Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que é Insuficiência hepática

A insuficiência hepática acontece quando o fígado não consegue participar com eficiência do processo de desintoxicação do organismo e de todas as outras funções de metabolismo, podendo causar sinais e sintomas como icterícia, inchaço ou mesmo lesões cerebrais.

A insuficiência hepática é a consequência mais grave de doenças crônicas no fígado, podendo levar à morte caso não seja realizado um transplante.

O que é Insuficiência hepática

Quais os sinais e sintomas

Os sinais e sintomas mais comuns da insuficiência hepática são:

  • Icterícia, em que a pele e mucosas ficam amareladas pelo acúmulo de bilirrubina no organismo;
  • Baixa concentração de albumina no corpo, causandoinchaços;
  • Excesso de amônia no organismo, podendo causar lesões cerebrais;
  • Odor corporal descrito como "bolorento" ou "agridoce";
  • Tendência a sangramentos vindo do estômago e intestinos;
  • Ascite, que consiste noacúmulo de líquidos na região abdominal.

Além disso, podem ainda surgir outros sintomas como cansaço, fraqueza, enjoos e falta de apetite.

Possíveis causas

Geralmente, a insuficiência hepática pode ocorrer devido a uma hepatite causada por vírus, cirrose hepática devido por exemplo ao excesso de consumo de álcool, intoxicação por medicamentos ou suplementos, doenças autoimunes ou causas desconhecidas.

Veja a dieta que deve realizar em caso de cirrose hepática.

Tipos de insuficiência hepática

A insuficiência hepática pode ser aguda ou crônica:

1. Insuficiência hepática aguda

A insuficiência hepática aguda é definida como uma doença grave do fígado, que ocorre muito rapidamente, devido a lesões cerebrais em apenas seis meses após o diagnóstico inicial. A destruição do fígado geralmente é causada por ingestão de drogas, toxinas, exposição a agentes químicos, certos medicamentos, envenenamento por cogumelos e infecção pelo vírus da hepatite. Veja mais sobre a insuficiência hepática aguda.

2. Insuficiência hepática crônica

A insuficiência hepática crônica desenvolve-se mais lentamente do que a aguda, podendo demorar meses ou mesmo anos a manifestar sintomas e geralmente resulta de uma cirrose devido ao abuso de ingestão de álcool.

Em que consiste o diagnóstico

O diagnóstico da insuficiência hepática pode ser feito através da análise do quadro clínico do paciente e confirmado por exame de sangue. Além disso, pode ainda ser realizada uma biópsia, em que é retirada uma amostra de fígado que é depois analisada em laboratório.

Como é feito o tratamento

O tratamento para insuficiência hepática vai depender das causas e dos sintomas. Geralmente, o médico prescreve medicamentos  e pode recomendar a cirurgia para remover a porção de fígado danificada. Em casos muito graves, em que a lesão do fígado é muito severa, pode ser necessário realizar um transplante de fígado.

Conseguir um fígado compatível pode ser demorado, portanto alguns cuidados como dieta para controle do sal, proteínas e retirada das bebidas alcoólicas, podem fazer com que a doença avance mais lentamente.

Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...