Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Alergia a níquel: alimentos e utensílios proibidos para evitar crises

Na alergia ao níquel, mineral que faz parte da composição das bijuterias e acessórios, é necessário evitar além do uso do metal em brincos colares e pulseiras ou relógios, também o o consumo excessivo de alimentos como banana, amendoim e chocolate, além de evitar o uso utensílios de cozinha de metal que contenha com níquel.

A alergia ao níquel causa sintomas como coceira e vermelhidão na pele, e surge especialmente em mulheres na época da adolescência ou início da vida adulta. Veja outras causas de coceira na pele.

Alergia a níquel: alimentos e utensílios proibidos para evitar crises

Alimentos ricos em níquel

Os alimentos ricos em níquel e que devem ser evitados, especialmente em épocas de crise da doença são:

  • Frutas: banana, pera, pêssego, cereja, frutas secas;
  • Leguminosas: soja, amendoim, ervilha, feijão;
  • Verduras: espargo, salsa, cebola, alface, cogumelos, couves, espinafre, tomate;
  • Produtos lácteos: soro do leite, queijos e margarina;
  • Peixes: arenque, atum, sardinha e cavala;
  • Crustáceos: lagosta, camarão, caranguejo, ostras e mexilhão;
  • Molhos: ketchup, vinagre e soja;
  • Bebidas: café, chá, cacau, vinho, cerveja e sucos de fruta, especialmente de frutas ácidas;
  • Outros: fermento em pó, alimentos enlatados, vegetais em conserva.

Esses alimentos devem ser evitados ou consumidos com bastante cautela, evitando o seu excesso e observando o aparecimento dos sintomas da doença. Em geral, levam-se cerca de 6 semanas sem esses alimentos na dieta para que os sintomas da alergia desapareçam.

Objetos ricos em níquel

Alergia a níquel: alimentos e utensílios proibidos para evitar crises

Além dos alimentos, alguns objetos também são ricos em níquel e podem causar irritação e coceira na pele, como brincos, colares, anéis, botões e fechos metálicos em calças e blusas, óculos, pulseiras de relógios e utensílios de cozinha, especialmente panelas de inox.

Em geral, a alergia causada pelos objetos é mais leve que a gerada pelo consumo de alimentos ricos em níquel, mas é necessário observar o surgimento de sintomas na pele e, se necessário, suspender o uso desses objetos.

Sintomas da alergia ao níquel

Alergia a níquel: alimentos e utensílios proibidos para evitar crises

Em geral, a alergia ao níquel causa sintomas como irritação na pele, coceira e feridas especialmente na região das pálpebras, no pescoço, nas dobras dos braços e dos dedos, nas palmas das mãos, nas virilhas, na região interna das coxas, nas dobras dos joelhos e nas plantas dos pés.

Para confirmar se é mesmo alergia ao níquel, é necessário fazer um teste de alergia prescrito e acompanhado com um médico alergologista ou dermatologista, que também poderá testar outras substâncias e alimentos para avaliar se existem mais causas para a dermatite. Veja como é feito o teste de alergia.

Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem