Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Como dar banho no bebê

O banho do bebê pode ser um momento agradável mas, muitos pais se sentem inseguros para realizar essa prática, o que é normal, principalmente nos primeiros dias por medo de machucar ou não dar o banho da forma correta.

Alguns cuidados são muito importantes para o banho, dentre eles, fazê-lo em um local com temperatura adequada, utilizar uma banheira de acordo com o tamanho do bebê, usar produtos próprios para bebês, não dar banho logo após alimentá-lo, entre outros. Ainda, cabe aos pais a decisão de quantas vezes dar o banho no bebê, mas não é necessário que seja todos os dias, sendo que dia sim e dia não já é suficiente porque o excesso de água e os produtos utilizados podem criar problemas na pele como irritações e alergias.

Antes de começar a dar banho é importante escolher um local com temperatura aquecida entre 22ºC e 25ºC, reunir os produtos que serão utilizados, já deixar a toalha, fralda e as roupas preparadas assim como a água na banheira, que deve ficar entre os 36ºC e 37ºC. Como o bebê perde muito calor nesse momento, o banho não deve demorar mais de 10 minutos.

Como dar banho no bebê

Confira os passos que devem ser seguidos para dar banho no bebê:

1. Limpar o rosto do bebê

Com o bebê ainda vestido, para evitar a perda de calor do corpo, deve-se limpar o rosto, bem como ao redor das orelhas e dobras do pescoço, o que pode ser feito com uma bola de algodão ou paninho molhado com água morna.

Para limpar os ouvidos nunca se deve usar cotonetes, pois existe o risco de perfurar o ouvido do bebê. Ainda, uma gaze umedecida com soro fisiológico pode ser utilizada para limpar as narinas do bebê, ação muito importante para não prejudicar a respiração. Por fim, os olhos devem ser limpos também com um pano umedecido e os movimentos devem ser sempre no sentido nariz-orelha para evitar o acumulo de sujeira e remelas. Confira as principais causas de remela nos olhos do bebê e como limpar.

2. Lavar a cabeça

A cabeça do bebê também pode ser lavada com ele ainda vestido, sendo adequado segurar o corpo com o antebraço e a axila do bebê com a mão. Deve-se lavar a cabeça da criança primeiro com água limpa e depois podem ser utilizados produtos como sabonete ou shampoo próprio para o bebê e ir massageando os cabelos com a ponta dos dedos.

Nessa etapa do banho é necessário muito cuidado pois a cabeça do bebê possui regiões moles, que são as fontanelas, que devem fechar até os 18 meses e por isso não se deve apertar nem fazer pressão sobre a cabeça para não machucar. Entretanto, deve se lavá-la bem com movimentos de frente para trás, com cuidado para evitar que a espuma e a água entrem nos ouvidos e olhos e em seguida secar bem com uma toalha.

3. Limpar a região íntima

Após lavar o rosto e a cabeça do bebê, pode-se despi-l e ao retirar a fralda, limpar a região íntima com um pano molhado antes de colocá-lo na banheira para não sujar a água.

4. Lavar o corpo do bebê

Ao colocar o bebê na água, não se deve colocar todo o corpo do bebê de uma vez na água, mas sim ir colocando por partes, começando pelos pés e apoiando a cabeça no antebraço e com essa mão segurando a axila do bebê.

Com o bebê já na água, deve-se ir ensaboando e enxaguando bem o corpo do bebê, limpando bem as dobras nas coxas, pescoço e pulsos e não esquecer de limpar as mãos e os pés, já que os bebês adoram colocar essas partes na boca.

A região íntima deve ser deixada para o final do banho, sendo que nas meninas é importante ter o cuidado de limpar sempre de frente para trás para não contaminar a vagina com fezes. Já nos meninos, é necessário manter sempre a área à volta dos testículos e por baixo do pênis limpas.

5. ​Secar o corpo do bebê

Após terminar de enxaguar o bebê, deve-se retirá-lo da banheira e colocá-lo deitado sobre a toalha seca, envolvendo o bebê para que ele não fique molhado fora da água. Depois, usar a toalha para secar todas as partes do corpo do bebê, não esquecendo das mãos, pés e das dobrinhas, pois se acumular umidade podem aparecer feridas nessas regiões.

Como dar banho no bebê

6. Secar a região íntima

Após secar todo o corpo, deve-se secar a região íntima e verificar se apresenta assaduras, complicação comum nos bebês, veja como identificar e como tratar assaduras em bebês.

Com o bebê limpo e seco, deve-se pôr a fralda limpa para que ele não suje a toalha.

7. Passar hidratante e vestir o bebê

Como a pele do bebê é mais seca, principalmente nas primeiras semanas de vida, é essencial a hidratação que pode ser feita com pomadas, óleos, cremes e loções próprios para o bebê, sendo que o momento ideal para sua aplicação é após o banho.

Para passar o hidratante, deve-se começar pelo peito e braços do bebê e vestir a roupa da região de cima, em seguida, passar hidratante nas perninhas e vestir a parte inferior da roupa do bebê. É importante ficar atento aos aspectos da pele do bebê e se apresenta alterações na cor ou na textura, pois pode significar problemas de alergia. Conheça um pouco sobre alergia na pele do bebê e o que fazer nesses casos.

Por fim, pode-se pentear os cabelos, verificar a necessidade de cortar as unhas e calçar as meias e sapatos, no caso de o bebê já conseguir andar.

Como dar banho no bebê

Como preparar o banho do bebê

O local e o material devem ser preparados antes do banho para evitar a perda de calor do bebê e além disso, também ajuda a evitar que a criança fique sozinha na água durante o banho. Para preparar o banho se deve:

  1. Manter a temperatura entre 22 ºC a 25 ºC e sem correntes de ar;

  2. Reunir os produtos para o banho, sendo que esses não são necessários mas, caso se opte por utilizá-los, devem ser próprios para bebês com pH neutro, ser suaves e sem perfume e devem ser utilizados somente nas partes mais sujas do bebê. Antes dos 6 meses, o mesmo produto utilizado para lavar o corpo pode ser usado para lavar os cabelos, não sendo preciso shampoo;

  3. Preparar a toalha, fralda e a roupa pela ordem que vai vestir para que o bebê não passe frio;

  4. Colocar no máximo 10 cm de água na banheira ou balde, colocando primeiro a água fria e depois a água quente até atingir uma temperatura entre os 36º e 37 ºC. Na falta de um termômetro, pode-se usar o cotovelo para conferir se a água está agradável.

Deve-se utilizar uma banheira de plástico ou balde Shantala com capacidade para o tamanho do bebê, além de ficar em um local confortável para os pais. Outro ponto a observar são os produtos que serão usados no banho os quais devem ser próprios para o bebê, já que o bebê é mais sensível, especialmente nas primeiras semanas de vida, e certos produtos podem causar irritação aos olhos e a pele.

Como dar banho de esponja no bebê

Nas primeiras semanas de vida, antes de cair o cordão umbilical do bebê, ou até quando se quiser lavar uma parte do bebê sem molhá-lo, o banho de esponja pode ser uma ótima alternativa.

Essa prática também deve ser realizada em um local aquecido e antes de começar o banho deve-se reunir todo o material, preparar as roupas, toalhas, fralda, sabonete para bebê e um recipiente com água morna, inicialmente sem sabão. Sobre uma superfície plana, ainda com roupa ou enrolado em uma toalha, o ideal é limpar o rosto, ao redor das orelhas, queixo, dobras do pescoço e os olhos do bebê com uma toalha molhada só com água para não irritar a pele.

Ao despir o bebê, é importante deixá-lo aquecido e para isso pode-se colocar uma toalha sobre ele enquanto for limpando o corpo. Começar pela parte de cima e ir descendo, não esquecendo das mãos e dos pés e limpar com muito cuidado ao redor do coto umbilical para deixá-lo seco. Após isso, pode-se colocar um pouco de sabão na água para molhar a toalha e limpar a área dos genitais. Por fim, secar o bebê, colocar a fralda limpa e vestir sua roupinha. Veja como cuidar do coto umbilical do bebê.

Como manter a segurança no banho

Para garantir a segurança no banho, o bebê deve ser supervisionado o tempo todo na água e nunca deve ficar sozinha na banheira, já que pode se afogar em menos de 30 segundos e com pouca água. No casos dos bebês mais crescidos, é orientado não encher a banheira acima do nível da cintura da criança sentada.

Além disso, existem muitos pais que gostam de tomar banho com os filhos ou que querem tentar essa experiência. No entanto, é preciso ter muito cuidados pois essa prática pode não ser tão segura já que existem riscos como o de cair com o bebê no colo e os produtos que o adulto usa no banho podem irritar a pele ou os olhos do bebê. Entretanto, se os pais quiserem realizar essa prática algumas medidas de segurança devem ser implementadas como colocar um tapete aderente no banheiro e utilizar uma tipóia para que o bebê fique preso no adulto, além de optar por usar os produtos próprios do bebê.

Bibliografia >

  • HU-UFJF/EBSERH. PROTOCOLO ASSISTENCIAL. Banho recém-nascido e lactente. 2018. Disponível em: <http://www2.ebserh.gov.br/documents/222346/4233715/PROTOCOLO+BANHO+LACTENTE.pdf/c9ac49e7-0d72-4894-bdd1-99dc93299a4e>. Acesso em 14 Ago 2020
  • SISTEMA NACIONAL DE SAÚDE. Guia para pais. 2020. Disponível em: <https://www.sns24.gov.pt/guia/guia-para-pais/>. Acesso em 14 Ago 2020
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Publicidade
Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem