Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Cirurgia para Lábio Leporino e Fenda Palatina

A cirurgia para corrigir o lábio leporino geralmente é feita a partir dos 3 meses do bebê, se estiver com boa saúde, dentro do peso ideal e sem anemia. Já a cirurgia para corrigir a fenda palatina pode ser feita quando o bebê tiver aproximadamente 18 meses.

A fenda palatina é caracterizada por uma abertura no céu da boca do bebê, enquanto que o lábio leporino é caracterizado por um 'corte' ou falta de tecido entre o lábio superior e o nariz do bebê, sendo facilmente reconhecida. Estas são as alterações genéticas mais comuns no Brasil, e que podem ser solucionadas com cirurgia plástica.

Resultado da cirurgiaResultado da cirurgia

Como é feita a cirurgia

A cirurgia plástica para lábio leporino e fenda palatina é feita sob anestesia geral para que o bebê fique quieto. O procedimento é simples e dura menos de 2 horas, sendo preciso apenas 1 dia de internamento no hospital.

Depois disso o bebê pode ser levado para casa onde continuará se recuperando. Depois de acordar é normal que o bebê fique irritado e queira colocar a mão no rosto e para  evitar que o bebê coloque as mãos no rosto, o que pode prejudicar a cicatrização, o médico pode sugerir que o bebê fique com os cotovelo enfaixados com uma fralda ou uma gaze para que mantenha seus braços sempre esticados. 

Como é a recuperação do bebê 

Após 1 semana da cirurgia para correção do lábio leporino o bebê poderá mamar e depois de 30 dias da cirurgia o bebê deve ser avaliado por um fonoaudiólogo porque geralmente são necessários exercícios para que ele possa falar normalmente.

A mãe poderá fazer massagens no lábio do bebê que irão ajudar a cicatrizar melhor, evitando aderências. Essa massagem deve ser feita com o dedo indicador no início da cicatriz em movimentos circulares com pressão firme, mas suave até o lábio. 

Como alimentar o bebê depois da cirurgia

Após a cirurgia o bebê deverá comer apenas alimentos líquidos ou pastosos até a completa cicatrização porque a pressão que a comida sólida faz na boca ao mastigar pode levar a abertura dos pontos, dificultando a recuperação e até mesmo, a fala.

Alguns exemplos do que o bebê pode comer são mingau, sopa batida no liquidificador, suco, vitamina, purê. Para adicionar proteína pode-se adicionar pedaços de carne, frango ou ovo na sopa e bater tudo no liquidificador, sendo uma excelente opção de almoço e jantar.

Quando levar o bebê ao dentista 

A primeira consulta deve ser ainda antes da cirurgia, para avaliar a posição dos dentes, da arcada dentária e a saúde bucal, mas depois de 1 mês da cirurgia deve-se ir ao dentista novamente para que ele possa avaliar se ainda é preciso algum procedimento como cirurgia dentária ou uso de aparelhos, por exemplo.

Quando a criança apresenta mais dentes que os necessários, podem ser realizadas extrações para normalizar a arcada dentária, o que é importante tanto para a alimentação, quanto para a fala.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...