Ácido aspártico: para que serve, alimentos e quando usar suplementos

O ácido aspártico é um aminoácido não essencial que tem a função de estimular a produção de proteínas, fortalecer o sistema imunológico, manter a saúde do sistema nervoso e regular a produção de hormônios.

Exitem 2 formas de ácido aspártico: o ácido D-aspártico e o ácido L-aspártico, que variam conforme as suas funções, sendo produzidos no organismo através da ingestão de alimentos ricos em proteínas, como carne, peixe, frango, feijão, gergelim, ovos e queijo.

Além disso, o ácido aspártico também é encontrado em lojas de produtos naturais ou farmácias, na forma de suplementos em cápsulas ou em pó, que são popularmente usados para estimular o ganho de massa muscular e melhorar a fertilidade masculina.

Imagem ilustrativa número 1

Para que serve

As principais funções do ácido aspártico são:

  • Atua na produção de proteínas no organismo;
  • Favorece a produção e a liberação de hormônios;
  • Fortalece o sistema imunológico;
  • Mantém a saúde do sistema nervoso.

Acredita-se que o ácido aspártico também pode melhorar a fertilidade masculina, favorecer o ganho de massa muscular e diminuir a fadiga. No entanto, ainda são necessários mais estudos científicos para se comprovar esses possíveis benefícios do ácido aspártico no organismo.

Alimentos ricos em ácido aspártico

A tabela a seguir indica a quantidade de ácido aspártico presente em 100 g de alguns alimentos:

Alimento

Quantidade em cada 100g do alimento

Bife bovino grelhado

2,5 g

Bacalhau assado

6,4 g

Gergelim

1,7 g

Ovo cozido

1,2 g

Castanha-do-pará

1,3 g

Carne de porco ensopada

2,4 g

Amendoim torrado

2,9 g

Feijão preto cozido

1 g

Salmão cru

2,6 g

Castanha-de-caju

1,8 g

Peito de frango cozido

2,6 g

Queijo parmesão

2,2 g

Queijo gouda

1,7 g

Além disso, o ácido aspártico também é encontrado em menores quantidades em frutas e legumes, como abacate, banana, coco, cebola, alho, cogumelo, beterraba e berinjela.

Quando usar suplementos

Uma alimentação variada é suficiente para regular a produção de ácido aspártico no organismo. No entanto, os suplementos de ácido aspártico podem ser indicados para ajudar a fortalecer o sistema imunológico ou regular a produção de hormônios, por exemplo.

Esses suplementos podem ser encontrados em cápsulas de 500 mg a 3g, sendo geralmente indicado de 1 a 3 cápsulas por dia, que devem ser ingeridas com um copo de água em jejum. Já o ácido aspártico em pó deve ser dissolvido em água e tomado em jejum.

Entretanto, a dosagem de ácido aspártico varia conforme os objetivos e as necessidades nutricionais individuais. Por isso, é recomendado usar esse suplemento somente com a orientação de um médico ou nutricionista.

Possíveis efeitos colaterais

O uso excessivo de suplementos de ácido aspártico pode causar dor no estômago, náuseas, diarreia e dor de cabeça.

Além disso, quando consumido em excesso, esse suplemento pode causar disfunção erétil e aumento da irritabilidade nos homens. Já em mulheres, podem surgir características masculinas como aumento de pelos, alterações na menstruação e mudanças na voz.

Contraindicações

Os suplementos de ácido aspártico são contraindicados para mulheres grávidas ou que estejam amamentando, pois não existem estudos que comprovem a segurança desse suplemento nessas situações.

Da mesma forma que esse suplemento também não é indicado para crianças e adolescentes, e para pessoas com doenças no sistema nervoso central, como esquizofrenia, epilepsia e Alzheimer.

Vídeos relacionados