Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que é Angioma Cavernoso, Sintomas e Tratamento

O angioma cavernoso é um tumor benigno formado por um acúmulo anormal de vasos sanguíneos no cérebro ou na medula espinhal e, raramente, em outros locais do corpo.

O angioma cavernoso é formado por pequenas bolhas que contêm sangue, podendo ser diagnosticado através do exame de ressonância magnética.

Geralmente, o angioma cavernoso é hereditário e, nestes casos, é normal existir mais do que um angioma. Porém, ele pode se desenvolver após o nascimento, de forma isolada ou estar associado ao angioma venoso.

O angioma cavernoso pode ser perigoso, pois quando é grande pode comprimir regiões do cérebro e causar sintomas como problemas de equilíbrio e visão ou convulsões, por exemplo. Além disso, o angioma cavernoso pode sangrar, podendo causar paralisia, sequelas neurológicas ou até mesmo morte, principalmente se estiver localizado no tronco cerebral, que é responsável por funções vitais, como respiração ou batimentos cardíacos, por exemplo.

Angioma Cavernoso no tronco cerebral
Angioma Cavernoso no tronco cerebral
Angioma Cavernoso no cérebro
Angioma Cavernoso no cérebro

Sintomas do angioma cavernoso

Os sintomas do angioma cavernoso variam de acordo com a localização, mas podem incluir:

  • Dores de cabeça;
  • Convulsões;
  • Fraqueza ou dormência de um lado do corpo;
  • Problemas de visão, audição ou equilíbrio;
  • Dificuldade de concentração, atenção ou em memorizar.

O angioma cavernoso geralmente só é diagnosticado quando origina sintomas, através de exames como a ressonância magnética.

Tratamento para angioma cavernoso

O tratamento para angioma cavernoso, normalmente, só é necessário quando ele provoca sintomas. Desta forma, o neurologista pode receitar remédios anti-convulsionantes ou analgésicos para diminuir as convulsões e tratar as dores de cabeça, respetivamente.

A cirurgia para remoção do angioma cavernoso também é uma forma de tratamento, mas ela só é feita quando as convulsões não passam com os remédios, o angioma cavernoso sangra ou está aumentando de tamanho com o tempo.

Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...