Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que é Ceratoconjuntivite e como Tratar

A ceratoconjuntivite é uma inflamação do olho que afeta a conjuntiva e a córnea, gerando sintomas como vermelhidão dos olhos, sensibilidade à luz e a sensação de areia no olho.

Este tipo de inflamação é mais comum devido à infecção por bactérias ou vírus, especialmente o adenovírus, mas também pode acontecer por ressecamento do olho, sendo, nestes casos, chamada de ceratoconjuntivite seca.

O tratamento variar de acordo com a causa e, por isso, o ideal é consultar um oftalmologista quando surgem alterações no olho, não apenas para confirmar o diagnóstico, mas também para iniciar o tratamento mais adequado, que pode incluir colírios antibióticos ou apenas colírios hidratantes.

O que é Ceratoconjuntivite e como Tratar

Principais sintomas

Embora existam 2 tipos principais de ceratoconjuntivite, na maioria dos casos os sintomas são bastante semelhantes, incluindo:

  • Vermelhidão no olho;
  • Sensação de poeira ou areia no olho;
  • Coceira intensa e queimação no olho;
  • Sensação de pressão atrás do olho;
  • Sensibilidade para a luz solar;
  • Presença de remela espessa e viscosa.

Nos casos de ceratoconjuntivite por vírus ou bactérias, também é comum que surja a presença de remela espessa e viscosa.

Geralmente, os sintomas se agravam quando se está trabalhando no computador, quando se faz alguma atividade em um ambiente com muito vento ou quando se frequenta locais com muita fumaça ou poeira.

Como confirmar o diagnóstico

O diagnóstico normalmente é feito pelo oftalmologista através da avaliação dos sintomas, no entanto, o médico também pode usar outros exames para tentar identificar a causa correta da ceratoconjuntivite, principalmente se já se tiver iniciado o tratamento, mas os sintomas não melhorem.

Possíveis causas

Na maioria das vezes, a ceratoconjuntivite se desenvolve devido à infecção por um vírus ou bactéria. Alguns dos mais comuns incluem:

  • Adenovírus do tipo 8, 19 ou 37;
  • P. aeruginosa;
  • N. gonorrhoeae;
  • Herpes simplex.

A infecção mais comum é por algum tipo de adenovírus, porém também pode acontecer por qualquer um dos outros organismos. No entanto, os outros organismos causam infecções mais graves, que podem evoluir muito rapidamente e acabar causando sequelas como cegueira. Assim, sempre que existe suspeita de uma infecção no olho é muito importante ir rapidamente ao oftalmologista, para iniciar o tratamento rapidamente.

Em casos mais raros, a ceratoconjuntivite também pode surgir por ressecamento do olho, quando existe uma alteração fisiológica que leva o olho a produzir menos lágrimas. Nesses casos, a inflamação é chamada de ceratoconjuntivite seca.

O que é Ceratoconjuntivite e como Tratar

Como é feito o tratamento

O tratamento para ceratoconjuntivite normalmente é iniciado com o uso de colírios hidratantes, como Moura Brasil, e colírios anti-histamínicos ou com corticoide, como o Decadron, que permitem aliviar bastante a vermelhidão e todos os sintomas associados à inflamação do olho.

No entanto, caso a ceratoconjuntivite esteja sendo provocada por uma bactéria, o oftalmologista também pode aconselhar o uso de um colírio antibióticos, para combater a infecção, além de aliviar os sintomas com os outros colírios.

Possíveis complicações 

Quando o tratamento não é iniciado rapidamente, a inflamação do olho pode causar complicações como ulceração, cicatrização da córnea, descolamento da retina, aumento da predisposição para catarata e perda da visão em até 6 meses.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...