Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que comer para combater a diarreia e melhorar o intestino

Quando se está com diarreia, as refeições devem ser leves, fáceis de digerir e em pequenas quantidades, utilizando alimentos como canja, purê de legumes, mingau de maizena ao lanche e frutas cozidas, por exemplo.

Além disso, durante o tratamento para diarreia, é fundamental beber água, chá, sucos de frutas coados e água de coco na mesma proporção de água perdida nas fezes, para evitar a desidratação, que pode provocar complicações como diminuição da pressão e desmaio, por exemplo. Veja a lista de alimentos em Como parar a diarreia mais rápido.

Cardápio do que comer na diarreia

Um exemplo de cardápio para fazer quando se está de diarreia pode ser:

 1º Dia2º Dia3º Dia
Café da manhãChá de camomila com folhas de goiabeira e açúcarMingau de arrozPão francês e suco de goiaba coado
AlmoçoCaldo de canja coadaCanja com cenouraArroz cozido com frango cozido e maçã cozida para sobremesa
LanchePera assadaBolachas maizena e chá de camomila com açúcarBanana e mingau de maizena
JantarPurê de abóbora e batata cozidaPurê de cenoura com batata cozida e maçã cozidaPurê de cenoura, batata e abóbora cozidos e maçã assada

Quando tomar remédios para parar a diarreia

Esta alimentação ajuda a segurar o intestino, combatendo a diarreia. No entanto, não é aconselhado tentar parar a diarreia tomando remédios como Imosec, por exemplo, porque em alguns casos a diarreia é uma tentativa do corpo de expulsar algum micro-organismo presente no sistema digestório. O uso deste tipo de medicamento deve ficar reservado para aconselhamento médico. Veja também: Remédio para diarreia.

Nem sempre mudar a alimentação é o suficiente para resolver o problema, pois de acordo com a causa, também pode ser necessário usar medicamentos e fazer exames, como mostrado a seguir.

Tipos de diarreia

A diarreia é caracteriza por aumento na frequência das evacuações por dia, as quais acontecem com fezes bem amolecidas ou líquidas, que muitas vezes causam urgência para ir ao banheiro e dor abdominal. Além disso, vários tipos de diarreia, especialmente a infecciosa, podem causar febre.

O que comer para combater a diarreia e melhorar o intestino

No entanto, de acordo com a frequência das evacuações e com a causa, as diarreia podem ser classificadas em:

Diarreia aguda

Ocorre durante um curto período de tempo, normalmente de 2 a 14 dias, e o seu tratamento é feito retirando da dieta o alimento ou remédio causador da diarreia. Ela normalmente é provocada por uma má absorção de algum nutriente, como a lactose e a frutose, mas a causa também pode ser o uso de medicamentos como antiácidos, laxantes e suplementos nutricionais.

A diarreia intensa pode causar outros problemas como a as fissuras anais, que devem ser tratadas usando pomadas cicatrizantes. Saiba mais sobre o tratamento em Saiba como tratar as Fissuras Anais.

Diarreia Crônica

A diarreia crônica surge quando as evacuações líquidas e constantes duram mais de 2 semanas. Nestes casos, é comum o médico pedir exames de sangue, de fezes ou colonoscopia para investigar a causa do problema.

Esse tipo de diarreia pode ter diversas causas, como infecção por vírus, bactérias ou protozoários, Doença Inflamatória Intestinal, colite ulcerativa, pancreatite crônica, doença de Crohn, síndrome do intestino irritável, tumor no intestino, doença celíaca e outros. O tratamento para a diarreia crônica é feito com base no diagnóstico correto da causa do problema.

Diarreia Infecciosa

A diarreia infecciosa é um tipo de diarreia aguda, mas que é causada por micro-organismos como vírus, bactérias, fungos ou protozoários. Ao contrário da infecção alimentar, na diarreia infecciosa a alteração na alimentação não melhora o quadro da doença.

Nestes casos, é comum o aparecimento de febre e é necessário ir ao médico para fazer exames de sangue e de fezes para identificar a causa do problema e tomar a medicação adequada.

Quando ir ao médico

É importante estar atento aos sintomas e procurar ajuda médica caso surja um ou mais dos fatores abaixo:

  • Se a diarreia durar mais de uma semana;
  • Se o paciente apresentar sinais de desidratação, como boca e pele secas, pouca urina, fraqueza e indisposição. Veja mais sintomas aqui;
  • Dor abdominal forte e persistente;
  • Fezes escuras ou com sangue;
  • Febre alta.

É importante lembrar que a diarreia é mais grave em crianças e idosos, e por isso deve-se ter cuidado redobrado nestes casos, procurando ajuda médica se a diarreia persistir por mais de 3 dias mesmo com a mudança na alimentação.

Veja mais dicas no vídeo a seguir:

Mais sobre este assunto:
Carregando
...