Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Astenia: o que é, o que pode ser e o que fazer

A astenia é uma condição caracterizada por uma sensação de fraqueza e falta de energia generalizada, podendo ainda estar associada a cansaço físico e intelectual, tremores, lentificação dos movimentos, e espasmos musculares.

A astenia pode ser temporária ou crônica, podendo ser causada por diversos fatores, como gripes e resfriados, problemas de tireoide, deficiências vitamínicas ou devido à exposição a certos tratamentos, como a quimioterapia, por exemplo.

1. Gripe

Astenia: o que é, o que pode ser e o que fazer

A gripe é uma infecção causada pelo vírus influenza que, além de causar astenia, provoca sintomas como febre, tosse, dor de garganta, espirros e congestão nasal, podendo durar de 5 a 7 dias. 

O que fazer: o tratamento para a gripe consiste principalmente em repouso e hidratação e na ingestão de medicamentos para aliviar os sintomas, como analgésicos, para as dores e febre e um anti-histamínico para os sintomas alérgicos. Saiba o que tomar para cada sintoma.

2. Anemia

Astenia: o que é, o que pode ser e o que fazer

A anemia caracteriza-se pela diminuição dos níveis de hemoglobina no sangue, que é uma proteína que está no interior dos glóbulos vermelhos, responsável por transportar oxigênio para os órgãos. Além do cansaço extremo, a anemia pode levar ao surgimento de sintomas como falta de ar, palidez e sonolência. Saiba quais as causas que estão na origem desta doença.

O que fazer: o tratamento depende do tipo de anemia que a pessoa apresenta, podendo ser feito com suplementação de ferro e/ou vitamina B12, administração de corticoides e imunossupressores ou, em casos mais graves, transplante de medula óssea. Saiba mais sobre o tratamento de cada tipo de anemia.

3. Distúrbios da tireoide

Astenia: o que é, o que pode ser e o que fazer

Certas alterações na tireoide, como no hipotireoidismo, podem causar astenia, aumento de peso e dor de cabeça e queda de cabelo, por exemplo, devido à baixa atividade da tireoide.

O que fazer: o tratamento para o hipotireoidismo é feito através da reposição hormonal com levotiroxina, que deve ser prescrita pelo endocrinologista. Veja mais sobre o tratamento do hipotireoidismo.

4. Depressão

Astenia: o que é, o que pode ser e o que fazer

Um dos sintomas muito comum em pessoas com depressão é o cansaço excessivo, associado à falta de vontade para fazer as tarefas habituais do dia-a-dia. A depressão é uma doença que afeta o humor, causando tristeza profunda, persistente e desproporcional, que ultrapassa 2 semanas, e que não tem um motivo justificável para acontecer.

O que fazer: o tratamento para depressão é feito, geralmente, com medicamentos antidepressivos recomendados pelo psiquiatra e sessões de psicoterapia, feitas semanalmente com um psicólogo.

5. Insônia

Astenia: o que é, o que pode ser e o que fazer

A insônia é um distúrbio do sono que causa dificuldade para adormecer ou para manter uma boa qualidade de sono, fazendo com que a pessoa se sinta muito cansada no dia a seguir, principalmente se ocorrer em várias noites seguidas. Esta situação é mais comum em períodos de estresse, podendo também estar associada a doenças, como a depressão, ou estar associada a situações como gravidez ou menopausa.

O que fazer: é muito importante adotar hábitos que permitam ao corpo a adormecer no momento certo, como é o caso da higiene do sono, evitando assistir televisão ou olhar o celular na hora de dormir, evitar deitar cada dia em um horário diferente e praticar exercícios físicos durante o dia, por exemplo. Também existem remédios naturais, como chá de maracujá ou camomila, por exemplo, que podem ajudar a adormecer. Em casos mais graves, pode ser necessário tomar medicamentos, se o médico assim recomendar.

6. Deficiência em vitamina B12

Astenia: o que é, o que pode ser e o que fazer

A vitamina B12 é muito importante para o bom funcionamento do organismo e, por isso, a deficiência desta vitamina pode causar uma diversidade de alterações no corpo, como astenia, anemia, falta de ar, perda da memória, dificuldade visual e irritabilidade, por exemplo. Veja quais as principais causas da falta de vitamina B12.

O que fazer: o tratamento deve ser feito alterando os hábitos alimentares, através do aumento da ingestão de alimentos ricos em vitamina B12, podendo, em alguns casos, ser necessário realizar suplementação com esta vitamina.

7. Medicamentos

Astenia: o que é, o que pode ser e o que fazer

A ingestão de certos medicamentos, principalmente ansiolíticos e remédios usados em tratamento de quimioterapia, podem causar astenia como efeito colateral. 

O que fazer: em alguns casos, o médico pode fazer ajustes no tratamento, porém isso nem sempre é possível, sendo recomendado que a pessoa repouse sempre que possível. 

Além destas causas, outras menos comuns que podem estar na origem do cansaço excessivo e fraqueza, como o câncer, AVC, distúrbios do coração, diabetes não tratada, doenças que afetam os músculos e envenenamento.

Bibliografia >

  • ROTINAS ASSISTENCIAIS DA MATERNIDADE-ESCOLA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO. Gripe. Disponível em: <http://www.me.ufrj.br/images/pdfs/protocolos/obstetricia/gripe_na_gravidez.pdf>. Acesso em 14 Jan 2020
  • American Psychiatric Association. Manual de diagnóstico e estatística das perturbações mentais. 5.ed. Portugal: Climepsi, 2013.
  • RAKEL, David. Integrative Medicine. 4.ed. Elsevier, 2018. p. 74-85.
  • Varela MJV. et al. Insônia: doença crônica e sofrimento. REVISTA NEUROCIÊNCIAS. V. 13, N. 4 . pp. 183-189, 2005. Disponível em: http://www.revistaneurociencias.com.br/edicoes/2005/RN%2013%2004/Pages%20from%20RN%2013%2004-3.pdf. Acesso em: 28/02/2020.
  • McDERMOTT, Michael T. et al. Segredos em Endocrinologia. 5 ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2010. pp. 290-294.
  • ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE MEDICINA DO TRABALHO. Cansaço mental: por que precisamos respeitar os sinais de estresse da nossa mente. Disponível em: <https://www.anamt.org.br/portal/2018/10/15/cansaco-mental-por-que-precisamos-respeitar-os-sinais-de-estresse-da-nossa-mente/>. Acesso em 31 Jul 2020
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem