Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Albuminúria: o que é, principais causas e como é feito o tratamento

A albuminúria corresponde à presença de albumina na urina, sendo indicativo de problemas renais, principalmente.

A albumina é uma proteína responsável por várias funções no organismo, como manutenção da pressão osmótica, controle do pH e transporte de hormônios, ácido graxos, bilirrubina e medicamentos. Em condições normais, os rins impedem a eliminação das proteínas na urina, no entanto, quando a função renal está comprometida, há a passagem de proteínas, albumina principalmente, da sangue para a urina. Assim, a albuminúria pode ser classificada de acordo com a extensão da lesão nos rins em:

  • Microalbuminúria, em que pequenas quantidades de albumina são encontradas na urina, podendo significar que a lesão renal ainda está inicial ou uma albuminúria situacional, que acontece após exercício físico intenso e em infecções urinárias, por exemplo;
  • Macroalbuminúria, na qual são verificadas grandes concentrações de albumina, indicando um problema renal mais extenso.

Quando são detectadas concentrações de albumina na urina, o médico normalmente solicita a repetição do exame após cerca de 1 mês para confirmar o diagnóstico. A dosagem de albumina na urina normalmente é feita por meio do exame de urina de 24 horas, em que toda urina produzida pela pessoa em um dia é coletada em um recipiente próprio e enviado ao laboratório para análise. Saiba tudo sobre o exame de urina de 24 horas.

A albuminúria também pode ser identificada por meio de um exame normal de urina, o EAS, no entanto esse exame não indica a quantidade de albumina na urina, apenas afirma a presença ou a ausência de proteínas, sendo solicitada a realização da urina de 24 horas. Veja para que serve o exame de urina e como fazer.

A presença de albumina na urina é considerada normal quando é verificada uma concentração menor que 30mg em 24 horas.

Albuminúria: o que é, principais causas e como é feito o tratamento

Causas da albuminúria

A albuminúria normalmente acontece devido a problemas nos rins, como glomerulonefrite ou nefrite, mas também pode acontecer devido à:

  • Problemas cardíacos;
  • Hipertensão;
  • Diabetes;
  • Reumatismo;
  • Excesso de peso;
  • Idade avançada;
  • Histórico de doença renal na família.

A albumina também pode estar presente na urina após exercícios físicos intensos, em infecções urinárias, na febre, desidratação e estresse, sendo denominada albuminúria situacional. Normalmente a albuminúria é assintomática, no entanto a presença de espuma na urina pode ser indicativo da presença de proteínas. Veja quais são as causas de espuma na urina.

Como é feito o tratamento

O tratamento para albuminúria depende da sua causa e é feito de acordo com a orientação do nefrologista ou urologista. Em geral, os pacientes que apresentam microalbuminúria respondem de forma satisfatória aos medicamentos prescritos para a doença de base. No entanto, em casos mais graves, pode ser necessária a reposição de proteína. Durante o tratamento para albuminúria é importante manter um controle constante da pressão arterial, pois o aumento de pressão pode danificar ainda mais os rins.

Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...