • É uma técnica muito segura, com menor risco de perfuração do intestino;
  • Não causa dor, porque a sonda não percorre o intestino;
  • O desconforto abdominal desaparece ao final de 30 minutos porque são introduzidas pequenas quantidades de gás no intestino;
  • Pode ser feita em pacientes que não podem tomar anestesia e que têm síndrome do cólon irritável;
  • Após o exame pode-se realizar a atividade diária normal, porque não se usa anestesia.

Além disso, também permite diagnosticar alterações nos órgãos que envolvem o intestino, como fígado, pâncreas, vesícula biliar, baço, bexiga, próstata e mesmo útero, pois o exame é feito com aparelhos de tomografia computorizada.

Cuidados após o exame

Após a colonoscopia virtual, deve-se beber água ou outros líquidos, exceto bebidas alcoólicas, e urinar com frequência para eliminar o resto do contraste.

Quando não deve ser feita

A colonoscopia virtual não deve ser feita em caso suspeito ou confirmado de gravidez. Além disso, o contraste iodado não deve ser utilizado por pessoas que tenham alergia ao iodo ou tenham insuficiência renal.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Equipe Editorial do Tua Saúde, em setembro de 2022. Revisão médica por Dr.ª Clarisse Bezerra - Médica de Saúde Familiar, em abril de 2020.

Bibliografia

  • VIRTANEN, J.; LANTTO, E. Computed tomographic colonography. Duodecim. 130. 1; 39-45, 2014
  • OBARO, A. E.; et al. Computed tomographic colonography: how many and how fast should radiologists report?. Eur Radiol. 29. 11; 5784-5790, 2019
Mostrar bibliografia completa
  • PLUMB, A. A.; et al. Computed tomographic colonography for diagnosis of early cancer and polyps?. Colorectal Dis. 21. 1; 23-28, 2019
  • ROBBINS, J. B.; KIM, D. H. Computed tomographic colonography: evidence and techniques for screening. Semin Roentgenol. 48. 3; 264-72, 2013
  • SPADA, C.; et al. Clinical indications for computed tomographic colonography: European Society of Gastrointestinal Endoscopy (ESGE) and European Society of Gastrointestinal and Abdominal Radiology (ESGAR) Guideline. Eur Radiol. 25. 2; 331–345, 2015
  • Filipe Rego Soares. Colonoscopia Virtual: Poderá a Colonografia Virtual substituir a Colonoscopia no Rastreio do Cancro Colorectal?. Tese ao Mestrado Integrado em Medicina, 2010. Universidade do Porto.
Revisão médica:
Dr.ª Clarisse Bezerra
Médica de Saúde Familiar
Formada em Medicina pelo Centro Universitário Christus e especialista em Saúde da Família pela Universidade Estácio de Sá. Registro CRM-CE nº 16976.