Ciclo menstrual: o que é, fases, como contar e quanto tempo dura

Revisão médica: Drª. Sheila Sedicias
Ginecologista
abril 2022

O ciclo menstrual dura em média 28 dias e corresponde ao intervalo de tempo entre o primeiro dia da menstruação e o último dia antes da menstruação seguinte.

O ciclo menstrual é dividido em 3 fases, de acordo com as alterações hormonais que ocorrem no corpo da mulher. A menstruação representa os anos férteis da vida da mulher, que se iniciam na adolescência e duram até a menopausa.

É normal que a duração do ciclo varie entre 21 e 35 dias, mas ciclos com intervalos mais curtos ou mais longos podem ser sinal de algum problema de saúde, como a síndrome dos ovários policísticos e, por isso, devem ser avaliados por um ginecologista.

Calculadora do ciclo menstrual

Para saber quando será a sua próxima menstruação, preencha os dados na calculadora:

Erro
Erro
Erro

Se desejar saber quando será seu período mais fértil, por favor utilize a calculadora do período fértil.

Fases do ciclo menstrual

O ciclo menstrual normal dura em média 28 dias, tendo início no primeiro dia de menstruação e terminando quando a menstruação do mês seguinte se inicia.

Cada ciclo menstrual é dividido em 3 fases:

1. Fase folicular

Esta é a primeira fase do ciclo, que se inicia no primeiro dia da menstruação e, dura entre 5 a 12 dias. Nesta fase o cérebro aumenta a produção do hormônio folículo-estimulante (FSH), que leva os ovários a amadurecer seus óvulos.

Com esse amadurecimento, o ovário começa também a liberar maiores quantidades de estrogênio, que é outro hormônio, responsável por tornar o revestimento do útero pronto para uma possível gravidez.

2. Fase ovulatória

Nesta fase, os níveis de estrogênio continuam aumentando e levam o corpo a produzir o hormônio luteinizante (LH), que é responsável por selecionar o óvulo mais maduro e fazê-lo sair do ovário, que é quando ocorre a ovulação, geralmente, por volta do dia 14 do ciclo.

Depois de liberado, o óvulo viaja pelas trompas até chegar ao útero. Normalmente, o óvulo sobrevive por 24 horas fora do ovário e, por isso, se entrar em contato com espermatozoides, pode ser fecundado. Uma vez que os espermatozoides podem durar até 5 dias dentro do corpo da mulher, é possível que se, a mulher tiver tido relações desprotegidas até 5 dias antes da ovulação, possa engravidar.

3. Fase lútea

Esta fase acontece, em média, nos últimos 12 dias do ciclo e, durante esses dias, o folículo, deixado pelo óvulo dentro do ovário, começa a produzir progesterona em maior quantidade, para continuar preparando o revestimento do útero para o caso de uma possível gravidez. Além disso, também existe um aumento na produção de estrogênio e, por isso, algumas mulheres podem apresentar sensibilidade nos seios, mudanças de humor e até inchaço.

Quando a fecundação não acontece, o folículo vai encolhendo dentro do ovário e, por isso, os níveis de estrogênio e progesterona vai diminuindo até que o revestimento do útero seja eliminado, dando início à menstruação e ao próximo ciclo menstrual.

Já se existir fecundação, o óvulo fica grudado nas paredes do útero e o corpo começa a produzir hCG, um hormônio que mantém o folículo produzindo estrogênio e progesterona em níveis elevados para manter o revestimento do útero até à formação da placenta.

Como contar o ciclo

Para contar quantos dias dura o ciclo menstrual, deve-se considerar o intervalo de tempo entre o primeiro dia da menstruação, até o dia anterior da menstruação seguinte.

Por exemplo, uma que mulher menstruou no dia 5, deve considerar o primeiro dia da menstruação o dia 5. Se a menstruação seguinte acontecer no dia 30, deve considerar o fim do ciclo no dia 29. Nesse caso, o ciclo menstrual é de 25 dias (incluindo o dia 5 e o 29).

Este tipo de cálculo funciona melhor para mulheres que têm um ciclo menstrual regular. Quem tem um ciclo irregular deve fazer uma média do número de dias de cada ciclo, num determinado período de tempo. Por exemplo, durante 3 ou 6 meses deve-se anotar a duração de cada ciclo e, no final, somar o total de dias e dividir pelo número de ciclos que se teve. Veja também como calcular o período fértil num ciclo irregular.

Quanto tempo dura

O tempo que dura o ciclo menstrual varia de mulher para mulher, sendo considerado normal uma média de 28 dias, o que significa que a cada 28 dias a mulher menstrua. No entanto, a duração do ciclo menstrual pode variar entre 21 a 35 dias.

A duração do ciclo menstrual menor que 21 dias ou maior do que 35 dias deve ser sempre avaliada pelo ginecologista, para verificar se existe alguma alteração ou condição de saúde que possa estar influenciando o ciclo, como síndrome dos ovários policísticos, mioma uterino ou insuficiência ovariana, por exemplo.

Sinais de período fértil

Os sinais que indicam que a mulher está no período fértil são principalmente: corrimento transparente semelhante à clara do ovo; aumento da sensibilidade das mamas e leve dor na região do útero, semelhante a uma cólica leve.

Além desses sinais, também é possível identificar a ovulação através do teste de farmácia de ovulação. Veja como usar o teste de ovulação.

Ciclo menstrual irregular

O ciclo menstrual irregular é aquele em que não se sabe quando a menstruação irá vir. As causas mais comuns de ciclo irregular são:

  • Início da vida fértil na adolescência, até 2 anos após a primeira menstruação;
  • Período pós gravidez;
  • Pré-menopausa, devido às intensas alterações hormonais;
  • Distúrbios da alimentação que causam perda de peso em excesso, como anorexia nervosa;
  • Excesso de atividade física intensa, principalmente em mulheres atletas;
  • Hipertireoidismo;
  • Ovários policísticos;
  • Mudança de anticoncepcional;
  • Estresse ou distúrbios emocionais;
  • Presença de inflamação, pólipos ou tumores no aparelho reprodutor feminino.

Na presença de ciclo menstrual irregular ou quando o ciclo menstrual não ocorre por mais de 3 meses, deve-se procurar o ginecologista para investigar a causa do problema. Veja 10 mitos e verdades sobre Menstruação.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Manuel Reis - Enfermeiro, em abril de 2022. Revisão médica por Drª. Sheila Sedicias - Ginecologista, em fevereiro de 2016.

Bibliografia

  • REED, B. G.; CARR, B. R. IN: FEINGOLD KR, ANAWALT B, BOYCE A, ET AL., EDITORS. ENDOTEXT [INTERNET]. SOUTH DARTMOUTH (MA): MDTEXT.COM. The Normal Menstrual Cycle and the Control of Ovulation. 2018. Disponível em: <https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK279054/>. Acesso em 14 abr 2022
  • MESSINIS, I. E. Novel aspects of the endocrinology of the menstrual cycle. Reprod Biomed Online. 28. 6; 714-22, 2014
Mostrar bibliografia completa
  • MESEN, T. B.; et al. Progesterone and the luteal phase: a requisite to reproduction. Obstet Gynecol Clin North Am. 42. 1; 135-51, 2015
  • SCHMALENBERGER, K. M.; et al. How to study the menstrual cycle: Practical tools and recommendations. Psychoneuroendocrinology. 123. 104895, 2021
  • ALLSHOUSE, A.; et al. Menstrual Cycle Hormone Changes Associated with Reproductive Aging and How They May Relate to Symptoms. Obstet Gynecol Clin North Am. 45. 4; 613-628, 2018
Revisão médica:
Drª. Sheila Sedicias
Ginecologista
Médica mastologista e ginecologista formada pela Universidade Federal de Pernambuco, em 2008 com registro profissional no CRM PE 17459.

Tuasaude no Youtube

  • Como aliviar a CÓLICA MENSTRUAL

    05:53 | 336196 visualizações
  • PERÍODO FÉRTIL: Como calcular

    03:38 | 2421672 visualizações
  • Como aliviar os sintomas de TPM

    04:16 | 167945 visualizações