Dieta para gota: alimentos permitidos e a evitar

agosto 2022

A dieta para a gota tem o objetivo de diminuir o consumo de alimentos ricos em purinas, um tipo de proteína que, em excesso, aumenta os níveis de ácido úrico no organismo e que se encontra principalmente em carnes vermelhas, peixes, como atum e sardinha, e frutos do mar.

Uma dieta balanceada é fundamental para diminuir os níveis de ácido úrico no sangue e auxiliar no tratamento da gota, sendo, por isso, recomendado priorizar a ingestão de alimentos saudáveis e naturais, como cereais integrais, frutas e vegetais frescos, e leite e derivados com baixo teor de gordura.

Além disso, é importante também beber cerca de 2 litros de líquidos por dia, que pode incluir água e chás de ervas, pois essas bebidas ajudam a eliminar o excesso de ácido úrico do organismo pela urina, prevenindo a gota. Entenda melhor o que é e como tratar a gota.

Alimentos que devem ser evitados

Alguns alimentos que podem aumentar os níveis de ácido úrico no sangue ou contribuir para o excesso de peso, devendo, por isso, ser evitados, são:

  1. Bebidas alcoólicas, como licor, vinho, e cerveja;
  2. Vísceras, como coração, rins, moela e fígado;
  3. Molhos e temperos artificiais, como ketchup, mostarda, maionese e molhos de salada;
  4. Embutidos, como salsicha, presunto, salame ou mortadela;
  5. Carne vermelha em excesso, como carne bovina, de porco ou de cordeiro;
  6. Frutos do mar,  como ostras, camarão, polvo, lula, mexilhões e vieiras;
  7. Alguns tipos de peixes, como anchova, arenque, cavala, bacalhau, salmão e sardinha;
  8. Cereais refinados, como arroz branco, pão branco ou macarrão branco;
  9. Alimentos com alto teor de frutose, como refrigerantes, sucos de caixinha ou em pó, mel, chocolates, bolos, bolachas e sorvetes.

Esses alimentos devem ser evitados sempre que possível, para prevenir o aumento de ácido úrico e o surgimento das crises de gota. Veja outros alimentos que podem aumentar o ácido úrico.

Além dos alimentos, é fundamental também perder ou manter o peso adequado, pois a obesidade e o sobrepeso são umas das causas do ácido úrico alto no sangue.

Alimentos que devem ser consumidos com moderação

Alimentos como ovos, carnes bovinas magras, aves sem pele e peixes que não foram mencionados anteriormente, podem ser consumidos com moderação. Devendo-se, por isso, consumir uma porção entre 60 e 90 gramas de carne, peixe ou aves por dia.

Algumas pessoas relatam que alguns alimentos como morango, laranja, tomate e nozes ativam a crise de gota, no entanto esses alimentos não são ricos em purina. Além disso, não existem evidências científicas que confirmem que esses alimentos causam crises de gota.

Alimentos permitidos

Durante o tratamento da gota é recomendado priorizar alimentos com baixas quantidades de purinas, além de alimentos com boas quantidades de água, vitaminas e fibras, como:

  • Vegetais frescos, como agrião, cenoura, tomate, abóbora, cebola, pepino, brócolis, couve-flor, espinafre, tomate e alface
  • Frutas frescas, como maçã, laranja, melancia, limão, maracujá, morango, melão;
  • Laticínios com pouca gordura, como leite desnatado, iogurte desnatado e queijos brancos, como ricota ou cottage;
  • Leguminosas, como grão-de-bico, feijão, lentilha e soja;
  • Cereais integrais, como arroz integral, milho, macarrão integral ou pão integral.

Além disso, os alimentos como o azeite, e as sementes de linhaça, sésamo e abóbora, possuem propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes, ajudando a eliminar as toxinas do organismo, diminuindo a dor e a inflamação nas articulações. Conheça outros alimentos ricos em antioxidantes e anti-inflamatórios.

Cardápio da dieta para gota

A tabela a seguir traz um exemplo de cardápio de 3 dias de dieta para gota:

Refeição

Dia 1

Dia 2

Dia 3

Café da manhã

1 copo de vitamina de morango, com 100 ml de leite desnatado e 3 morangos + 1/2 pão francês integral + 2 fatias de queijo ricota

1 omelete com 1 ovo, 1 col sopa de tomate picado, 1 col sopa de cebola picada e ervas frescas + 1 torrada integral + 1 laranja

1 xícara de café s/ açúcar + 1 wrap integral recheado com 2 fatias de queijo tipo minas + 1 ameixa fresca

Lanche da manhã

10 uvas + 5 avelãs

1 banana picada com 1 colher de sopa de manteiga de amendoim e 1 pitada de canela em pó

1 iogurte natural desnatado com 1 colher de sopa de sementes de linhaça

Almoço/ jantar

1 filé (90g) de peito de frango grelhado + 3 col sopa de arroz integral + 2 col. sopa de ensopado de cenoura, brócolis e vagem + 1 prato de sobremesa de salada de alface, tomate e pepino com 1 col de sopa de azeite + 1 caqui

1 filé (90g) de tilápia assado com 2 batatas médias + 3 col sopa de purê de abóbora + 1 pires de salada de acelga temperada com 1 colher de sopa de azeite de oliva + 1 fatia de melão

2 col de sopa de arroz integral +  1 sobrecoxa de frango s/ pele ensopada com 3 col sopa de quiabo + 1 prato de sobremesa de salada de cenoura e repolho ralados, temperada com 1 col sopa de azeite + 1 fatia de melancia

Lanche da tarde

1 iogurte natural desnatado com 1 colher de sopa de sementes de girassol

1 maçã assada com 1 pitada de canela + 2 nozes

1 fatia de melancia + 2 castanhas-do-pará

Este cardápio é apenas um exemplo para incluir na dieta. As recomendações da dieta para gota variam de acordo com o sexo, o peso atual, a prática de exercícios físicos e o estado geral de saúde da pessoa. Por isso, é aconselhado consultar um nutricionista para fazer uma avaliação completa e elaborar um plano alimentar de acordo com as necessidades individuais.

Veja no vídeo a seguir outras sugestões sobre como fazer uma dieta para gota:

Esta informação foi útil?

Atualizado por Karla S. Leal - Nutricionista, em agosto de 2022. Revisão clínica por Tatiana Zanin - Nutricionista, em agosto de 2022.

Bibliografia

  • CLEVELAND CLINIC. Treatments and procedures: Gout low purine diet. Disponível em: <https://my.clevelandclinic.org/health/treatments/22548-gout-low-purine-diet>. Acesso em 23 ago 2022
  • JAKSE, Bostjan et al. Uric Acid and Plant-Based Nutrition. Nutrients. vol.11. 8.ed; 1-15, 2019
Mostrar bibliografia completa
  • LI, Rongrong et al. Dietary factors and risk of gout and hyperuricemia: a meta-analysis and systematic review. Asia Pacific Journal of Clinical Nutrition. Vol.27. 6.ed; 1344-1356, 2018
  • VALSARAJ, Rahul et al. Management of asymptomatic hyperuricemia: Integrated Diabetes & Endocrine Academy (IDEA) consensus statement. Diabetes & Metabolic Syndrome: Clinical Research & Reviews. Vol.14. 2.ed; 93-100, 2020
  • SOCIEDADE BRASILEIRA DE REUMATOLOGIA. Gota. Disponível em: <https://www.reumatologia.org.br/doencas-reumaticas/gota/>. Acesso em 14 out 2021
  • ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE NUTRIÇÃO. O Papel da Alimentação no Tratamento da Pessoa com Gota. 2021. Disponível em: <https://www.apn.org.pt/documentos/ebooks/EBOOK_O_Papel_daAlimentacao_noTratamento_daPessoa_comGota.pdf>. Acesso em 14 out 2021
  • MAYO CLINIC. Gout diet: What's allowed, what's not. Disponível em: <https://www.mayoclinic.org/healthy-lifestyle/nutrition-and-healthy-eating/in-depth/gout-diet/art-20048524>. Acesso em 14 out 2021
  • Stephen P Juraschek, MD, PhD, Mara McAdams-Demarco, PhD, Allan C Gelber, MD, PhD, Frank M. Sacks, MD, Lawrence J Appel, MD, MPH, Karen White, MS, RD, and Edgar R Miller, III, MD, PhD. Effects of Lowering Glycemic Index of Dietary Carbohydrate on Plasma Uric Acid: The OmniCarb Randomized Clinical Trial. Arthritis Rheumatol. 68. 5; 1281–1289, 2016
Revisão clínica:
Tatiana Zanin
Nutricionista
Formada pela Universidade Católica de Santos em 2001, com registro profissional no CRN-3 nº 15097.

Tuasaude no Youtube

  • Alimentação para ÁCIDO ÚRICO alto

    02:33 | 1109057 visualizações
  • Alimentação para GOTA

    05:24 | 834096 visualizações