Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que comer para se recuperar mais rápido da dengue

A alimentação para ajudar na recuperação da dengue deve ser rica em alimentos fontes de proteína e ferro pois esses nutrientes ajudam a prevenir a anemia e a fortalecer o sistema imune. Além dos alimentos que ajudam no combate à dengue, deve-se evitar alguns alimentos que aumentam a gravidade da doença, como a pimenta e frutos vermelhos, pois aumentam o risco de hemorragias, por conter salicilatos.

Estar bem nutrido favorece o corpo no combate à dengue, e por isso é importante se alimentar com frequência, fazer repouso e ingerir entre 2 a 3 litros de água por dia, para manter o organismo hidratado.

O que comer para se recuperar mais rápido da dengue

Alimentos indicados na dengue

Os alimentos mais indicados para quem está com dengue são especialmente alimentos ricos em proteína e ferro, que são nutrientes importantes para evitar anemia e aumentar a formação de plaquetas, já que estas células se encontram diminuídas em pessoas com dengue, sendo importantes para prevenir a ocorrência de hemorragias.

Os alimentos ricos em proteínas e ferro que ajudam a combater a dengue são carnes vermelhas com baixo teor de gordura, carnes brancas como frango e peru, peixe, laticínios derivados, bem como outros alimentos, como ovos, feijão, grão de bico, lentilha, beterraba e cacau em pó.

Além disso, estudos indicam que a suplementação de vitamina D pode ajudar o sistema imunológico a combater a doença, devido ao seu efeito imunomodulador, assim como a suplementação de vitamina E, devido ao seu poder antioxidante, que protege as células e melhora o sistema imunológico, no entanto, são necessários mais estudos para comprovar a sua eficácia.

Veja também os chás que são indicados para melhorar os sintomas da dengue.

Alimentos que se devem evitar

Os alimentos que devem ser evitados em pessoas com dengue são aqueles que contêm salicilatos, que é uma substância produzida por algumas plantas, para se defenderem contra alguns microrganismos. Como esses compostos agem de uma forma semelhante à aspirina, o seu consumo excessivo pode fluidificar o sangue e retardar a coagulação, favorecendo o aparecimento de hemorragias.

Esses alimentos são:

  • Frutas: amoras, mirtilos, ameixas, pêssegos, melão, banana, limão, tangerina, abacaxi, goiaba, cereja, uva vermelha e branca, abacaxi, tamarindo, laranja, maçã verde, kiwi e morango;
  • Legumes: espargos, cenouras, aipo, cebola, berinjela, brócolis, tomate, feijão verde, ervilhas, pepino;
  • Frutas secas: passas, ameixas secas, tâmaras ou arando seco;
  • Nozes: amêndoas, nozes, pistacho, castanha do Pará, amendoim com casca;
  • Condimentos e molhos: hortelã, cominho, pasta de tomate, mostarda, cravo, coentro, paprica, canela, gengibre, noz-moscada, pimenta em pó ou pimenta vermelha, orégano, açafrão, tomilho e erva-doce, vinagre branco, vinagre de vinho, vinagre de maçã, mistura de ervas, alho em pó e caril em pó;
  • Bebidas: vinho tinto, vinho branco, cerveja, chá, café, sucos de fruta naturais (porque os salicilatos ficam mais concentrados);
  • Outros alimentos: cereais com coco, milho, frutas, nozes, azeite e óleo de coco, mel e azeitonas.

Além de evitar estes alimentos, também se deve evitar alguns medicamentos que são contra-indicados nos casos de dengue, como ácido acetilsalicílico (aspirina), por exemplo. Saiba quais os remédios permitidos e proibidos na dengue.

Cardápio para dengue

Aqui está um exemplo do que comer para se recuperar mais rápido da dengue:

 Dia 1Dia 2Dia 3
Café da manhãPanquecas com queijo branco + 1 copo de leite1 xícara de café descafeinado com leite + 2 ovos mexidos com 1 torrada1 xícara de café descafeinado com leite + 2 fatias de pão com manteiga + 1 fatia de mamão
Lanche da manhã1 pote de iogurte natural + 1 colher de chia + 1 fatia de mamão4 biscoitos maria1 fatia de melancia
Almoço/JantarFilete de peito de frango, acompanhado com arroz branco e feijão + 1 xícara de salada de couve flor + 1 colher de sobremesa de óleo de linhaçaPeixe cozido com purê de abóbora, acompanhado com salada de beterraba + 1 colher de sobremesa de óleo de linhaçaFilete de peito de peru com grão de bico, acompanhado com salada de alface e 1 colher de sobremesa de óleo de linhaça
Lanche da tarde1 pera madura sem pele1 xícara de aveia com leite3 bolachas de arroz com queijo

As quantidades descritas no cardápio, variam de acordo com idade, sexo, atividade física e estado da doença, sendo que o ideal é procurar um nutricionista para uma avaliação completa e desenvolver um plano nutricional adequado às necessidades de cada pessoa.

Bibliografia >

  • WOOD Adrian, BAXTER Gwen et al. A systematic review of salicylates in foods: Estimated daily intake of a Scottish population. Molecular Nutrition and Food Research. 55. 7-14, 2011
  • SUNDUS Ahmed, FINKELSTEIN Julia et al. Micronutrients and Dengue. The American Journal of Tropical Medicine and Hygiene. 91. 5; 1049-1056, 2014
  • DUTHIE Garry, WOOD Adrian. Natural salicylates: foods, functions and disease prevention. Food & Function Journal. 2. 9; 515-520,
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Publicidade
Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem